Guia de Raças

Shih-Tzu

Quero esta raça

Ficha do Shih-Tzu

Shih-Tzu

Shih Tzu é uma companhia amável e viva. Ainda assim, são extremamente discretos e satisfeitos – considerando que eles recebam quantidade adequada de atenção. Eles gostam de ficar no colo, receberem carinho, afeto e amor de seus donos e ficam perfeitamente felizes sentados no sofá com você por horas enquanto você mexe com ele. Essa é uma raça nobre – algumas vezes se traduz em arrogância e insolência, outras em coragem e educação – mas eles nunca são orgulhosos demais para rolar no chão com um precioso brinquedo barulhento.

 

Origem

O Shih Tzu é originário da China onde foi um animal sagrado nos palácios. Seus ancestrais são cachorros procedentes do Tibet chamados Lhassa Apso, que o Dalai Lama deu de presente aos imperadores chineses no século XVII. Devido ao isolamento chinês, o cruzamento de raças era feitos em segredo, mas se supõe que esses cachorros tibetanos cruzaram com o Pequinês dando origem à raça Shih Tzu. Até o início do século XX, o Shih Tzu não era conhecido fora da China.

 

Comportamento

O Shih Tzu é independente, brincalhão, curioso e sempre tentará ter sua vontade satisfeita. Ele gosta de ficar perto dos donos e ser mimado, mas também gosta de desfrutar de certa liberdade. Às vezes pode parecer que ignora as ordenes, o proprietário do cãozinho desta raça deve dar a ordem amável e firmemente para que tenha efeito. É um cachorro muito sociável com outros cachorros e com outros animais, especialmente com os gatos. Com estranhos se mostra muito afável.

 

Aspecto

O Shih Tzu é um cachorro robusto, sólido e bastante peludo. Tem patas bem curtas, com bons ossos e musculosas. A cabeça é grande e redonda, orelhas largas, caídas e cheias de pelos. Tem a cauda alta sobre as costas e parece um espanador de pelos longos. O pelo é longo e denso e pode ser de todas as cores.

 

Cuidados específicos

O Shih Tzu requer um cuidado diário com os pelos, seja para prevenir que eles embaracem ou para evitar arranhões nos olhos. É um cachorro que também precisa de limpeza dentária regular. É recomendado que não fique exposto a altas temperaturas e limpar as necessidades para evitar que as coma.

 

Saúde

O Shih Tzu é vulnerável ao deslocamento de tíbia. Entre 6 e 8 semanas, devido a seu focinho curto pode sofrer com obstruções nasais.

História do Shih-Tzu

A raça Shih Tzu tem seu passado tanto no Tibet como na China. Como resultados, alguns admiradores atuais consideram que se trata de uma raça tibetana, enquanto outros relacionam a raça com a China.

 

Origens Tibetanas

Embora houve tempos em que os chineses e os tibetanos cooperaram entre eles, existiram conflitos entre esses dois países desde o sec VII. Em nome da diplomacia, os nobres tibetanos às vezes casavam jovens da realeza chinesa. Dessa forma haviam trocas de presentes e muitas vezes os presentes eram cachorros, sendo a origem do Shih Tzu encontrada nesses presentes.

Dizem que o Lhasa Apso, raça tibetana e antepassado direto do Shih Tzu, existe desde 800aC, mas não há evidências tangíveis sobre isso. Por essa relação é que muitos atribuem o Shih Tzu como um cão tibetano.

Os cachorros eram oferecidos como oferendas para que os viajantes tivessem uma boa viagem do Tibet até a China. Os Lhasa Apso não eram considerados animais sagrados, mas ainda assim eram tidos como muito valiosos. Nunca eram vendidos, apenas dados como presentes. Se considerava que os cachorros carregavam almas dos monges que haviam pecado nas vidas anteriores.

Sabemos que é possível seguir o rastro do Shih Tzu e chegar até os cães de origem tibetana. Também devemos mencionar que os cachorros que se encontravam na China nessa época já eram resultado do cruzamento com esses antigos antepassados do Shih Tzu.

 

Origens Chinesas

 

Acredita-se que os “cachorros quadrados” que foram aceitos por um imperador chinês em 1760 eram do tipo Chow Chow, ainda que não saibamos seu tamanho. De toda forma, sabe-se que em 500aC não eram apenas cachorros que seguiam a carruagem de seus donos, mas também iam acompanhados de outros cachorros de focinho pequeno. Esses eram levados dentro da carruagem, por isso acredita-se tratar de cachorros bem pequenos.

Em 1908, sua santidade o Dalai Lama presenteou a imperatriz com muitos cachorros. Sua descrição era similar a raça de cachorros-leões que podiam ser vistos naqueles tempos em Pequim. Ela os chamou de Shih Tzu Kou e os manteve separados dos pequineses para preservar as características da raça.

Ainda que os eunucos do palácio continuassem criando os Shih Tzy Kou, é muito provável que fizeram muitos experimentos de cruzamentos, criando assim uma divergência quanto ao tipo. Acredita-se que eles criaram três tipos de cachorros pequenos: o Carlino (Pug), o Pequinês e o Shih Tzu.

Características do Shih-Tzu

Além de seu incrível bom aspecto, o cão Shih Tzu também tem um caráter dos mais encantadores e é de um tamanho manejável. Manter um Shih Tzu com a pelagem longa e charmosa requer muito trabalho. Apesar disso, é um mascote que pode ter a pelagem curta se o dono assim preferir.

Trata-se de uma raça bem pequena, ainda que outras possam ser ainda menores, e é inclusive exibida em alguns países no Grupo de Raças Miniatura ou de Companhia. Além disso, é forte e robusto para seu tamanho. Devido a sua robustez, o Shih Tzu é perfeitamente capaz de sair para longos passeios, ainda que os passeios curtos também os façam bem.

O padrão da raça descreve o cachorro de raça Shih Tzu como inteligente, ativo, alerta, amistoso e independente. É realmente uma raça inteligente, não necessita que lhe dêem constantemente novas coisas pra fazer. Esse cachorro utilizará sua inteligência e ingenuidade para encontrar coisas para fazer e é muito divertido assistir o Shih Tzu planejar o que vai fazer.

O Shih Tzu é sem dúvida um cachorro alerta aos barulhos e ao que acontece a sua volta, mas pode decidir ou não tomar parte ativa ao que acontece. Decidirá o que quer fazer e, apesar de se tratar de uma raça encantadoramente amistosa, tomará sua decisão à medida do quanto quiser se envolver.

Esta não é uma raça energética nem excessivamente barulhenta, mas como outros cachorros, dará um latido quando quiser. O Shih Tzu adora estar com as pessoas, quando estão com os donos estão mais felizes e preferem formar parte de uma família a estar em um canil. Mesmo que alguns Shih Tzu participam das competições de Mini Agility e de obediência, não é uma raça famosa particularmente pela obediência, devido a sua natureza independente.

A maioria dos Shih Tzu se relaciona muito bem como outros cachorros, frequentemente os donos podem ter vários cachorros, machos e fêmeas, juntos. Claro que os temperamentos individuais variam, então se deve sempre observá-los de perto, principalmente os machos. Não são, de modo algum, cachorros agressivos, mas se manterão firmes se forem atacados. Por causa disso, em alguns casos não é uma boa ideia deixar machos que foram reprodutores juntos. As fêmeas podem ter um temperamento mais forte na época do cio, quando é bom ter cuidado. Apesar disso e em geral o Shih Tzu é um animal muito sociável em todos os sentidos.

Raça verificada por:

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Raças Relacionadas