Schipperke (Skip) - Guia Completo sobre Raças de Cães | CachorroGato

Guia de Raças

Schipperke

Skip

Quero esta raça

Ficha do Schipperke

Schipperke

O Schipperke tem sido caracterizado há séculos por ser um cão com cauda amputada, porém esse tipo de prática cirúrgica estética em cães, assim como o corte das orelhas para mantê-las levantadas, vem sendo proibida na maioria dos países ao redor do mundo, incluindo o Brasil.

Origem

Schipperke, cujo significado é "pequeno pastor" no dialeto Flemisch, é uma pequena raça canina, originária do começo do século XVI na Bélgica. É um roedor exterminador eficaz e um bom cão de guarda, logo atraiu a atenção dos marinheiros que navegavam pelos canais e rios.

Comportamento

É um cão muito alegre, amoroso e incansável. Ele está sempre atento ao que está acontecendo à sua volta e avisa de qualquer irregularidade através de seu latido (às vezes um pouco alto). Ele sente uma grande ligação com os donos e é um pouco reservado com estranhos, mas não por muito tempo. Gosta de correr, saltar e brincar. Ele é muito cuidadoso quando brinca com crianças pequenas, e mais agitado quando seu companheiro de bagunça são as crianças maiores. Um companheiro muito enérgico que raramente se cansa primeiro. É fácil de treinar e muito inteligente, fará qualquer coisa para agradar o seu dono.

Aspecto

O corpo do Schipperke é curto, quadrado, compacto e possui ossos finos. A cabeça é semelhante à de uma raposa, e em forma de cunha com um focinho pontiagudo. Suas orelhas são pequenas, triangulares e inseridas acima da cabeça. Seus olhos são ovais e castanhos. Em países onde é permitido, costuma-se cortar a cauda durante a primeira semana de idade. Ele tem pelo preto, reto e sub-pelo grosso e espesso.

Cuidados Específicos

O Schipperke pode viver perfeitamente em um apartamento, mas não aguenta ficar ocioso. Precisa de exercício diário para queimar toda sua energia. O treinamento aconselhável é não usar exercícios muito repetitivos porque o cão pode ficar entediado e, consequentemente, tornar-se negligente. Sua pelagem espessa necessita de escovação, ocasionalmente, especialmente em tempos de muda.

Saúde

O Schipperke é um cão muito saudável. Recentemente, tem havido alguns exemplos com Mucopolissacaridose tipo IIIB. Também pode haver casos de entrópio, epilepsia e doença de Legg-Perthes, mas não são muito frequentes.


História do Schipperke

Nomeados como "pequeno capitão", os cães Schipperke foram criados por capitães de barco belga para guardar barcos autônomos, manter os ratos longe e proporcionar companhia aos seus donos.

Os Schipperke também trabalharam com sapateiros e outros lojistas em toda Bélgica como cães de guarda.

O primeiro Schipperke veio para a América no final de 1800, mas a raça não fez muito sucesso até o Clube Schipperke of America ser fundado em 1929.


Características do Schipperke

Cães Schipperke combinam ética profissional com senso de diversão. Amorosos, eles são ansiosos para agradar, fáceis de treinar e um pouco mal-humorados. Se dão bem com crianças e outros animais de estimação, incluindo gatos, e formam fortes laços com suas famílias.
São ideais para um apartamento. Pequeno, simpático e educado, eles fazem bom uso de pequenos espaços, entrando e saindo de salas para satisfazer a sua curiosidade. Gostam de brincar no tapete, mas gostam realmente de correr e brincar no quintal. Incansavelmente ativos, serão felizes para manter o ritmo com os corredores mais intensos.

Usados por centenas de anos para guardar barcos de ladrões e ratos, Schipperkes ter um senso protetor ativo. Apesar de seu tamanho, são excelentes cães de guarda. E se acontecer de você possuir um barco, este poderia ser o seu segundo companheiro ideal.
Schipperkes são naturalmente vigilantes e, devido a isso, podem parecer um pouco reservado com pessoas novas, mas logo eles percebem que tudo está bem e vão se soltando. Eles são naturalmente curiosos e independentes, por isso é necessário sempre mantê-los em uma coleira quando estiverem em público.

Um Schipperke saudável pode viver tanto tempo quanto 15 anos. Problemas de saúde mais comuns incluem displasia coxofemural, epilepsia, catarata e outros problemas oculares. Seus pelos longos e grossos precisam de escovação regular.
Estes pelos grossos crescem em vários comprimentos ao redor do corpo, incluindo uma espessa juba em torno do pescoço. Suas cabeças em forma de cunha têm orelhas pontudas. Têm olhos pequenos e escuros que emitem uma expressão curiosa.

Raça verificada por:

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Raças Relacionadas