Pastor Polonês (Polski Owczarek Podhalanski) - Conheça | CachorroGato

Guia de Raças

Pastor Polonês

Polski Owczarek Podhalanski

Quero esta raça

Ficha do Pastor Polonês

Pastor Polonês

O Pastor Polonês também pode ser chamado de Polski Owczarek Podhalanski, Pastor Polonês de Podhal e também de Pastor de Trata. Como o nome indica, a raça se originou na região dos Montes Trata, no sul da Polônia. Frequentemente confundido com a raça Kuvasz, o Pastor Polonês é apenas um parente próximo dele, mas os dois são de raças distintas.

 

Origem

O Kuvasz Húngaro e o Kuvac Esloveno são parentes muito próximos do Pastor Polonês. É possível que a raça descenda também de outros cães montanheses europeus, como o Pastor Bergamasco (Itália), que por sua vez teve origem dos grandes Mastifes Asiáticos, trazidos para e Europa há mais de 1000 anos.

 

Comportamento

Eles são uma raça territorial, leal e protetora de seus donos. Por esse motivo, são excelentes cães de guarda. Eles são muito inteligentes, calmos e independentes.

 

Aspecto

Na aparência geral o Pastor de Trata é um cão de grande porte, pesado, mas surpreendentemente veloz e ágil. Ele possui boa musculatura, ossatura pesada, crânio largo e grande, orelhas pendentes e cauda bem peluda. Em geral, sua pelagem é branca uniforme, ou seja, seu corpo é inteiro branco, pequenas manchas de cor bege são normais. Seu pelo geralmente é liso, mas pode ser também levemente ondulado.

 

Cuidados específicos

Durante o período em que trocam de pelos, normalmente na primavera, o Pastor de Trata solta muitos pelos, por isso nesse período a escovação tem que ser diária. Mas no resto do ano, normalmente ele fica mais limpo, devido a sua pelagem “auto-limpante”.

 

Saúde

O Pastor Polonês geralmente é um cão muito saudável, com muito poucos problemas de saúde. Tal como acontece com a maioria dos cães de raças grandes, ele pode ocasionalmente ter displasia coxofemural.


História do Pastor Polonês

O Pastor Polonês, que também pode ser chamado de Polski Owczarek Podhalanski, Pastor Polonês da Montanha ou Pastor de Tatra teve origem em Podhale, na área das Montanhas Tatra, na Polônia, daí o nome da raça. A raça tem vivido nas montanhas polonesas durante milhares de anos, mas não há data exata para o início da raça. Há um mistério semelhante em torno de quais raças foram misturadas para formar o Pastor Polonês. Enquanto ninguém sabe ao certo, muitos criadores da raça dizem que o Pastor de Tatra é um descendente direto do Mastiff.

 A raça era muito popular entre os trabalhadores das montanhas durante vários séculos, sendo assim até hoje. Era muito popular, porque, como o próprio nome indica, era um fantástico cão de pastoreio. Este sucesso de pastorear ovelhas foi principalmente devido à sua alta inteligência. Quando os predadores apareciam para atacar as ovelhas, o Pastor Polonês ia recolhê-las e ficava junto delas ao invés de tentar atacar o predador, o que deixaria as ovelhas desamparadas e sujeitas a outros ataques. Isso mostra a imensa inteligência pertinente a raça.

Sua pelagem branca também os deixa muito diferentes de ursos e lobos, o que foi muito útil para os trabalhadores na hora de distinguir os animais. Além disso, os proprietários as vezes tosavam os cães e usavam seus pelos para a produção de lã. Trabalhadores das montanhas também contavam com sua ajuda, muitas vezes eles seguravam na cauda do Pastor enquanto eles guiavam os trabalhadores através das montanhas e terrenos de difícil acesso. Pastorear ovelhas não era o único trabalho que a raça poderia realizar, eles eram frequentemente utilizados como guardas pessoais, de fábricas e outros direitos de propriedade privada. Além de tudo isso, a raça foi muitas vezes utilizada também pela polícia.

A raça do Pastor Polonês enfrentou alguns momentos difíceis, no entanto. Depois das Guerras Mundiais a raça esteve à beira da extinção. A Fédération Cynologique Internationale (FCI), não iria permitir que isso acontecesse, com isso, na década de 1960 a raça do Pastor Polonês foi sendo criada e multiplicada, sendo difundida mundo afora.

Séculos atrás, sua reputação como excelentes cães pastores se espalhou lentamente pela Europa, mas em 1980, um oficial do Serviço Exterior americano gostou muito da raça, tanto que ele teve três deles enviados para os Estados Unidos, e em 1981 o Pastor Polonês também se espalhou para o Canadá.


Características do Pastor Polonês

Muito manso e calmo, é extremamente afetuoso com crianças, cuidadoso com seu território e sua família. Muito ágil e rápido, é resistente, corajoso e vigilante. Não se adapta bem a apartamentos, necessita de muito espaço e exercícios. Ele é um cão muito independente, auto suficiente e corajoso. Eles são cobiçados por sua cordialidade, sensibilidade, adaptalidade e bravura.

O Pastor Polonês é sempre muito alerta e pode latir a noite, se deixado solto sozinho do lado de fora. Como cão de pastoreio há muitos anos, o Pastor Polonês é muito energético e precisa de muito espaço para correr e se exercitar. Não é um bom cão para morar em apartamentos ou espaços pequenos por causa do seu tamanho e do seu acúmulo de energia. Por serem cães muito ativos fora de casa, precisam de passeios diários.

 

Raça verificada por:

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Raças Relacionadas