Golden Retriever - Saiba mais sobre as Raças de Cães | CachorroGato

Guia de Raças

Golden Retriever

Quero esta raça

Ficha do Golden Retriever

Golden Retriever

Com uma cara que inspira confiança, serenidade e simpatia, o Golden Retriever tem levado muitos publicitários a usarem exemplares da raça em suas campanhas. Originalmente caçador, o Golden se tornou um cão de companhia e uma das raças mais populares, sendo usado também como cão-guia ou para detectar drogas e explosivos.

Extremamente experta, a raça é capaz de aprender comandos e instruções com grande facilidade, e é justamente por isso que é uma das mais usadas em trabalhos da polícia e no auxílio à portadores das mais variadas deficiências – sejam elas físicas ou intelectuais.

Brincalhão e dócil, o Golden Retriever é um cão que, assim como os Labradores, não parece ter um pingo de agressividade em sua personalidade, tornando-se o tipo de bicho de estimação ideal para quem gosta de companhia, carinhos e tem espaço suficiente para que um cão desse porte possa se divertir e gastar energia.

Origem

Golden Retriever é um cão muito equilibrado. Devido aos seus ancestrais caçadores, gosta muito de água e de correr pelo campo. É um cão doce, carinhoso, amigável, confiante e fácil de treinar. Ele é inteligente e se preocupa com tudo o que fazemos, por isso a sua educação e treinamento devem ser feitos com muita atenção e dedicação.

Gerado na Grã-Bretanha, em meados do século XIX, o Golden Retriever foi desenvolvido a partir da mistura de diferentes raças caninas, incluindo Water Spaniel (já extinta), Terra Nova e Setter Irlandês – embora haja estudiosos que acreditam que o Bloodhound também faça parte dessa base que deu origem ao Golden.

Embora haja diferentes histórias que explicam a origem do Golden Retriever, é o Sir Dudley Majoribanks (também conhecido como Sr. Lord Tweedmouth) o grande responsável pelo surgimento da raça. Uma das versões contadas, diz que este senhor passeava pela cidade inglesa de Brighton quando avistou os truques de um grupo de cães  pastores Russos – pertencentes à trupe de um circo.

Apaixonando-se pelos animais, Dudley quis comprar um casal de cães e, sem a liberação de seus donos (que afirmou que a retirada de um casal acabaria com a trupe), acabou levando para casa – na Escócia - os oito cães que compunham o grupo, podendo, assim, realizar as misturas que deram origem ao Golden Retriever.

Embora essa seja uma das histórias favoritas entre os amantes de Golden Retrievers, quando foram apresentados os registros sobre o surgimento da raça, nenhuma menção sobre os pastores Russos era feita – portanto, não há nenhum tipo de comprovação de que este caso foi o real responsável pela criação da raça.   

Aspecto

O Golden Retriever é um cão bem proporcional e robusto, sendo considerado um animal É musculoso e dono de membros bastante fortes. Contando com orelhas caídas, que chegam, mais ou menos, na altura dos olhos, o Golden não costuma ter muitos problemas na região auricular, e a sua cauda está sempre levantada. Seu pelo pode ser liso ou ondulado, sendo que as cores dessa pelagem variam bastante entre os mais diferentes tons de ouro (fazendo mais uma alusão ao seu nome de “golden” que, na tradução, significa dourado).

Sua pelagem é de comprimento médio, e a cor varia entre o dourado e o creme, sendo que uma série de variações do ouro podem ser encontradas neste caminho, assim como nos cães da raça. Por soltar muitos pelos, é essencial que os donos de um Goldem realizem tosas e escovações com certa frequência no animal, mantendo a pelagem longe de nós e, consequentemente, longe do acúmulo de sujeiras que podem causar variados problemas de pele.

Embora a sua história não mostre similaridades além da presença da raça Terra Nova na base de sua origem, o Golden Retriever pode ser comparado, em muitos aspectos, ao Labrador Retriever – sendo, inclusive, conhecido por muitos como “o seu primo peludo”.

Cuidados específicos

Embora o Golden Retriever seja perfeitamente adaptado à vida em família, adora correr e é essencial levá-lo passear diariamente. Por ser muito ativo, o cão da raça precisa ter lugares onde possa gastar sua energia; pois, caso contrário, pode se tornar um tanto triste e até ser considerado hiperativo – já que tentará extravasar este acúmulo de energia de qualquer forma, podendo acabar afetando os móveis da casa, entre outros elementos.

No entanto, em muitos casos, poucos passeios já resolvem essa questão, já que o Golden Retriever – apesar de ser grande e cheio de energia – também é um cão que se adapta aos mais diversos ambientes com certa facilidade; podendo ser criado até mesmo em apartamentos um pouco maiores que o normal.

Tido como um cão muito ativo e agitado, o Golden também é extremamente dócil e amoroso – tanto com sua família como com os que à conhecem e fazer parte do círculo de amizades – sendo capaz de passar horas brincando ou recebendo carinhos das pessoas (mesmo as que tenha acabado de conhecer).

Saúde

Como em muitas outras raças, a displasia da anca – também chamada de Displasia Coxo Femural - é muito comum em Golden Retrievers, causando diversos problemas nos ossos e nas cartilagens que envolvem a região do quadril do animal. Seu grande porte e peso são parcialmente responsáveis por isso, sendo que fatores externos e físicos (como pisos escorregadios e o excesso de pelos na área das patas) também podem contar mais pontos para o surgimento desse tipo de disfunção canina.

Infelizmente, o Golden é um cão com muitas doenças congênitas e, por isso, problemas oculares como a conjuntivite e complicações hormonais como o hipotireoidismo. Doenças como diabetes mellitus, epilepsia e cardiopatia também fazem parte da lista de problemas que podem aparecer ao longo da vida dos Golden, assim como tumores e o câncer de tipos diferentes.


História do Golden Retriever

Até 1959 acreditava-se que os Golden Retrievers tinham como origem cães de um circo russo que teriam sido comprados por Lord Tweedmouth durante uma visita a Brighton, Inglaterra. Realmente foi ele o responsável pelo desenvolvimento da raça. Os primeiros Golden Retrievers com um padrão fixado, chamados na época de "Yellow Retrievers", tiveram origem na propriedade do Lord Tweedmouth em Guisachan, Escócia, por volta do ano de 1865.

Os fatos foram descobertos pela Sra. Elma Stonex que pesquisou por mais de 10 anos as origens da raça e, juntamente com o 16º Lord Ilchester (sobrinho-neto de Lord Tweedmouth), em 1959, apresentou a história dos Golden Retrievers ao Kennel Clube da Inglaterra – que, então, documentou e reconheceu oficialmente a raça, informando aos demais Kennels e Associações sobre a sua existência. A raça foi desenvolvida a partir de um retriever amarelado com pelo longo e cacheado chamado "Nous", comprado por Lord Tweedmouth de um sapateiro da cidade de Brighton. De volta à Escócia, Nous foi cruzado com uma cadela Tweed Water Spaniel (raça já extinta) chamada "Belle" e os filhotes receberam diversos outros cruzamentos incluindo misturas com a raça Terra Nova, Setter Irlandês, e diferentes cães Spaniel.

Conforme relatado na ficha básica do Golden Retriever, também há uma outra versão para a origem da raça – que diz que, na realidade, o  Sir Dudley Majoribanks (Lord Tweedmouth) caminhava por Brighton quando avistou uma trupe de cães pastores Russos de um circo fazendo truques. Apaixonado, o senhor teria, então, adquirido para si a equipe completa de cachorros (com oito componentes), levando-os para sua terra natal e, a partir disso, iniciado a produção do cão que hoje é conhecido como Golden Retriever.

Conforme a descrição das raças que deram origem ao Golden Retriever, no entanto, não há registro algum da presença da raça dos pastores Russos e, portanto, os fatores desta história não são confirmados.

Segundo informações de historiadores da raça, o Golden foi o primeiro cão criado pertencente à série dos retrievers, sendo que este termo inglês tem o significado, na tradução, de “aquele que traz algo”. Ainda de acordo com estudiosos da raça, o seu desenvolvimento tinha, originalmente, o objetivo de que o cão fosse usado para buscar caças de maneira ágil – tanto em terra como na água – tendo em vista que os meios utilizados na época não eram eficientes o suficiente.

Os primeiros pedigrees com as características da raça já fixadas são datados do final do século XIX e início do XX, sendo que, durante este mesmo século, os Golden Retrievers passaram a migrar para o continente americano – movimento que passou a ter ainda mais força a partir das décadas de 1960 e 1970. Atualmente o tipo dos cães nos EUA, Canadá e praticamente toda a América do Norte difere ligeiramente do de seus antecessores ingleses, que com o restante da Europa e Oceania, formam um outro bloco. As diferenças são principalmente na tonalidade de cor e textura da pelagem.

Conforme citado anteriormente, embora não tenham nenhuma ligação direta concreta, o Labrador Retriever e o Golden Retriever são extremamente parecidos – sendo que muitos amantes de cachorros chegam a considerar o Golden como “um primo mais peludo” do Labrador Retriever. Além das similaridades na aparência, estas raças também se parecem no comportamento, sendo extremamente dóceis, companheiras, brincalhonas e cheias de energia – sempre prontas para dar carinho para sua família e as pessoas próximas à ela.

Além da docilidade, a esperteza também é uma característica muito presente nos cães da raça Golden Retriever e, assim como os Labradores, estes cães também são frequentemente usados para atuar em atividades ligadas à trabalhos de saúde e de relação com a polícia – podendo ser treinados para funções que incluem desde o trabalho de cão-guia até os que envolvem cães farejadores e que ajudam em resgates.


Características do Golden Retriever

É oportuno chamar o Golden Retriever de "o pote de ouro no final do arco-íris". Como cão ideal para todas as ocasiões e, como um cão de caça, o Golden Retriever tem algo para cada pessoa ou cada tendência. O mestre em sua linhagem conduzido por Tweedmouth, estabeleceu as qualidades excelentes de seus retrievers (termo inglês que, na tradução, significa “aquele que traz algo”) de caça amarelos e muitas gerações mais tarde, o Golden Retriever é ainda o mais versátil de raças de retrievers de caça.

Além de ser muito inteligente e treinável, ainda são tão dedicados aos seus donos como cães de antigamente. Seu talento é incomparável, e os Golden Retrievers hoje se destacam em todas as disciplinas – sendo que a sua inteligência é tanta que, atualmente, a raça é a dona da quarta posição no ranking que enumera as raças caninas mais inteligentes em todo o mundo.

O humor dessa raça é tão belo quanto seu pelo, e é considerado como um cão de família ideal para todas as idades. Enquanto o Golden Retriever pode ser um cão ideal, nem toda pessoa é o proprietário perfeito. Talvez você adore cães e tem uma fraqueza para esta raça, mas só o amor não é suficiente. Obtenha uma visão geral antes de trazer um Golden Retriever para sua casa.

O Golden Retriever é um cão de médio a grande porte, que precisa de um bom espaço dentro de casa e fora. Suas patas são peludas e trazem lama e poeira no chão de sua cozinha. Seu rabo que se abana de alegria não vai deixar nenhum enfeite de vidro em cima da mesa de centro. São naturalmente curiosos e sempre querem um lugar ao seu lado no sofá. Um grande terraço cercado ou uma grade canina com uma superfície móvel que são uma obrigação para grande e enérgico Golden Retriever. Parte do seu apelo universal é a bela pelagem dourada. Existe uma grande variedade em termos de comprimento, textura e cor de pelo dourado. As cores variam de creme pálido ao dourado, mas não inclui avermelhado escuro ou mogno.

Tons mais claros são mais comuns, embora existam defensores da pelagem mais escura. A maioria dos pelos são lisos ou levemente ondulados e de comprimento médio, embora mais também são comuns nas exposições. Devido às suas qualidades amigáveis para com as pessoas, não é nenhuma surpresa que a maioria dos Golden Retriever falha como cães de guarda. O Golden Retriever pode latir sem parar para o intruso, o que não significa que essa é a melhor proteção. Mesmo quando assustados podem abanar o rabo, mas essa é uma reação involuntária que não pode ser interrompida.

No entanto, apesar de sua atitude amigável profundamente enraizada, não faltam histórias sobre Golden Retrievers que sentiram o perigo que pairava sobre suas famílias, especialmente as crianças, e reagiram a protegê-los. Como cães de caça, os Golden Retrievers são atletas naturais. Eles também são muito treináveis e obedientes. Portanto, não é surpreendente que muitos Golden Retrievers participem de provas de obediência e agilidade. Dependendo do tipo de treinamento dado ao cão, estas são áreas onde eles se destacam e podem ser de interesse para o seu dono.

Estes cães podem ser vistos com certa frequência participando de provas especiais para animais como o Agility – que consiste na superação de uma série de obstáculos (na maioria das vezes, cerca de 12) acompanhados pelas instruções e a presença de seu proprietários – onde costumam atingir resultados bastante significantes, adquiridos em função da sua alta agilidade e energia.

Conforme destacado por diversas vezes neste perfil, a raça é extremamente agitada e têm energia de sobra, precisando contar com um certo nível de exercícios físicos constantes em sua vida para que se mantenha saudável e longe de problemas. Além de ajudar a manter a saúde do animal, as atividades físicas também podem ajudar a evitar problemas dentro de casa, já que, sem exercícios, esta raça pode acabar decidindo gastar sua energia em locais não muito apropriados, como o sofá e outros móveis da casa, por exemplo. Essa raça ama as pessoas, tem habilidades naturais para auxiliar nos trabalhos de cão-guia e assistência. Especialmente em harmonia com as necessidades e emoções são estimulados e os alunos são treinados com facilidade para executar tarefas complexas que envolvem trabalho e serviço de guia motivado.

Muitas pessoas que já tiveram cães de outras raças, dizem que o Golden Retriever tem um grande desejo de agradar seu dono, diferente das raças que tiverem anteriormente. Jovens até aos 12 meses de idade, esse é o momento em que eles retornam à escola de cães-guia para formação avançada e de serem encaminhados às pessoas que necessitam de sua ajuda. O Golden Retriever é ótimo cão de terapia. Eles têm uma sensibilidade única para captar as necessidades e sentimentos das pessoas. Nos hospitais, casas de saúde e clínicas privadas, eles continuam ajudando pacientes com o poder de uma mão amiga ou deitando seu focinho sedoso no joelho de alguém.

Trabalhos que incluem a ajuda de cães no tratamento de pessoas com deficiências físicas e intelectuais (como no auxilio à portadores da Síndrome de Down) também têm cachorros da raça Golden Retriever como atuantes fortes – sendo que a atuação da polícia de diversos países diferentes também se beneficia enormemente com a ajuda dos Golden, que podem ser ótimos farejadores, ajudando tanto a detectar substâncias ilícitas (para que bandidos sejam identificados) como seres humanos, em casos de buscas e resgates especiais.

Raça verificada por:

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Raças Relacionadas