Posse responsável de animais é fundamental | CachorroGato

Posse responsável de animais é fundamental

Saiba que tipo de fator levar em consideração para ficar de acordo coma posse responsável de animais

Enquanto as entidades e o público que atua na defesa e proteção dos animais seguem com esforços para acabar com o grande nível de abandono – além dos episódios frequentes de crueldade – contra os bichos; muitos ainda não sabem ao certo no que consiste a posse responsável de animais, contribuindo para que maus-tratos e uma série de negligências continuem fazendo parta da vida destes queridos e amorosos seres.

Tratando-se de um conceito simples e, de certa forma, até óbvio; a posse responsável de animais é algo que precisa ser amplamente difundido no Brasil – especialmente nos dias de hoje, em que o País apresenta um cenário nada amigável para muitos bichos que acabam covardemente abandonados.

Posse responsável de animais

Uma das principais bases da posse responsável está, justamente, na garantia de que uma pessoa que acaba de levar um animal para casa não acabe o abandonando mais tarde – seja por falta de recursos para cuidar dele ou pelo simples fato de algum familiar não querer mais um pet em sua vida.

Dito isso, fica claro que é fundamental se certificar de ter verba suficiente para ter um animalzinho de estimação, embora ainda faça parte do discurso de muitos a alegação de que ‘para cuidar de um pet não é preciso ter dinheiro’.

Para que possa viver bem e com saúde, é essencial que um animal como um cão ou um gato receba todas as principais vacinas que os protegem contra doenças perigosas no mundo animal – e, ainda, que os tutores deste pet tenham condições suficientes para marcar uma consulta com um profissional veterinário ou pagar por procedimentos para tratá-lo, quando um episódio de doença ou fratura, por acaso, se apresentar.

Leia Mais: Legislação animal ganha espaço no Brasil

A alimentação do animal também deve ser levada em conta na questão financeira, assim como a necessidade de produtos para manter a higiene e o bem-estar do animal no dia-a-dia. Junto com isso, a pessoa que estiver pensando em levar para casa um bicho de estimação também deve ter certeza de que, realmente, está apta a cuidar e passar tempo com o animal, levando-o para passear e lhe oferecendo todo o carinho que merece – já que, a falta de atenção, além de poder prejudicar a saúde física do animal, também pode acabar provocando transtornos psicológicos nele, como a depressão.

Outro ponto importante a levar em conta antes de adotar um pet é a relação que ele terá com a sua nova família; já que animais como cães e gatos, por exemplo, podem chegar a viver por até 20 anos – e é preciso que tanto o dono ‘principal’ como toda a sua família esteja de acordo com a chegada do pet, pois, ele irá precisar de carinhos, passeios, atenção, cuidados e todo tipo de auxílio por todo o período em que viver. 



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/gato/posse-responsavel-animais/

Categorias:
Curiosidades sobre Cães, Curiosidades sobre Gatos

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados