Buldogue Francês - Saiba Tudo sobre as Raças de Cães | CachorroGato

Guia de Raças

Buldogue Francês

French Buldogue

Quero esta raça

Ficha do Buldogue Francês

Buldogue Francês

Este cão com os olhos esbugalhados e as orelhas de morcego é bastante barulhento, mas não exatamente por latir. Devido ao seu pequeno rosto liso, o Buldogue Francês não é o cão mais indicado para donos com sono leve, uma vez que seu ronco (bastante alto se comparado ao seu tamanho) pode ecoar por toda parte.

Origem

Acredita-se que o Buldogue Francês descende de diferentes cruzamentos realizados durante o século XIX, entre o Bulldog Inglês e Terriers Pequenos. Os primeiros a utilizar esta raça foram os açougueiros de La Villette, em Paris. Logo se tornou uma raça muito popular em todo o país e costumava ser visto nas avenidas e em cafés, onde eram organizados encontros para troca de dicas, comparação de filhotes da espécie, tudo com o intuito de melhorar e fortalecer a raça.

Comportamento

Apesar da reputação agressiva, o cão Buldogue Francês é muito carinhoso, inteligente, sensível e gentil. É calmo com os idosos e muito sensível a jogos infantis. Esta raça gosta muito de carinho, aprecia a vida e o convívio familiar. Corajoso e brincalhão, gosta de fazer palhaçadas, sendo um cão muito engraçado.

Aspecto

O Buldogue Francês é um cão muito poderoso, tem estrutura muscular compacta e ossos fortes. Sua cabeça é larga e quadrada, com dobras da pele e rugas se formando. O rosto é curto e atarracado, os olhos redondos e ligeiramente proeminentes. Tem as orelhas médias e altas, caracterizadas por serem amplas na base e arredondadas nas extremidades. Sua cauda é curta e baixa. Seu pelo é curto, liso e brilhante. A raça suporta cães de padrão tigrado o (pelo preto e avermelhado, misto não muito escuro) e branco e tigrado (branco manchado malhado).

Cuidados específicos

As necessidades de higiene de um Bulldog Francês são mínimas, sendo um cão bem adequado para a vida no interior de uma casa, também por não precisar de muito exercício, mas, como todo cão, exige pelo menos uma caminhada diária. Esta raça não suporta bem altas temperaturas, e também não gosta de tomar banho, mas seu pelo curto é muito fácil de limpar. O Buldogue francês precisa ser alimentado corretamente ou poderá vir a sofrer com excesso de peso.

Saúde

O problema mais grave que afeta o Buldogue francês é o câncer, no entanto, o caso mais comum para a raça são problemas relacionados com sobrepeso. Em cães de grande porte, com muita frequência apresentam dificuldades respiratórias, complicações cardíacas e problemas nas costas e nas vértebras.


História do Buldogue Francês

As origens do Buldogue Francês remetem à década de 1850. Seus primórdios estão na Inglaterra e, como o Bulldog Inglês, descende de raças tipo Mastiff.

As pessoas eram pobres e não tinham cultura, por isso, na época, a crueldade com animais e entre os animais era muito comum. Em 1835, quando as lutas de animais foram abolidas na Inglaterra, o Bulldog Inglês era bem conhecido e foi considerado como um símbolo de coragem e força. No final, os fãs do Buldogue Inglês começaram a diversificar. Para ser um cão mais rápido e ágil, um grupo cruzou seus cães com algumas raças do tipo Terrier, e estes cães acabaram sendo os que conhecemos hoje como Bull Terrier e o Staffordshire Bull Terrier.

Esses cruzamentos geravam cães que eram ideais para brigas entre cães e a popularidade desta atividade continuou a crescer, apesar da ilegalidade deste passatempo. As lutas entre cães necessitam de menos espaço do que um concurso de touro, motivo pelo qual as autoridades tiveram muito pouco sucesso no controle desta atividade sangrenta e ilegal.

Outro grupo de fãs, que não estavam interessados em brigas de cães, começou a criar um Buldogue Pequeno, pesando pelo menos 7,3 kg, mas não mais do que 11,8. Não só houve uma grande diferença entre o peso destes cães, mas também diferiam na sua formação. Alguns espécimes tinham orelhas "rosa" ou rígidas, outros tinham as patas traseiras mais longas e alguns tinham uma face plana e focinho longo. Estes cães encontraram pouco apoio entre os criadores de Buldogues Ingleses. No entanto, a raça era bem vinda pela classe trabalhadora deste país, que gostava destes cães pequenos.

Enquanto a Revolução Industrial avançava na Inglaterra, artesãos, e em particular as rendeiras, entre outros que realizavam trabalhos manuais, levaram as suas competências e os seus cães para a França, onde continuaram seus comércios. Os criadores de Bulldog Inglês deixaram o país e levaram o Bulldog Pequeno, fazendo com que, em pouco tempo, a raça se tornasse quase extinta nas Ilhas Britânicas.

Perto do final do século XIX, o Buldogue Francês era suficientemente popular na França e foi enviado de volta para a Inglaterra. Sr. George Krehl se tornou um forte defensor desta raça, e importou para a Inglaterra muitos desses cães conhecidos como "cão de orelhas de morcego". Durante este tempo, o francês escreveu o primeiro padrão para a raça, que é muito parecido com o padrão atual.

Quando os americanos ricos viajavam para Paris no final do século XIX, ficavam encantados com este pequeno cão que era visto com frequência nas principais avenidas da capital francesa. Como eles nunca tinham visto exemplares como estes nos EUA, os cães da raça Buldogue Francês logo foram exportados para os EUA.


Características do Buldogue Francês

O Buldogue Francês é um cão de companhia. Nem mais nem menos. É um cão muito inteligente e foi refinado para fazer companhia aos seres humanos. De qualquer forma, o que mais agrada este cão certamente é ficar sentado no sofá com seu mestre e assistir TV. Melhor ainda se, ao mesmo tempo, colocarmos um deleite casual em sua boca, mas tudo isso não significa que ele não goste de diversão ou não seja uma raça ativa.

O Buldogue Francês foi considerado o cão mais palhaço do mundo. Ele gosta de andar em carros e você pode ver imagens de cães da raça em caminhões, carros, carrinhos e bicicletas, puxando carros ou até montados sobre eles. Não há nada melhor para um Buldogue Francês do que descansar ao lado de seu mestre no sofá à noite, estando também ao lado de outro cão da mesma raça.

As notas inglesas para o padrão da raça, o descrevem como um cão animado, carinhoso e inteligente. Os EUA o descrevem com muitos adjetivos, como parceiro com bom comportamento, adaptável, com uma natureza afetuosa e um humor equilibrado. Geralmente é ativo, está sempre alerta e é muito brincalhão, mas não excessivamente violento.

Em alguns países costumam ser participantes nas provas de obediência e o seu desempenho é muito correto. Poucas coisas são melhores do que ver um Bulldog Francês pulando cercas. Se você treinar o seu cão para a obediência, recomenda-se participar de um clube de treinamento onde existam as instalações e os requisitos adequados para que se possa trabalhar um pouco todos os dias, a fim de obter sucesso no treinamento.

Uma grande vantagem do Buldogue Francês é que a sua preparação é muito fácil e mínima, consistindo principalmente de uma boa escovação semanal. Faça-o com uma escova de cerdas ou luva. Banhos são recomendados sempre que for necessário e também é preciso limpar as dobras de seu rosto cuidadosamente com um pano úmido. As unhas devem ser cortadas a cada três semanas. Se não for possível levá-lo ao veterinário ou ao pet shop para um banho dado por profissionais, uma vez por mês, você pode querer colocá-lo na pia e lavá-lo. Isso fará com que os pelos mortos fiquem mais flexíveis, portanto escove-o bem após o banho, pois isso irá remover esses da parte mais profunda da camada.

Depois de um banho, pode ser um bom momento para cortar as unhas, uma vez que elas vão estar mais suaves e bem mais fáceis de cortar. Você pode querer cortar os bigodes, como isto vai dar ao seu companheiro de quatro um aspecto mais limpo e organizado. Seque com uma toalha ou um secador de cabelo, e se o dia estiver quente, você pode deixá-lo secar no quintal ou jardim.

Se você apresentar o seu Buldogue francês em uma mostra de beleza canina, você pode aplicar uma pomada ou outro produto em sua pele para que ele tenha melhor aparência e ganhe brilho na pelagem. O corte do pelo para um Buldogue francês de exposição será mínimo e o único objetivo será torná-lo mais definido na aparência. Cães de pelagem curta são muito fáceis de manter e nós apreciamos isso.

O Bulldog Francês é uma das raças braquicefálicas (focinho e rosto curtos), e este grupo inclui o Bulldog Francês, o Boxer, o Pug e o Boston Terrier. Estas raças tem as narinas pequenas e o palato relativamente longo. Cães normalmente preferem respirar pelo nariz, e para essas raças isso é mais difícil por causa de seus narizes pequenos.

Todas as raças de braquicefálicos, devido às suas estreitas aberturas nasais, tornam-se muito suscetíveis ao frio e ao calor. Nós não devemos permitir que o Bulldog Francês realize exercícios extenuantes no verão e nunca devemos deixá-los dentro de em um carro estacionado no sol. Da mesma forma, se o tempo estiver frio, seu amigo não vai ficar longe muito tempo.

Raça verificada por:

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Raças Relacionadas