Jogos com Gatinhos – Dicas de como seu peludo pode se divertir | CachorroGato

Jogos com Gatinhos – Dicas de como seu peludo pode se divertir

Com os donos ou outros peludos, confira vários jogos com gatinhos e quais opções você já tem aí na sua casa

Felinos adoram brincar, por isso ter brinquedos ou criar jogos com gatinhos são sempre bem-vindos para o cotidiano deles.

Desde filhotes eles devem ser estimulados às formas de entretenimento, pois os jogos com gatinhos desenvolvem o aprendizado, a agilidade e até mesmo a maneira dele de ser. E se houver mais de um peludo em casa, melhor: eles se divertem juntos e de uma maneira diferente da que será com as pessoas. 

 

Acertando na escolha dos jogos para gatinhos

jogos-com-gatinhos

 

Leia Mais: Conheça os mitos e verdades do universo dos gatos

Um segredo que muitos não sabem é que estes bichanos são super simples quando o assunto é brinquedo. Há quem compre itens caríssimos, achando que seu pet irá amar, enquanto ele se diverte mais com uma bolinha de papel ou até mesmo uma tampinha de garrafa que cai no chão.

Então, para não errar, quando pensar no assunto jogos com gatinhos tenha em mente que muito do que você tem em casa pode servir como divertimento para eles. Um exemplo? O novelo de lã que está encostado no guarda-roupa é uma boa opção. Mas supervisione esta brincadeira o tempo todo, pois ele não pode se enrolar e nem engolir pedaços do produto.

Varetas com objetos amarrados (preferencialmente utilizando barbantes) na ponta também fazem muito sucesso quando você os estimula a correr atrás ou pular para pegar. Isto também vale para ambientes com uma luz média, em que a pessoa fica com uma lanterna e eles atiçados para alcançar aquele “objeto” que percorre pelas paredes e o chão. Entretanto, atente-se em jamais mirar a luz nos olhos deles, pois podem causar terríveis danos à visão do seu peludo.

Bolinhas em muitos estilos são outras opções e, até podemos arriscar a dizer, serem um dos jogos de gatinhos que eles mais preferem. Desde as feitas de papel amassado, em que eles ficam horas jogando de um lado para o outro, até as que pulam, contanto que o dono não descuide para que o seu pet engula um pedaço dela ou, caso seja comprada, verifique a procedência do material, para que não cause problemas à saúde dele, a alegria é garantida.

 

Jogos de gatinhos entre eles

 

A pessoa que tem mais de um bichano sabe que é difícil não parecer que existam crianças em casa. Aliás, até algumas brincadeiras deles se parecem com a dos humanos, como o caso do pega-pega e do esconde-esconde.

jogar-com-gatos

As caixas de papelão, que eles tanto adoram, podem ser transformadas em verdadeiros esconderijos para eles, que ficam horas procurando pelo outro entre elas. E os jogos com gatinhos não param por aí: eles também usam esse playground como escadaria para subir e descer, tentando alcançar ao outro, além de usar a parte mais alta como observatório. Ou seja, enquanto um se diverte, o outro descansa só olhando o seu companheiro ainda com o pique total.

Os brinquedos também podem ser compartilhados entre os pets, mesmo que cada um tenha o seu. Muitos donos tentam comprar em modelos e cores iguais, mas eles insistem em cismar apenas com um e partilhá-lo de forma comunitária. Principalmente se forem aqueles brinquedos em que há outro elemento dentro fazendo barulho, atiçando-os, então, com certeza eles unirão forças para tentar cumprir essa missão!  

como-brincar-com-gatos

 

Cuidados primordiais na hora dos jogos com os felinos

 

Mesmo que a criança seja orientada pelos pais, ou até mesmo os próprios adultos, na euforia do momento podem acontecer algumas situações em que o gato terá uma reação diferente da habitual do seu comportamento ou até mesmo ficar traumatizado.

Sendo assim, ao começar os jogos com os gatinhos sempre tenha em mente que eles não podem se sentir agredidos ou ameaçados de maneira brusca, pois irão revidar da mesma maneira. O local da brincadeira também deve ser avaliado, pois por mais que eles tenham sensores, podem se machucar na hora de correr atrás de algum brinquedo, assim como a própria pessoa envolvida nesta ocasião.

Lembre-se também de que por mais que o seu pet seja manso, puxar o rabo, bigodes, patas ou apertar a barriga na hora de brincar pode irritá-lo e também causar danos piores à saúde dele. A força e o jeito de agarrar que a pessoa fizer podem trazer complicações e sofrimentos desnecessários ao bichano, por isso, tendo cuidados, a brincadeira fica lúdica e sem consequências indesejadas.

E mais: esconda botões, palitos de dente, agulhas de costura, carreteis de linha, arames, clipe de escritório em tamanho pequeno, grampo (de grampeador), verifique as bocas do fogão e tudo que ele possa engolir ou ter algo mais sério referente à saúde física. Afinal, jogos de gatinhos são uma coisa, perigo já é algo que temos mais do que obrigação de livrarmos o nosso pet!        



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/gato/jogos-com-gatinhos/

Categorias:
Atividades de Gatos, Comportamento dos Gatos
Tags:
bichanos, brincadeiras, brinquedos, convivência, diversão, felinos, gatos, jogos, pets

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados