Arabian Mau | CachorroGato

Guia de Raças

Arabian Mau

Mau Árabe

Quero esta raça

Ficha do Arabian Mau

Arabian Mau

O Arabian Mau é também conhecido por nós aqui no Brasil como Mau Árabe, e seu nome da uma dica clara ao sua origem: a raça é proveniente da Península arábica – ou simplesmente Arábia. Essa é uma raça de gato doméstico proveniente de um felino do deserto existente na região da Arábia. O Arabian Mau é de origem natural e se desenvolveu centenas de anos por conta própria.

Por ser proveniente de um gato do deserto, o felino da raça Arabian Mau é resistente as altas temperaturas, característica comum entre todos os felinos que vivem em regiões desse tipo, além de ser excelente caçador. Quanto a sua personalidade o Arabian Mau é um felino muito ligado ao seu dono, sendo devotado e carinhoso com ele. Por ser um bichano territorial, não é indicada a criação de dois machos no mesmo ambiente, apesar de se adaptar bem a outros animais e crianças.

 

Origem

A raça Arabian Mau surgiu de maneira natural a partir de um gato do deserto da Península Árabe, seu local de origem. Esse gato do deserto muito provavelmente era um felino selvagem proveniente do continente africano que vivia na região da Arábia há muito tempo. A origem exata do Arabian Mau é incerta, mas a raça é uma das mais antigas raças felinas de origem natural e existe há vários séculos, tendo se desenvolvido sem a interferência dos seres humanos.

O Arabin Mau ou Mau Árabe viveu por conta própria nas condições adversas do deserto por centenas de anos, até que o desenvolvimento das cidades chegou ao seu território natural e forçou esse gato a coexistir no mesmo ambiente que os humanos, se tornando um gato de rua. Apenas uma das associações felinas ao redor do mundo reconhecem a raça Mau Árabe: a alemã World Cat Federation (WCF).

 

Comportamento

Esse gato é ativo, ágil e amigável, sendo adequado para casas com crianças, com quem costuma conviver muito bem. Sua convivência com outros animais de estimação também costuma ser boa. A relação com seu dono é de puro amor e devoção, sendo muito carinhoso e ligado a ele, sem ser descrito como um gato de colo. Seu temperamento geral é bastante amável e doce, apesar de ter se desenvolvido no deserto, o Mau Árabe se mostrou um gato adaptável, amigo e amoroso durante seu processo de domesticação.

São pouco falantes e seu miado raramente é ouvido, sendo mais usado para chamar atenção ou para quando querem alguma coisa. São ótimos caçadores, provavelmente essa característica está relacionado ao fato de serem gatos do deserto, por isso não são muito exigentes quando o assunto é comida. O gato Mau Árabe adora passar bastante tempo fora de casa, mas sempre volta para seu lar, além de ser ótimo com saltos. Por ser um felino que possui bastante energia e gosta de brincadeiras, algumas vezes o Mau Árabe pode ser um pouco travesso, sendo interessante oferecer atividades que o distraia.

 

Aspecto

Esse felino é de médio para grande porte, pesando entre 4 e 7,5 kg, sendo um gato de estrutura firme e grande com músculos bem desenvolvidos, não podendo ser exatamente descrito como um gato exatamente esguio, mas do tipo que possui um corpo atlético. A cabeça do Arabian Mau é redonda, o nariz possui formato de uma curva côncava e o queixo é firme, o local de inserção dos bigodes é bem desenvolvido. Os olhos são grandes e redondos, a coloração dos olhos não está relacionada com a cor da pelagem, sendo geralmente verde brilhante. As orelhas são grandes, inseridas no alto da cabeça e levemente dobradas para frente.

Sua pelagem é curta, sem presença de subpelo e firme ao toque, porém filhotes podem apresentar pelo macio ao toque. As cores de pelagem aceitas no gato da raça Mau Árabe são vermelho, branco, preto, preto com branco, marrom e marrom mosqueado (padrão tabby). A cauda é de comprimento médio e se afila em direção a ponta. As patas são longas e os pés são ovais.

 

Cuidados específicos

Por possuir pelo curto e não apresentar subpelo, a raça Mau Árabe exige pouca atenção em termos de manutenção. Uma escovação ocasional (semanal) de sua pelagem ajuda a manter o gato livre de pelos mortos e com boa aparência.

 

Saúde

Os gatos da raça Arabian Mau são saudáveis e costumam viver uma média de 12 a 14 anos, sendo conhecidos por seu ótimo sistema imune – o que não significa que a raça não deva ser vacinada – e por nascerem saudáveis e fortes. Nenhum problema de saúde de origem genética foi relacionada a raça até o momento. A raça se adapta muito bem aos locais de clima quente.


História do Arabian Mau

A data certa da origem do Arabian Mau é um completo mistério. O que se sabe é que essa raça de gato doméstico surgiu na Arábia, região também conhecida como Península arábica, de maneira natural e sem qualquer intervenção humana. O Arabian Mau é descendente de gatos do deserto e acredita-se que felinos selvagens de origem africana deram inicio a raça. Devido a sua origem, esse gato aguenta altas temperaturas e apresenta excelente habilidade de caça.

O Arabian Mau surgiu há muitos séculos e é provavelmente uma das raças mais antigas a surgir de maneira natural. Por centenas de anos essa raça viveu por conta própria no deserto, até que o desenvolvimento humano chegou ao seu habitat e os Arabian Mau viraram gatos de rua, aprendendo a conviver com as pessoas. Incrivelmente a raça se apresentou bastante doce durante sua domesticação. Atualmente apenas a associação felina alemã WCF reconhece a raça Arabian Mau.


Características do Arabian Mau

Apesar de originado de felinos selvagens do deserto e ter passado centenas de anos vivendo nesse tipo de território, o Arabian Mau mostrou um temperamento amigável e amoroso quando finalmente entrou em contato com humanos e passou a ser domesticado. Os gatos dessa raça criam fortes vínculos com seu dono a quem são completamente devotados. São bichanos habilidosos, inteligentes e ativos, gostando da vida fora de casa, mas sempre voltando para seu lar.

Por ter bastante energia e gostar de brincadeiras, o Arabian Mau pode ser meio travesso em alguns momentos e precisa de alguma atividade para evitar momentos de tédio. É um felino pouco comunicativo, optando por miar apenas quando quer atenção ou precisa de algo. São ótimos caçadores, adaptam-se bem aos locais quentes e a manutenção de seu pelo curto exige apenas escovação semanal.

Raça verificada por:

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Raças Relacionadas