Cão de Santo Humberto (Bloodhound) - Raças de Cães | CachorroGato

Guia de Raças

Cão de Santo Humberto

Bloodhound

Quero esta raça

Ficha do Cão de Santo Humberto

Cão de Santo Humberto

O Cão de Santo Humberto, também conhecido como Bloodhound, tem um excelente olfato, capacidade que fez com que ele se destacasse em seu trabalho como um cão perseguidor (em inglês, “tracker”), para localizar uma peça de caça ferida ou para encontrar pessoas desaparecidas.

Origem

Os cães da raça são descendentes de cães de caça pretos ou castanhos e pretos, que eram utilizados pelo monge Hubert em suas caçadas do século VII. Durante séculos, os monges de Saint-Hubert, desenvolveram esta raça no Mosteiro de Andain, na Bélgica. Devido à sua grande capacidade olfativa, eram muito usados para encontrar os peregrinos perdidos em suas florestas. No século XI, esses cães foram importados para a Inglaterra e cruzados com cães de outras raças (entre eles, acredita-se que o Mastiff), resultando na raça Cão de Santo Humberto que conhecemos hoje.

Comportamento

O Cão de Santo-Humberto é muito calmo, tenaz, perseverante e determinado. Ele ama a convivência com as pessoas, é amigável e muito paciente. Este cão é muito sensível à relação com seu dono, ele vai ser fiel e amar seu dono sempre que for bem tratado. A raça é muito inteligente e tem raciocínio muito rápido. Seu caráter é doce, equilibrado e, por vezes, um pouco tímido. Entretanto, às vezes, pode se mostrar um pouco agressivo com outros cães.

Aspecto

O Cão de Santo-Humberto é um cão de porte grande e muito pesado. Tem uma cabeça longa, estreita e adornada com rugas abundantes. A pele cai, especialmente, ao longo da frente e dos lados da cabeça. As orelhas são longas e de inserção baixa. O pelo é curto, sendo bastante áspero no corpo e suave como a seda nas orelhas e na cabeça. Pode variar entre preto e castanho, marrom e castanho, sendo, o preto, o mais comum.

A cor preta fica limitada ao dorso e flancos, formando uma sela, e à face dorsal do pescoço até a ponta do occipital. O branco não é aceito nos padrões da raça, todavia, uma pequena mancha branca no peito e nas patas não desqualifica o exemplar.

Cuidados específicos

É aconselhável manter o Cão de Santo Humberto em terrenos espaçosos e muito bem cercados. Sendo um cão de grande porte, o espaço dentro de uma casa pode ser muito pequeno. Este cão precisa se exercitar moderadamente, mas com regularidade. Para evitar irritação, esta raça requer que você monitore regularmente as dobras formadas em sua pele.

Saúde

O Cão de Santo Humberto, normalmente, não tem problemas hereditários e congênitos graves, embora às vezes existam casos de displasia coxofemural ou de cotovelo. Os problemas mais comuns estão relacionados aos olhos: conjuntivite seca e ectrópio, mas também pode apresentar torção de estômago.


História do Cão de Santo Humberto

O Cão de Santo Humberto é uma raça antiga. Seus antepassados apareceram pela primeira vez na Europa, cerca de mil anos atrás, quando duas linhagens de Hounds, sendo, o preto, o antepassado do Cão de Santo-Humberto e, o branco, o Hound-Southern branco, trazido de Constantinopla.

Monges belgas, que tinham criado os cães de Santo Humberto durante a Idade Média, eventualmente, trouxeram para a Inglaterra, onde eles foram criados para serem caçadores duráveis. Eles também tem uma reputação lendária como cães policiais. Atualmente, a raça continua a ser apreciada como cães competidores e companheiros.


Características do Cão de Santo Humberto

O Cão de Santo Humberto tem um olhar descontraído e jovial. E, na maioria das vezes, eles são companheiros muito bem-humorados, pacientes e distintos. Estes cães gostam de atenção e carinho, adoram se esticar no chão e serem abraçados. A raça convive de forma incrivelmente paciente com as crianças, brincando no tapete ou no pátio durante horas. Estes cães precisam de amor, atenção e companhia da família acima de tudo.

Quando está ao ar livre, o Cão de Santo Humberto pode ficar muito enérgico. Este cão gosta muito de correr e explorar. Às vezes, tímido no início, eles têm uma natureza calma e tolerante, de mente aberta, eles verdadeiramente são amigo de todos, incluindo outros animais de estimação. Por esta razão, eles podem não ser a melhor escolha para um cão de guarda. No entanto, eles são muito protetores de suas casas e ambientes, uivando, ao invés de latir, quando sentem uma ameaça.

O que dizem, é verdade: Cão de Santo Humberto tem um extraordinário olfato. Isto significa que, se sentirem um rastro interessante, eles irão segui-lo. Um grande quintal muito bem cercado é quase essencial para esta raça. E lembre-se sempre de mantê-los na coleira durante os passeios e caminhadas. Eles também têm um saudável senso de independência, aventura e curiosidade.

A raça pode viver por até 12 anos. Os problemas de saúde mais comuns incluem displasia coxofemural, infecções de ouvido e inchaço. Sua pelagem curta, lisa quase não exige manutenção, mas os ouvidos precisam ser limpos regularmente para prevenir infecções.

Raça verificada por:

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Raças Relacionadas