Dogo Canário ou Dogue Canário? Conheça as Raças de Cães | CachorroGato

Guia de Raças

Dogo Canário

Dogue Canário

Quero esta raça

Ficha do Dogo Canário

Dogo Canário

Com um corpo tão forte quanto sua força de vontade, o Dogo Canário, que em português também é conhecido como Dogue Canário, no geral é um cão muito poderoso. Os cães dessa raça se relacionam melhor com alguém que já tenha experiência em ter cachorros e que saiba como proporcionar um treinamento firme, porém positivo para o seu cão.

 

Origem

O Dogo Canário, que também é conhecido como Presa Canario, Canary Dog e Dogue Canário é uma raça que surgiu nas Ilhas Canárias quatro séculos atrás. Ninguém sabe ao certo como a raça se desenvolveu até se tornar o que é hoje, mas alguns teóricos acreditam que os invasores espanhóis levaram cães do tipo Mastiff para as ilhas, que se cruzaram com os cães nativos, criando essa raça forte e duradoura, que é utilizada amplamente para a guarda de gados e rebanhos.

 

Comportamento

Quando o Dogue Canário recebe o adestramento correto e passa por uma boa socialização desde filhote ele pode se tornar um cão amoroso e leal, sendo bastante amigável com a sua família. Se estiver procurando por um cão de guarda confiável, não é preciso continuar a sua busca, o Dogo Canário com certeza é a sua melhor escolha.

Alerta, confiante, leal e com uma expressão nobre, o Dogo Canário é também um cão de temperamento forte, que é balanceado por sua calma e docilidade com aqueles que ama. Como cão de guarda, essa raça não abandona a sua posição em nenhum caso; o que demonstra que essa também é uma raça extremamente territorial e corajosa, por isso não é aconselhado para pessoas que estejam adquirindo o seu primeiro cão.

Além disso, os cães dessa raça são extremamente desconfiados com estranhos, portanto um treinamento adequado é absolutamente importante para que eles não descontem seus instintos protetores em suas visitas.

 

Aspecto

O Dogo Canário possui um contorno poderoso, de tamanho médio para grande, coberto com uma pelagem áspera e lisa, que geralmente se apresenta em cores tigradas com combinações de marrom e preto. Às vezes o Dogue Canário pode possuir uma máscara preta, que não deve passar da altura dos olhos.

O corpo desses cães deve ser mais longo que a altura da cernelha, principalmente nas fêmeas. O Dogo Canário possui a voz baixa e profunda.

A cabeça dos cães da raça Dogo Canário deve ser em forma de um cubo levemente alongado, com o stop definido, mas sem ser marcado demais. O focinho desses cães deve ser mais curto que o crânio e com a trufa de uma cor preta forte. Seus olhos possuem um formato levemente oval, variando de tamanho entre o médio e o grande. Eles devem ser bem separados, sem serem saltados nem fundos demais; suas cores variam entre o castanho escuro e o castanho médio, dependendo da cor da pelagem do cachorro – é importante notar que o padrão oficial não permite cães dessa raça com olhos claros.

Suas orelhas são médias, bastante separadas, com uma pelagem fina e curta, caindo dos lados da cabeça de um jeito natural, inseridas um pouco acima da linha dos olhos. Nos países onde é permitida a amputação elas devem ser portadas eretas; se não for permitido e as orelhas dos cães se dobrarem elas devem possuir o formato de uma rosa.

O Dogo Canário deve possuir o pescoço curto e musculoso – mais precisamente, ele deve ser menor que o comprimento total da cabeça do cão -, com a pele solta na parte de baixo do pescoço, formando uma barbela leve. Descendo mais encontramos o peito amplo e musculoso, com o peitoral do cão sendo bastante definido, descendo no mínimo até a linha do cotovelo do cão. Seu tronco é largo e comprido, até chegar a sua garupa, que não deve ser longa para não atrapalhar na movimentação do cachorro – apesar das fêmeas possuírem a garupa mais larga que a dos machos.

A cauda do Dogue Canário deve ser grossa na base, afinando progressivamente até a ponta, que segundo o padrão da raça não deve ultrapassar a linha do jarrete. Inserida em uma altura mediana, a cauda dos cães dessa raça deve ser portada para cima, em forma de sabre, quando o cão está ativo, sem se curvar ou dobrar sobre o dorso do cão. Quando ele está em repouso a cauda deve estar reta, possuindo apenas uma ligeira curvatura perto da ponta. No geral o Dogo Canário possui uma aparência forte e de quem está no comando de tudo sempre.

 

Cuidados específicos

Relativamente fácil de ser cuidado, a pelagem áspera do Dogo Canário não costuma mudar muito e só precisa de banhos e escovações ocasionais. Por outro lado, esses cães precisam de boas caminhadas diárias para se manter mentalmente e fisicamente saudáveis.

 

Saúde

Apesar de ser uma raça relativamente saudável, alguns exemplares do Dogo Canário podem desenvolver displasia coxofemoral e epilepsia.

 


História do Dogo Canário

Existem muitos livros escritos por historiadores sobre o desenvolvimento do Dogo Canário – que também é conhecido como Presa Canario, Canary Dog of Prey e Dogue Canário. Acredita-se que após a conquista das Ilhas Canárias cães de grande porte foram trazidos para as ilhas pelos conquistadores espanhóis – nesse ponto há a controvérsia de que talvez já existissem cães desse porte na ilha, ou até mesmo que as duas coisas aconteceram. A única coisa que se sabe com certeza é que esses cães eram utilizados para vigiar o gado e os rebanhos de ovelhas, os protegendo do ataque de cães selvagens ou cães vadios.

Uma das muitas teorias sobre as contribuições genéticas de cada raça para a criação do Dogo Canário é que é quase certo que ele possua sangue do Cattle Dog e do Perro de Ganado Majoreiro. O Ganado era um cão do tipo Mastiff de grande porte, rústico, inteligente e intuitivo.

Acredita-se também que muitas outras raças de cães espanhóis contribuíram para a formação do Dogo Canário até ele se tornar o cão que é conhecido hoje.




Características do Dogo Canário

O Dogo Canário – que também é conhecido como Dogue Canário, Presa Canario e Canary Dog of Prey – é um cão que surgiu nas Ilhas Canárias e atuava como guardião do gado e de rebanhos.

Ainda hoje os cães da raça Dogo Canário são utilizados como guardiões de animais de fazenda, mas também são conhecidos por serem ótimos cães de guarda da propriedade e da família.

Com um latido baixo, mas potente, o Dogue Canário pode ser um cão bastante carinhoso e leal aos seus donos se for socializado corretamente com outras pessoas e animais desde filhote.



Raça verificada por:

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Raças Relacionadas