Amor aos cães faz com que viciados rejeitem programa de ajuda em SP | CachorroGato

Amor aos cães faz com que viciados rejeitem programa de ajuda em SP

Viciados da Cracolândia, em São Paulo (SP), recusam ajuda da prefeitura por não poderem levar seus cães

Todo o Brasil conhece os problemas da região da capital paulista conhecida como Cracolândia, onde centenas de viciados em crack dominam as ruas do centro da cidade. Por isso, há cerca de duas semanas a prefeitura de São Paulo iniciou mais uma tentativa no intuito de ajudar os habitantes da região, oferecendo estadia em hotéis conveniados e ajuda financeira aos que estivessem dispostos a trabalhar durante quatro horas diárias.

Amor aos cães faz viciados recusarem ajuda em SP

No entanto, parte dos que poderiam participar do programa o rejeitaram, em função de um motivo nada esperado pelos que trabalham com esse tipo de ação: o amor aos cães. Enquanto alguns dos viciados já se encontram nos hotéis disponibilizados pela prefeitura, outros preferem continuar dormindo nas ruas para não abandonar seus bichinhos de estimação – já que nenhum dos quatro estabelecimentos conveniados aceita a entrada de animais.

Conforme relatado pela imprensa brasileira, esta é a única motivação de muitos dos que não aderiram ao programa, alegando não poder deixar de lado os cães que já os acompanham há tanto tempo e com quem dividem todas as suas alegrias, tristezas e até mesmo o pouco de alimento que conseguem arrumar.

Embora alguns tenham conseguido entrar nos hotéis acompanhados de seus pets, estes tiveram os animais retirados em pouco tempo e, agora, os que não desistiram do projeto contam com a “vigília” de seus cães na porta de entrada do local. Segundo as informações, a dona de um salão de cabeleireiros da região é a responsável pela alimentação dos cachorros que circulam por lá, distribuindo ração para os cerca de 40 animais que andam pelas ruas da Cracolândia e fazendo buscas constantes por abrigos que possam acolhê-los.

Leia Mais: Insuficiência renal e hipertensão são temas de palestras na PET Rio

Mesmo sem a confirmação da informação pela prefeitura, há quem diga que exceções foram feitas, e que algumas pensões que aceitam animais também fazem parte dos locais em que os viciados podem permanecer ao aceitar participar do projeto, sem que precisem abandonar seus amigos – que podem ser vistos todos os dias acompanhando seus donos durante as quatro horas de trabalho do programa.

Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/noticias/viciados-amor-caes/

Sugira novo tema para um artigo
Tags:
abandono de cães, amor animal, amor pet, pets, viciados

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Priscila Franco é a Community Manager e Editora-chefe das Notícias do Grupo CachorroGato. Formada em Jornalismo e Publicidade & Propaganda.

Artigos Relacionados