Cocker Spaniel Inglês - Guia Completo das Raças de Cães | CachorroGato

Guia de Raças

Cocker Spaniel Inglês

Quero esta raça

Ficha do Cocker Spaniel Inglês

Cocker Spaniel Inglês

Apesar da fama de grosseiros, escandalosos e mal humorados que os Cocker Spaniel Inglês costumam ter, o poeta inglês do século XIV, Chaucer, autor dos Contos de Canterbury, escreveu que essa era uma raça muito afetuosa, inclusive “Tanto quanto uma mulher em busca de um marido”.

 

Origem

A teoria mais aceita diz que os Spaniels já corriam pela Inglaterra no século XIV. Durante muito tempo foi chamado de Spaniel toda uma variedade de cães mais ou menos grandes, pesados ou rápidos, de caça ou de luta. Não foi até 1883 que o Cocker foi reconhecido como uma raça e rapidamente se estendeu até os Estados Unidos e Canadá. A divergência entre os criadores americanos e ingleses foi um dos motivos do nascimento do Cocker Spaniel Inglês propriamente dito.

 

Comportamento

Essa raça é ativa, agitada, apaixonada, doce e dócil. Tem um olhar triste que muitas vezes o ajuda a se livrar de broncas e tende a ser um pouco manipulador e dominante. Deve ser educado com firmeza desde filhote e se adapta muito bem ao ambiente ao seu redor, seja no campo ou na cidade.

 

Aspecto

O Cocker Spaniel Inglês é harmonioso, forte e compacto. Suas extremidades são musculosas e de estrutura óssea forte. Têm orelhas no nível dos olhos, cobertas de belas franjas de pelo longo, reto e sedoso. A cauda é horizontal e geralmente é cortada, mas não muito, e somente nos poucos países onde esta prática ainda é permitida (o que não é o caso do Brasil). Seu pelo é liso e sedoso. Também tem franjas nas patas anteriores, no corpo e nas patas posteriores por cima dos calcanhares. Podem ser de várias cores, exceto totalmente brancos.

 

Cuidados específicos

Esses cães são muito ativos e precisam fazer bastante exercício diariamente, pelo menos duas ou três pequenas saídas por dia. Também precisam ser escovados regularmente, para retirar os pelos mortos.

Depois de saídas para o campo, é importante verificar suas orelhas, para garantir que não têm nenhum espinho ou objeto preso nas franjas.

 

Saúde

O Cocker é um cão duro, mas costuma ter bastante problemas oculares (atrofia progressiva de retina, cataratas e glaucoma) e muitas vezes pode ficar cego depois dos 10 anos. As orelhas são outro grande problema; por serem longas e caídas, elas se arrastam pelo chão e isso pode causar infecções de ouvido.


História do Cocker Spaniel Inglês

Por volta do ano 500 a.C., quando os cartagineses desembarcaram na Espanha durante uma de suas viagem pelo Mediterrâneo, os soldados viram uma grande quantidade de coelhos e gritaram “Span, span!” (Span significa coelhos em cartaginês). Por isso essa terra foi chamada de Espanha, ou “A terra dos coelhos”, e os cães que perseguiam os coelhos ficaram conhecidos como Spaniel, ou “cães coelheiros”.

É muito possível que os Spaniel vivessem em países mediterrâneos e, portanto, também na Espanha. O importante é que o Spaniel pode ser considerado como uma das raças mais antigas da história. No Museu Metropolitano de Nova York, pode ser vista uma pequena estátua de terracota que tem, decididamente, um aspecto de Spaniel. A escultura tem mais de 2000 anos e pertence à Coleção Chipriota. Esses fatos enriquecem a história do Cocker Spaniel Inglês.

No Sportsman’s Cabinet (Gabinete dos Caçadores), escrito por Nichilas Cox e publicado em 1803, foi feita uma descrição do Spaniel: “A raça de cães chamada de Spaniel é de dois tipos, um deles é bem maior que o outro e são conhecidos como Spaniels Levantadores (como se coloca a qualquer tipo de caça de cada país). O pequeno se chama Cocker Spaniel e está mais adaptado à caça entre matagais e parece que foi desenhado pela natureza para isso”. Assim podemos assumir que os Cocker Spaniel Ingleses conseguiram seu nome a partir da caça a galinhas, ou como alguns acreditam, de faisões machos (cockpheasants em inglês). Cox continua descrevendo o Cocker, que “tem uma forma mais curta e compacta, uma cabeça mais arredondada, uma trufa menor, orelhas longas (e quanto mais longas, mais apreciados serão os exemplares), as extremidades curtas e fortes, a pelagem com uma tendência maior a se enrolar que nos Spaniel mostradores de caça (Springer Spaniel) e que é mais longo, especialmente na cauda, que geralmente é cortada”.

O Cocker é elogiado por sua rapidez de ação no campo, por seu entusiasmo incansável para encontrar e perseguir uma lebre ou para buscar as aves de caça. Diz-se que sua cauda está em movimento contínuo, uma característica que, felizmente se conservou nos Cockers de hoje em dia, cujas caudas não param de se mover.


Características do Cocker Spaniel Inglês

Por muitos anos, o Cocker Spaniel Inglês e o Cocker Spaniel Americano foram considerados uma mesma raça. Eventualmente, em 1946 a AKC reconheceu o Cocker Spaniel Inglês como uma raça diferente do americano, devido as suas diferenças quanto à aparência.

De natureza alegre, a cauda do Cocker Spaniel Inglês, sempre em movimento, representa um animal tipicamente alegre, principalmente quando segue algum rastro, sem ter medo de grandes matagais. Dócil e carinhoso, ainda que seja cheio de vida e exuberante.

Esses cães são robustos, esportistas, bem equilibrados e compactos; a distância do chão para sua cernelha e dela até o começo da cauda é aproximadamente igual.

O Cocker Spaniel Inglês é uma ótima companhia, se adaptando facilmente a tardes tranquilas no sofá ou a longas caminhadas pela vastidão. Brincalhões e protetores com as crianças, eles tratam os convidados com consideração e respeito.

O Cocker Spaniel Inglês também é fácil de ser adestrado, sendo inteligente e confiante, aprendendo rapidamente o que lhe é ensinado.

Raça verificada por:

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Raças Relacionadas