Welsh Terrier - Guia Completo sobre as Raças de Cães | CachorroGato

Guia de Raças

Welsh Terrier

Quero esta raça

Ficha do Welsh Terrier

Welsh Terrier

O Welsh Terrier possui uma enorme quantia de energia. Os cães dessa raça adoram correr, brincar, buscar, nadar e cavar do lado de fora de casa mais que qualquer outra coisa. Extremamente inteligentes, esses cães também respondem muito bem ao adestramento de obediência. Apesar de serem cães absurdamente ativos do lado de fora, eles também apreciam um pouco de descanso. De fato, você pode até conseguir convencer o seu Welsh Terrier a trocar carinhos por alguns minutos – ou até que eles vejam um esquilo ou qualquer outro pequeno animal pela janela.

Por seu aspecto geral e suas cores, o Welsh Terrier poderia se passar por um Airedale de tamanho reduzido. Além disso, ele possui uma personalidade bastante estável e esses cães são famosos por se relacionarem absurdamente bem com crianças.

 

Origem

O Welsh Terrier foi selecionado por mineiros e caçadores que viviam no país de Gales – e julgando-se pelas pinturas antigas onde eles já eram representados, essa é uma das raças de Terriers mais antigas que existem. Esses mineiros e caçadores utilizavam o Welsh Terrier como cão de caça de ratos e para completar as matilhas de cães do tipo Hound. Esses Terriers tinham a função de desalojar as raposas e lontras quando eles conseguiam se esconder em suas tocas.

Os cães da raça Welsh Terrier já foram conhecidos como Terriers Preto e Fogo de Pelo Aramado (Black-and-Tan Wire Haired Terrier) e também como Old English Terrier, há centenas de anos atrás. Usado para caçar raposas, lontras e texugos através da terra e da água, o Welsh Terrier era adorado por sua tenacidade durante as caçadas e seus modos gentis dentro de casa.

O primeiro exemplar de Welsh Terrier foi levado para os Estados Unidos no final do século XIX. Desde o começo de 1900, quando apareceram pela primeira vez em Westminster, essa raça ganhou vários novos fãs.

 

Comportamento

O Welsh Terrier é um cão franco, apesar de ser um pouco descarado, afetuoso, sensível e inteligente. Os cães dessa raça são muito ativos e adoram jogos e brincadeiras - principalmente com as crianças, com quem são bastante pacientes, agüentando algumas brincadeiras mais rudes delas sem perderem o temperamento -, passeios longos e também de brincar com água e tomar banho. Além disso, são cães bastante observadores e curiosos, sempre querendo agradar e se divertir com a família. Como todos os cães do tipo Terrier eles são um pouco temperamentais e cheios de atitude, com ideias fixas e também muito dominantes com outros cães apesar de sua curiosidade com eles.

Os cães dessa raça são relativamente calmos comparados com outros Terriers de altura, mas ainda assim eles vivem melhor se forem cães de companhia de uma família jovem e ativa. Eles são teimosos e extremamente curiosos sobre outros cães e pequenos animais, portanto certifique-se que eles sempre estejam bem presos à uma coleira quando estiverem em público – a não ser que eles estejam em um espaço cercado e monitorado onde não possa escapar.

 

Aspecto

O Welsh Terrier é um cão de constituição quadrada, que possui a cabeça retangular. Ele tem as orelhas em forma de “V” que se dobram para frente e seus olhos são pequenos, escuros e bastante separados. É um costume cortar a cauda desses cães nos países em que isso é permitido, possuindo um tamanho médio e sendo portada apontada para o alto. A sua pelagem é dura e espessa, com uma cor preta no corpo e fogo nas suas extremidades e cabeça.

Geralmente os cães dessa raça são cuidados e preparados para possuírem uma barba espessa pendendo de seus queixos. Seu pescoço é forte, descendo para um peito profundo e costas curtas.

 

Cuidados específicos

É recomendado que o Welsh Terrier seja treinado para obedecer desde filhote ou o mais novo possível; isso ajuda para que se torne um adolescente maleável e mais satisfeito. Esses cães precisam de uma educação firme e constante para que aprendam desde sempre as regras da casa e quem é que manda ali.

Os cuidados com a sua pelagem são consideráveis; algumas vezes por ano é preciso que seja feito um ‘plucking’ (nada mais é que o termo utilizado para arrancar o pelo da raiz com os dedos) para evitar possíveis complicações de pele nos cães. Também é importante que a pelagem de seu rosto seja escovada cerca de duas vezes por semana para se manter limpa e desembaraçada.

O Welsh Terrier é uma raça que se adapta muito bem à vida na cidade se puder fazer exercícios diariamente.

 

Saúde

Os cães dessa raça podem sofrer com alergias relacionadas a fibras sintéticas, que normalmente afetam suas orelhas e peito, por isso é aconselhável que eles tenham a cama ou o cobertor que costumam dormir feitos de algodão. No geral esses cães são bastante saudáveis.

Em alguns casos mais raros o Welsh Terrier pode desenvolver problemas nos olhos e na pele.


História do Welsh Terrier

Uma raça de cães Terrier bastante antiga, o Welsh Terrier é originário do país de Gales, onde foi criado por caçadores e mineiros para auxiliar na caça esportiva de texugos, raposas e lontras, fazendo esses animais saírem de suas tocas caso conseguissem se esconder nelas á tempo durante as caçadas.

Curiosamente o Welsh Terrier sempre possuiu a sua pelagem característica preta e fogo, mesmo há centenas de anos atrás, como é possível ver em registros seus em pinturas antigas.

Apesar de a raça ter sido introduzida nos Estados Unidos durante o século XIX, apenas começou a fazer sucesso nesse novo território após a participação de quatro exemplares em um concurso de cães por volta do ano de 1900. Desde então a sua popularidade vem crescendo de forma bastante estável.


Características do Welsh Terrier

O Welsh Terrier é um cão muito inteligente e curioso, sempre querendo brincar, cavar, farejar e caçar pelo quintal. Além disso, eles adoram brincar com água e são excelentes companheiros de brincadeiras para as crianças – até mesmo as mais ativas.

Mesmo sendo razoavelmente calmos se comparados com outras raças Terriers, os cães da raça Welsh Terrier ainda são cães com o temperamento forte típico dos cães Terriers, sendo bastante obstinados e teimosos, podendo dar bastante trabalho se não forem adestrados desde pequenos a obedecer corretamente o seu dono.

É importante que o dono de um cão dessa raça sempre trate a educação do cão de maneira firme, para que ele aprenda o quanto antes quais as regras da sua nova casa e que não é ele que vai mandar ali.

Raça verificada por:

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Raças Relacionadas