Ração para Filhotes de Gato - Tudo o que você deve saber | CachorroGato

Ração para Filhotes de Gato - Tudo o que você deve saber

Saiba como escolher a melhor ração para filhotes de gato

 Filhotes de gato, os nossos amados bichanos, são pequenos seres que precisam de cuidados especiais e muita atenção. A saúde deve começar a ser bem cuidada desde cedo para evitar doenças e problemas lá na frente, a alimentação é um dos fatores básicos e essenciais para se garantir uma boa saúde, é aqui que entra a ração para filhotes de gato.

Assim como a ração para os filhotes de cachorro, a ração para filhotes de gato é diferenciada da ração comum que nós damos aos pets adultos. O gatinho na fase de crescimento tem necessidades nutricionais ainda maiores.

A primeira observação é sobre a ração em si. Não pense em forçá-lo a aceitar aquela ração, a deixando no pote e não dando outra coisa além disso. O gato ainda assim não irá comer caso não tenha gostado da ração. Não adianta insistir, simplesmente troque a ração.

O segundo ponto ao qual você precisa estar atento é os valores nutricionais. A necessidade nutricional de cada filhote, entretanto, pode variar. Isso acontece por questões próprias de cada filhote, alguns se desenvolvem mais lentamente, outros crescem e engordam num piscar de olhos, alguns nem tiveram a mamãe-gato para alimentá-los com leite materno. Isso tudo influencia na hora de escolher a melhor ração para filhotes de gato.

racao-para-filhotes-gato 

Métodos de alimentação para os filhotes de gato

Leia Mais: Quero comprar um gatinho, o que fazer?

 

A frequência que você disponibilizará o pote de ração para o filhote de gato se alimentar não é algo pré-determinado, pelas mesmas razões anteriormente citadas que fazem variar os valores nutricionais de filhote para filhote.

 

  • Livre escolha: neste caso, você deixa o pote de ração à disposição do filhote o dia todo. Quando ele sentir fome, ele comerá.
  • Alimentação por tempo limitado: você limita o tempo que deixa a ração disponível para o gatinho. Meia-hora cada alimentação, por exemplo.
  • Alimentação por quantidade limitada: o que você limita é o tanto de ração por dia.

 

Para saber o melhor método para dar a ração para filhotes de gato, é importante consultar antes um veterinário que, depois de analisar melhor o gatinho, poderá lhe dizer qual a melhor alternativa, sempre visando o bem dos nossos pets.

 

Fatores essenciais da ração para filhotes

 

A arginina e a taurina são aminoácidos essenciais que devem conter na ração. A arginina ajuda na proteção do corpo do gato, já a taurina é essencial pois ajuda na saúde dos olhos e do coração dos gatos. Sem a taurina, a visão do gato pode se degenerar e isso pode levá-lo à cegueira.

Tanto esses dois aminoácidos, como a Vitamina A, são melhor aproveitados na ração para filhotes de gato quando são de fontes de carne ao invés de fontes vegetarianas. O sistema digestivo do gato é preparado, por natureza, para se beneficiar de melhor maneira dos nutrientes que provém da carne.

O intestino delgado do gato é curto e o estômago é pequeno, por isso a ração deve ser bem concentrada nos nutrientes que ele necessita, pois ele não conseguirá digerir grandes quantidades. E como o sistema digestivo do bichano está mais adaptado para filtrar os nutrientes de uma dieta baseada em carne, a ração que induza uma dieta vegetariana não será tão eficiente na hora de absorver os nutrientes.

 

Frequência da alimentação dos gatinhos

 

Como o filhote precisa de mais vitaminas do que um gato adulto, recomenda-se dar a ração felina para filhotes de três a quatro vezes ao dia nos primeiros quatro meses. Passado esse período, você pode começar a dar a ração três vezes ao dia. Após seis meses de idade, o gatinho precisa se alimentar duas vezes ao dia. E, por fim, quando já completou um ano, já sendo um gato adulto, a alimentação pode ser dada uma vez ao dia.

 

Orientações gerais

 

  • Prefira as rações úmidas para filhotes de gato que não sejam secas, pois o gato tem muita relutância em beber água com frequência e a ração seca prejudica o organismo do gato, podendo desenvolver sérios problemas urinários.
  • A ração em sachê não é recomendada, pois é muito salgada para o filhote.
  • Um filhote tem alta necessidade energética. Com cerca de 10 semanas de vida, um filhotinho consome 3,5 mais energia por cada quilo que pesa do que os gatos adultos.
  • No período de desmame até os 4 meses de idade, o sistema digestivo do filhote não está totalmente pronto. Ao completar os 4 meses, ele começa a entrar na fase de perder a capacidade de digerir a lactose e acaba desenvolvendo intolerância nesses primeiros meses. Portanto a lactose deve ser evitada.
  • Como o sistema imunológico do filhote é frágil, uma ração enriquecida com antioxidantes ajuda muito para estimular a produção de anticorpos do bichano.

alimentacao-para-gatos-filhotes



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/gato/racao-para-filhotes-gato/

Categorias:
Alimentação para Gatos, Fases da Vida dos Gatos
Tags:
alimentação, alimentos, bichanos, felinos, gatos, pets, ração, rações

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados