Cães treinados podem ajudar diabéticos em crise | CachorroGato

Cães treinados podem ajudar diabéticos em crise

Pesquisa inglesa indica que adestramento pode levar cães a ajudar pessoas diabéticas em crise

Um estudo realizado pela Universidade de Bristol, do Reino Unido, mostrou que os cachorros, quando treinados, podem ajudar bastante os seres humanos em momentos de crise diabética. Segundo as conclusões da pesquisa, os cães que recebem adestramento focado para esse tipo de situação adquirem a capacidade de identificar momentos de crise nos humanos – especialmente enquanto dormem, detectando a hipoglicemia das pessoas mesmo quando elas mesmas ainda não a perceberam.

No estudo, foram acompanhadas pessoas diabéticas que passaram a contar com a ajuda de cães treinados para perceber esse tipo de crise; relatando uma grande diminuição nos episódios de inconsciência em função dos baixos níveis de glicose após a chegada dos pets como ajudantes.

Cães podem ajudar diabéticos em crise

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, embora haja sensores subcutâneos de glicose para medir tais níveis nos diabéticos, além de caras, estas ferramentas estão sujeitas a erros com relativa frequência e; portanto, pode ser de grande ajuda a presença de cachorros treinados para identificar as crises nas casas dos que sofrem com o problema.

Uma série de fatores desencadeados pelas crises hipoglicêmicas são os fatores que fazem com que os cães sejam capazes de identifica-las, sendo o suor dos humanos e as suas particularidades os itens que carregam as principais indicações desse tipo de situação. Segundo o estudo, em momentos de crise os diabéticos suam e, este suor misturados às diversas bactérias da pele humana produzem um cheiro específico, que pode ser reconhecido pelos cachorros com certa facilidade.

Leia Mais: Insuficiência renal e hipertensão são temas de palestras na PET Rio

Nas ocasiões em que o nível de glicose dos humanos dispara, o cheiro produzido no hálito da pessoa (que se assemelha ao de uma maçã madura) também pode ser detectado pelos cães. Em ambos os casos, os animais treinados, ao notar tais sinais, passam a pular e latir muito, até que uma providência seja tomada pelo diabético em crise.

Crise diabética pode ser controlada com a ajuda de cães

Segundo o estudo, esse tipo de adestramento específico pode ser aplicado em cães de todas as raças, durando cerca de dois anos para que seja concluído. Apresentando capacidades cada vez mais impressionantes, os cachorros também podem ser treinados para outras diferentes funções de grande ajuda para os seres humanos, como a ajuda para veteranos de guerra com estresse pós-traumático.

Criada pela fundação holandesa chama de Royal Dutch Guide Dog Foundation, uma campanha recente destaca essa habilidade nos cães; oferecendo animais especialmente treinados para ajudar soldados com problemas psicológicos gerados em função do tempo de guerra. Além de fazer companhia aos veteranos, os cães adestrados pela fundação são capazes de identificar quando os humanos têm um pesadelo de guerra, por exemplo – agindo de maneira a acordá-los e , com isso, colocar fim naquele sofrimento pontual.

Apresentando o slogan “We not only hel people who cannot see, but also those who have seen too much” (“Não ajudamos apenas os que não veem, mas também os que já viram muito”), a campanha faz referência à ajuda que os animais dão há tempos para deficientes visuais, físicos e intelectuais – mostrando todo o conforto que os cães podem dar, também, ás pessoas com problemas de cunho psicológico. 

Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/noticias/caes-auxilio-diabeticos/

Sugira novo tema para um artigo
Tags:
adestramento, cachorros, cães, cão auxilia diabéticos, diabéticos em crise

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Priscila Franco é a Community Manager e Editora-chefe das Notícias do Grupo CachorroGato. Formada em Jornalismo e Publicidade & Propaganda.

Artigos Relacionados