Buldogue Americano - Saiba mais sobre as Raças de Cães | CachorroGato

Guia de Raças

Buldogue Americano

Quero esta raça

Ficha do Buldogue Americano

Buldogue Americano

Os Buldogues Americanos são cães muito amigáveis, felizes, adoráveis e com uma confiança que nunca fica fora de controle. Embora inicialmente teimosos em formação, logo respondem aos comandos de seus mestres e passam a provar que são cães infinitamente companheiros e fiéis.

Origem

Originalmente usados no século 17 para um esporte de apostas em que os cães lutavam contra touros em uma arena, os Buldogues tiveram quadros mais atléticos e também eram mais altos, muito parecidos com o Old English Bulldog. Quando as lutas com touros finalmente foram proibidas em 1835, passaram então a ser criados para serem mais gentis, além de mais pesados e mais relaxados. No entanto, os Buldogues Americanos que foram trazidos para os EUA antes desta criação de padrão mantiveram o tamanho e força dos Buldogues originais.

Comportamento

Grandes cães da família, o Buldogue Americano é muito dócil no convívio com crianças. Eles gostam de receber o carinho e atenção da família e sempre desejam ser envolvidos em todas as atividades e ocasiões. Desde que recebam a formação e socialização adequadas, serão cães extrovertidos e extremamente leais. Alguns cães da raça se impõem, mudando sua postura para proteger seus mestres. Estes cães têm uma resistência e determinação impressionantes, além de muita força física.

O Bulldog Americano está sempre disposto tanto para jogos e brincadeiras no quintal quanto para atividades de trabalho no campo. São cães de trabalho que precisam se movimentar e realizar tarefas. Provavelmente não são os melhores cães para viver em apartamento, por precisarem de exercícios para manterem a mente e o corpo saudáveis.

Os cães desta raça são muito dominantes e precisam de um adestrador bastante experiente, além de um mestre com uma mão firme para lembrá-los quem está no comando. Estes são cães poderosos e muitas vezes desconhecem a sua própria força, mas com boa formação e contato humano, especialmente quando filhotes, eles se adaptam bem, serão extrovertidos e sociáveis até mesmo com estranhos e outros cães, desde que estejam na companhia de seu dono.

Aspectos

Mais rápido e também mais alto e magro do que suas contrapartes inglesas, os cães Buldogues Americanos são resistentes, musculosos, ágeis e com ossatura forte, mas são extremamente leves sobre suas patas. Suas cabeças são grandes, volumosas e quadradas, têm focinhos em preto ou marrom e sobrancelhas franzidas. Suas orelhas podem ser íntegras ou operadas, nos países onde isso for permitido.

Eles têm pescoços poderosos, peitos largos, longos, pernas musculosas e pelagem curta.

Cuidados específicos

O Buldogue Americano exige poucos cuidados, bastando oferecer espaço e exercícios físicos para que se mantenha equilibrado. Por ser uma raça de pelo curto, apenas escovação semanal basta para manter o pelo limpo.

Saúde

Um Buldogue Americano saudável pode viver até 15 anos. Cães da raça geralmente são muito saudáveis, mas às vezes podem desenvolver displasia coxofemural.


História do Buldogue Americano

O Buldogue Americano, ou American Bulldog, originou-se a partir do valente e robusto Buldogue antigo, da Inglaterra do século XVII, onde era muito utilizado na derrubada de touros e em rinhas (com touros, ursos e outros cães). Com a proibição das rinhas e esportes violentos, duas vertentes principais de Buldogues acabaram se estabelecendo: enquanto na Inglaterra o valente Buldogue foi "aperfeiçoado" até tomar a forma e atitude do Buldogue Inglês atual (pequeno e preguiçoso), os Buldogues que haviam sido levados para os EUA mantiveram a sua característica de cão de combate a animais selvagens, trabalho e proteção e são o que hoje chamamos de Buldogue Americano.

No Brasil, o Bulldog Americano é uma raça relativamente nova, sendo que os primeiros cães foram introduzidos há pouco mais de 10 anos. Estima-se que, em média, cerca 200 cães da raça sejam registrados por ano no Brasil. Desde 2004 existe um trabalho de implantação da Associação de Criadores de Buldogues Americanos sendo feito.


Características do Buldogue Americano

Por serem de uma raça essencialmente de trabalho, os Buldogues Americanos são muito mais caracterizados pelos seus aspectos de trabalho e temperamento do que por questões de estética. Assim, vários tamanhos, colorações e aspectos são permitidos pelos padrões existentes.

É uma raça de grande porte que passa a impressão de um cão sempre alerta e muito poderoso, com peito amplo, cabeça grande e pesada, proporcional com o tamanho do corpo. O focinho deve ser quadrado,relativamente curto, e as pernas são fortes, com ossatura pesada e musculosa.

As cores aceitáveis para esta raça são o branco, o branco tigrado, e o branco e caramelo. Cães totalmente coloridos não são aceitos. Para a raça, mesmo em cães brancos, a ponta do focinho deve ser necessariamente preta.

O Buldogue Americano é um cão fiel, muito amigo do dono e da família, sendo amigável com os conhecidos, mas bastante reservado com os estranhos. Quando adulto, não tolera pacificamente outros cães do mesmo sexo. Esta raça apresenta um temperamento estável e muito equilibrado, mas com forte instinto territorial, o que o torna um guardião nato.

O Buldogue Americano tem um temperamento reservado e aparência robusta e "malvada", fazendo com que possamos afirmar que não existe outra raça capaz de causar mais medo a um estranho do que esta. Isso, por si só, já se encarrega de manter afastados potenciais malfeitores. As aparências, porém, enganam. Para surpresa de muitos, está é uma raça de excelente índole! Apesar de estar sempre pronto a defender os membros da sua família e o seu terreno, raramente irá atacar estranhos, especialmente na presença do dono. Esta raça deve obrigatoriamente receber treinamento de obediência básica.

Os Buldogues Americanos adoram as crianças. Apesar disso, por serem grandes, pesados e desajeitados, podem facilmente machucar uma criança pequena com um pulo ou alguma brincadeira mais bruta. Desse modo, é fortemente recomendável que um adulto esteja sempre supervisionando as crianças quando estiverem perto do seu cão, especialmente no caso de crianças que não sejam da família ou tenham um comportamento muito enérgico.

Raça verificada por:

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Raças Relacionadas