Cane Corso - Guia Completo sobre as Raças de Cães | CachorroGato

Guia de Raças

Cane Corso

Quero esta raça

Ficha do Cane Corso

Cane Corso

Há duas teorias sobre a origem do nome desta raça. A primeira sustenta que “corso” vem da palavra grega kortos, que significa “pátio, gabinete ou cercado”; e a segunda afirma que “corso” vem do latim cohors, que significa “guardião de propriedades”. Embora ambas as definições sejam aceitas, a latina pode parecer mais plausível, uma vez que o Cane Corso sempre foi muito utilizado como cão de guarda.

Considerado como uma espécie de irmão dos cães de raça Mastim Napolitano (que também descende do canis pugnax romano), o cachorro Cane Corso já é conhecido há bastante tempo e, embora o seu porte e a sua força garantam a sua grande capacidade de guarda e proteção; este animal pode ser extremamente dócil, fiel e carinhoso com as pessoas de sua família (incluindo as crianças), já que é um animal bastante confiável e equilibrado no convívio com as pessoas.

Origem

O Cane Corso descende diretamente de Canis Pugnax, cão Mastiff existente na Roma antiga. Fortes e resistentes, estes cães foram utilizados tanto em lutas de animais quanto na guerra. Os primeiros registros desta raça datam do século XVI, quando os italianos usavam estes cães para caçar javalis e manter a segurança de fazendas e currais.

Embora os detalhes do surgimento da raça não sejam definidos, é sabido que a história desta bela e imponente raça foi iniciada ainda antes do período da Roma Antiga; sendo que, de acordo com estudiosos da raça, ela teria surgido na região que hoje é conhecida como Macedônia (antigamente chama de Épiro, e que fazia parte da porção dominada pelos gregos).

De origem italiana, o Cane Corso chegou a ser usado como uma ferramenta de auxílio em guerras pelos romanos – sendo também possível que tenha feito parte das batalhas voltadas para o entretenimento que eram realizadas no Coliseu em épocas antigas; já que, nas paredes do local é possível encontrar desenhos diversos que representam este cachorro.

No Brasil, o Cane Corso começou a aparecer em função de um pedido do apresentador de televisão Fausto Silva, que pediu que fossem trazidos alguns exemplares da raça diretamente de Roma, na Itália, por volta do ano de 1997.

Comportamento

O Cane Corso é um cão muito corajoso, ousado, teimoso, orgulhoso e equilibrado. Com os proprietários e com as crianças da família, sempre se mostra dócil, carinhoso, leal e muito protetor. É um cão que está sempre alerta para qualquer situação diferente, sendo muito cauteloso com pessoas estranhas e, em certos casos, desconfiado na presença de desconhecidos.

O cão desta raça é muito inteligente e confiante, e conta com uma alta capacidade de aprendizado – tornando o seu processo de adestramente bastante fácil e rápido quando realizado de maneira correta. Extremamente sociável, o Cane Corso é bonito e forte, tendo uma natureza bastante tranqüila e até meiga, o que facilita bastante o seu nível de equilíbrio, a formação de amizades e o alto nível de confiança das pessoas para permitir e incentivar o contato deste cão com as crianças – já que a interação entre estes costuma ser extremamente prazerosa e feliz.

No entanto, embora o seu temperamento seja naturalmente equilibrado e bastante controlado, o Cane Corso ainda é o representante de uma das raças caninas mais eficientes nos trabalhos de guarda e proteção; sendo usado até os dias de hoje para auxiliar as pessoas que atuam nesse tipo de função e para proteger pessoas e propriedades.

Nos Estados Unidos, por exemplo, exemplares de cães Cane Corso podem ser vistos com frequência atuando junto à polícia – já que, além de ter um senso de defesa extremamente alto, este cachorro também é muito desenvolvido para ações que envolvem a captura de bandidos, por exemplo.

Aparência

O Cane Corso é um cão robusto, forte, poderoso e com extremidades musculosas. Tem uma cabeça plana, larga, quadrada e muito marcada. As orelhas são triangulares, pendentes e largas na base. Nos países onde isso é permitido, muitas vezes são operadas em forma de um triângulo eqüilátero assim como a cauda, que pode ser amputada na quarta vértebra.

Dono de um corpo musculoso e imponente, o cachorro da raça Cane Corso tem um porte classificado como médio-grande, medindo entre 64 e 68 centímetros de altura – sendo que as fêmeas têm, geralmente, cerca de 4 centímetros menos que os machos. No peso, as fêmeas também tendem a ficar um pouco atrás dos machos da raça e, enquanto um macho pode pesar até 50 quilos, as cadelas acumulam cerca de 5 quilos menos.

Dono de uma pelagem curta e bastante dura, o cão desta raça pode destacar colorações diferentes em seus pelos, que podem variar entre tonalidades de cinza, preto e marrom; podendo, ainda, destacar uma padronagem tigrada.

Cuidados específicos

O Cane Corso é um cão energético que precisa ter bastante espaço para se movimentar, o ideal é que ele possa desfrutar de um jardim ou um quintal. No entanto, é recomendável que o proprietário o leve para longas caminhadas diárias para que o cão possa se manter saudável, tanto física quanto mentalmente.

Em função disso, este não é o tipo de animal recomendado para viver em locai pequenos e restritos, como em apartamentos, por exemplo – já que a sua necessidade de exercícios físicos é muito superior ao que um ambiente confinado (mesmo que grande) pode oferecer.

Outro fator que vale a pena ressaltar é que, para que seja um bom parceiro, o Cane Corso deve ser treinado e adestrado desde a época em que ainda é só um filhote; pois, dessa forma, além de possibilitar um aprendizado mais rápido e simples, estes ensinamentos serão capazes de combater o caráter dominante e autoritário que a raça possa ter.

Saúde

Devido ao seu tamanho, os cães da raça Cane Corso podem ser afetados pela temida displasia coxofemoral ou displasia do cotovelo. Esta raça também pode ter problemas de entrópio, ectrópio e hiperplasia vaginal em fêmeas. Outras doenças ligadas à estrutura óssea também podem surgir ao longo da vida dos cães da raça Cane Corso, já que o seu grande porte favorece bastante o aparecimento desse tipo de problema.

Com uma expectativa de vida que gira em torno dos 10 anos, este cachorro deve receber bastante atenção e cuidados em relação à sua saúde por parte de seus tutores – já que, em função do seu tamanho, uma série de doenças podem se desenvolver ao longo dos anos, e o ideal é que os donos de cães dessa raça façam visitas periódicas ao médico veterinário para manter a saúde e o bem-estar do animal em dia.



História do Cane Corso

O Cane Corso é descendente de um antigo cão guerreiro de Roma (o Canis Pugnax, como dito anteriormente), que costumava figurar nas batalhas sangrentas que eram travadas no Coliseu. Em função disso, até os dias de hoje é possível encontrar desenhos que remetem à raça nas antigas paredes do Coliseu, tornando-a um grande símbolo italiano e romano.

Originário do Canis Pugnax, o Cane Corso pode ser considerado como um irmão do cão da raça Mastim Napolitano, que também descende do pugnax. Por ter origem na Roma antiga, o Cane Corso também é chamado por outros nomes diferentes que remetem à capital italiana ou ao país, como Mastim Italiano, Cão Corso Italiano e Molosso Italiano.

Esta raça foi criada ao longo dos séculos para ser menor e mais suave do que seu poderoso antecessor e, desde então, o Cane Corso tem sido um popular cão italiano de fazenda, que permanece incessantemente vigiando o gado e outros bens – sendo, ainda, muito usado em trabalhos de caça a javalis, por exemplo.

Já conhecido desde tempos extremamente antigos, o cachorro da raça Cane Corso também foi muito usado pelo exército italiano como uma forma de proteção e auxílio durante a Segunda Guerra Mundial. Na ocasião, o animal era o grande responsável pelo front das batalhas, e usava toda a sua capacidade física para ajudar os soldados ao carregar carretas com os mais diversos tipos de itens que pudessem ter importância – incluindo medicamentos, armamento e até soldados feridos em batalhas.

Ao longo de muitas gerações, a raça tem sido valorizada pela sua força, lealdade e bondade – e, em função das suas qualidades de equilíbrio e controle, os cachorros da raça Cane Corso têm sido muito usados nos dias de hoje como ferramentas de auxílio no trabalho da polícia; sendo extremamente eficiente em tarefas que vão desde a busca de criminosos até a defesa de pessoas e propriedades.

Embora a sua natureza territorialista seja uma das características que faz esse cão tão bom nos trabalhos de defesa e proteção, também há um lado muito mais calmo e amável que se destaca nos cachorros Cane Corso – permitindo que, além de atuar como um poderoso e eficiente guardião, esta raça também possa fazer parte de famílias grandes e com crianças de forma tranqüila.

Bastante sociável, o Cane Corso pode se adequar bem à famílias com quaisquer tipos de pessoas, e ainda protegê-las de perigos diversos – já que é um costume dos cachorros da raça o de desconfiar de estranhos e estar sempre atento para situações que, por acaso, possam prejudicar ou ferir os seus tutores.


Características do Cane Corso

O Cane Corso é amigável e aberto com todos, mas tem um forte senso territorial. Este cão é um excelente cão de guarda, raramente se desvia da base e tem um excelente senso de moderação. Não é o tipo de cão que costuma latir aleatoriamente ou excessivamente. Esta raça é tranqüila e muito calma, só fazendo barulho quando achar que é realmente necessário.

O Cane Corso é rústico, vigoroso, enérgico, intrepidamente corajoso, orgulhoso e muito equilibrado. Este cão é bastante dócil e afetuoso com seu dono, além de muito paciente com crianças, mas mostra-se desconfiado com estranhos – justamente em função da sua natureza defensora e territorialista, que fazem com que ele atue tão bem em trabalhos envolvidos com a polícia ou com o pastoreio.

Mostrando-se muito dócil e afetuoso com seus donos, paciente com as crianças e sociável de uma forma geral, este cão merece atenção no sentido de treinamentos desde a sua fase de filhote – para que a sua energia seja condicionada da melhor maneira.

Mesmo parecendo estar sempre desconfiado com a presença de estranhos, esta raça é muito fácil de se adestrar – no entanto, exige a presença de um tutor que tenha pulso firme e confiança nas suas ordens, possibilitando que o animal aprenda a respeitá-lo por completo e exponha toda a sua fidelidade e obediência do dia-a-dia.

São muito utilizados como cães de guarda, mas também podem ser usados como cães de defesa, de caça, pastoreiro e, claro, de companhia. A raça dispensa cuidados específicos, bastando apenas oferecer bastante espaço para que eles possam fazer exercícios e manter o pelo com uma escovação semanal. O Cane Corso é muito sólido e sua pele é muito espessa. A musculatura é poderosa e seu porte muito elegante, com movimentos ágeis, e o trote é a forma de andar preferida desta raça.

Embora os cuidados com o Cane Cosro no dia-a-dia não sejam muitos ou bastante exigentes, é necessário manter a sua pelagem escovada para evitar o acumulo de sujeira e o aparecimento de problemas de pele; sendo que há chances de eu se desenvolvam algumas complicações específicas de saúde ao longo da sua vida em função do seu grande porte.

A temida displasia coxofemoral é um dos problemas mais comuns e temidos entre os donos de cães que criam um exemplar da raça Cane Corso; já que, por seu uma doença de origem hereditária, não pode ser prevenida – podendo prejudicar amplamente a mobilidade do animal e, consequentemente, todo o seu estado de saúde.

Problemas relacionados às juntas, articulações e estrutura óssea também são relativamente comuns na vida dos cachorros desta raça específica, já que contam com a característica que mais influencia no aparecimento desse tipo de complicação: o grande porte. Em função disso, é importante que os donos de cães Cane Corso marquem consultas periódicas com profissionais veterinários – podendo diagnosticar o aparecimento de problemas de forma precoce e iniciar tratamentos imediatamente – dando uma oportunidade para que a complicação seja curada ou amenizada e permita uma vida com mais bem-estar para o animal.

Trazido para o Brasil em 1997 (a pedidos do apresentador de televisão Fausto Silva - Faustão), que é um grande apaixonado pela raça – o Cane Corso teve a sua docilidade e capacidade de socialização como principais atrativos; tornando-se um sucesso no País e caindo no gosto de amantes de animais e pessoas envolvidas com trabalhos ligados à proteção e defesa de pessoas e propriedades.

Raça verificada por:

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Raças Relacionadas