Thai | CachorroGato

Guia de Raças

Thai

Old-Style Siamese, Classic Siamese

Quero esta raça

Ficha do Thai

Thai

O Thai é amplamente conhecido como “Siamês Clássico”, por isso muitas vezes é citado como Old-Style Siamese ou Classic Siamese. A raça recebe essa denominação porque o Siamês que é tão famoso nos dias atuais é na realidade uma variação do gato original, possuindo os traços e corpo cheio de ângulos.

O Thai, por outro lado, tenta renovar os traços do antigo e histórico Siamês, originado há muitos e muitos anos nos templos da Tailândia. Esse gato possui o rosto mais arredondado e é maior, sendo conhecido como Wichienmaat – nome original da raça na Tailândia, que foi modificada pelos ingleses ao levarem a raça para a Europa, criando o Siamês.

 

Origem

A raça Siamese, e consequentemente a Thai, surgiu no antigo Siam, atual Tailândia. Alguns registros desse gato datam de 1350, no entanto muitos especialistas acreditam que sua existência é ainda mais antiga. Esse felino era reservado apenas para a família real de Siam, e era conhecido como “Gato Real de Siam” por este motivo. Muitas lendas cercam a história e a origem da raça, a única certeza é que este felino se desenvolveu sem influência humana. A criação do Thai, atualmente, tem como objetivo manter a raça o mais próximo possível do que ela era inicialmente e no fim do século 19 e inicio do século 20. Esse processo de criação se iniciou por volta de 1950.

Alguns criadores trabalham com a raça Thai, apesar de sua aparência não atender aos padrões modernos para o gato Siamês, confiantes em sua aparência antiga, assim como muitos donos de gatos apreciam as características do Thai. Esse felino é reconhecido por algumas associações felinas, sendo a principal delas a TICA responsável pela classificação da raça como “Thai Cat”.

 

Comportamento

Gatos da raça Old-Style Siamese são extremamente inteligentes, amantes de pessoas, ativos, curiosos e ainda possui um incrível senso de humor. Ter um Old-Style Siamese como companheiro é como ter uma pequena criança dentro de casa, ele vai tentar entrar e escalar o máximo de lugares possíveis, como se estivesse testando o que pode ou não fazer. O felino Old-Style Siamese é daqueles que vai te seguir pela casa e o tempo todo vai tentar te ajudar nas suas tarefas.

Os gatos da raça Old-Style Siamese gostam de conversar, sem serem necessariamente barulhentos, mas sempre falantes. Esse felino vai esperar uma resposta para toda essa conversa e ainda vai pular em seu ombro ou usar as patas para atrair sua atenção para ele, aliás, atenção é algo que a raça requer diariamente. O Old-Style Siamese busca desenvolver uma amizade com sua família humana e melhorá-la com o passar dos anos, sendo ideal para as pessoas que querem um companheiro próximo e bastante emotivo.

 

Aspecto

Quando se fala do corpo do gato da raça Classic Siamese é praticamente impossível não o comparar com a raça Siamese. O Classic Siamese apresenta um corpo maior e com contornos mais arredondados, porém é um gato bem proporcional e mantem os traços orientais sem o extremismo físico do Siamês. Ele é do tipo estrangeiro, moderadamente longo e forte, de porte médio para grande, com ossos médios e musculatura firme. Sua cabeça é redonda e mais ampla, com testa plana e longa, sendo que a aparência geral é ainda bastante oriental. Os olhos possuem coloração azul, preferencialmente profunda, são de tamanho médio para grande, amendoados e inseridos afastados. As orelhas são inseridas altas, se apresentam largas na base e com pontas ovais, média para grande em tamanho.

Sua pelagem é curta e sua coloração é no padrão colorpoint, ou seja, a base do corpo pode ser bege esbranquiçado ou qualquer tonalidade que crie um bom contraste com os pontos, enquanto as extremidades possuem tonalidade mais escura (os chamados pontos), não sendo permitida qualquer quantidade de branco em seu corpo. Os pontos – região das orelhas, patas, cauda e mascara - devem sempre se apresentar em contraste com o restante do corpo. Ao toque os pelos são macios e sedosos, não sendo muito lisos nem do tipo pelúcia, possui pouco subpelo. Nada da aparência do gato da raça Classic Siamese deve lembrar gatos ocidentais. Filhotes até 12 meses podem apresentar pontos incompletos, já exemplares mais velhos podem ter a pelagem mais escura desde o contraste seja mantido.

 

Cuidados específicos

A raça Thai é bastante citada por sua baixa manutenção. O felino Thai possui grande capacidade de se manter limpo, precisando de banhos esporádicos e uma rápida escovação semanal para manter sua pelagem saudável e livre de pelos mortos.

 

Saúde

Criadores de gatos Old Style-Siamese consideram a raça mais resistente e menos propensa a problemas de saúde de origem genética do que o Siamês. A TICA permite cruzamentos entre Thai e Siamês.


História do Thai

Thai é o termo atual usada pelas associações felinas para diferenciar esse gato do Siamês moderno, mas ambos possuem sua origem no Wichienmaat, raça de origem tailandesa. O Wichienmaat surgiu na região de Siam há vários séculos, sendo citado em documentos com cerca de 700 anos, mas podendo ser ainda mais antigo do que isso. Quando os ingleses visitaram a região durante o século 19 eles se encantaram pela aparência oriental do Wichienmaat, decidindo leva à raça para a Europa e lhe dar um novo nome: “Siamês”. A partir daí surgiu o Siamês que temos hoje, com corpo tubular e anguloso. O Thai nada mais é do que o Wichienmaat tradicional, que foi “recriado” na intenção de manter suas características iniciais.

Poucas associações reconhecem a raça e alguns criadores trabalham com ela, defendendo não apenas a aparência do Thai, mas também uma maior resistência da raça. Muitos donos de gatos também apreciam a raça.


Características do Thai

O Thai é também conhecido como “Old Style Siamese” ou Wichienmaat. Sua aparência geral é mais redonda do que do Siamês moderno, sem o corpo tubular ou o rosto cheio de ângulos, mas ainda possui elegância e aparência oriental, com a pelagem curta de padrão colorpoint e olhos azuis. Gatos dessa raça são excelentes companheiros, muito ligado as pessoas de sua família, além de serem ativos e conversadores.

Um Thai não suporta a ideia da solidão e não receber atenção de seu humano, usando não apenas sua capacidade vocal, mas também as patas para chamar atenção. Curioso, o felino dessa raça vai tentar se envolver em todas suas atividades e testar limites ao entrar ou subir em lugares. A manutenção de sua pelagem é bastante simples, mas é importante lembrar que ele possui forte dependência emocional.

Raça verificada por:

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Raças Relacionadas