7 Doenças indicadas pela halitose felina | CachorroGato

7 Doenças indicadas pela halitose felina

Entenda a halitose felina e saiba quais as possíveis causas desse sinal desagradável

Os gatos podem sofrer de uma variedade de doenças e cabe a nós, os donos, ficarmos atentos à saúde do bichano. O cuidado e a atenção podem ser um fator que salva a vida de um gato, pois se o dono nota desde cedo a alteração na saúde do gato, ou seja, o sintoma, mais rápido pode levá-lo ao veterinário em busca da causa. Um sintoma que pode confundir é a halitose felina.

A halitose felina é o meu hálito que o gato tem. Ela pode ser causada por bactérias que ficam na boca do gato ou pode ser um indicativo de que algo mais sério poda estar acontecendo com a saúde do seu felino.

Higiene bucal dos gatos

Imagina ficar um mês sem escovar os dentes, o seu hálito estaria bem longe de ter um cheirinho tuti-fruti, não é? Pois com o gato não é diferente. Se a higiene bucal do gato não for cuidada com atenção, ele terá halitose, e de nada adianta tentar dar uma alimentação que neutralize o odor.

Soluções temporárias não resolvem a halitose em gatos, o jeito é cuidar sempre. Cerca de 85% dos gatos com mais de 3 anos de idade, sofrem de halitose por conta de doença periodontal, que é caracterizada pela alta ocorrência de placa bacteriana.

halitose-felina

Leia Mais: Câncer em Gatos – Como identificar e tratar

A placa se forma num período de 24h a 48h, depois disso acontece a calcificação da placa bacteriana e o tártaro se forma. A placa bacteriana é causada pelo acúmulo de resíduos nos dentes, por conta da precária ou nula escovação, se ela não é limpa, se transforma em tártaro, que é uma placa mais dura e mais amarelada e necessita de intervenção cirúrgica, no caso dos gatos, com anestesia geral para que seja removida.

A escovação precisa ser diária. Na melhor das hipóteses, o gato pode chegar a perder um ou mais dentes quando o tártaro toma conta. No pior cenário, as bactérias conseguem entrar na corrente sanguínea e se espalham pelo corpo, fazendo o bichano desenvolver uma infecção séria.

A halitose felina, por si só, não é uma doença. Mas precisa ser tratada. Além da escovação regular dos dentes do gato, existem produtos à venda no mercado que ajudam a amenizar a halitose felina, como é o caso das balas para gatos.

Escovando os dentes

Para evitar a halitose felina, a escovação deve começar desde filhote. Compre produtos que sejam especializados para o uso em animais, jamais utilize a pasta de dente que nós humanos utilizamos, é tóxico para o gato (e também para o cachorro).

Coloque um pouco de pasta de dente para gatos no seu dedo e esfregue nos dentes do filhote, para ele ir se acostumando e a escovação não se tornar dificultosa. Há pastas com sabor de carne ou frango, pode ser uma solução caso o gato não aceite a escovação.

É indicado levar o gato pelo menos uma vez ao ano em um dentista especializado, ele poderá notar diferenças na coloração dos dentes, presença de placa bacteriana ou tártaro.

A halitose felina como sintoma

A halitose felina pode ser um indício de algo mais sério. É importante observar o comportamento do gato, pois a halitose pode vir acompanhada de falta de apetite, por exemplo, e nesse caso algo além pode estar afetando seu animal.

halitose-gatos

O veterinário consegue diagnosticar a causa da halitose excessiva, o mais comum é que não sejam doenças graves e nem difíceis de serem diagnosticadas.

A partir do diagnóstico, é possível começar o tratamento. Alguns são breves e a halitose some, outros podem ser mais demorados, como em caso de doença estomacal. Mas a maioria das doenças que apresentam a halitose felina como uma doença são tratáveis.

Doenças felinas que podem apresentar a halitose felina como um sintoma

As doenças que podem apresentar mal hálito são as seguintes:

  • Doenças Periodontais (ex.: placas de tártaro)
  • Gengivite
  • Doenças renais
  • Doenças estomacais
  • Tumores bucais
  • Úlcera bucal
  • Corpos estranhos na boca
  • Complexo estomatite gengivite faringite dos felinos

A gengivite é uma das doenças mais comuns que causam a halitose felina. A gengivite se forma a partir do tártaro, que causa infecção na gengiva do bichano. Esta, por sua vez, pode causar uma doença periodontal, um problema mais grave e que atinge cerca de 70% dos gatos.

Já as doenças renais e estomacais não estão diretamente relacionadas com o cuidado dos dentes do gato, portanto mesmo que você cuide da escovação do seu felino, ele pode apresentar mau hálito. Aí o perigo é maior, pois se trata de uma doença, não falta de higiene, e precisa ser tratado. Consulte sempre o veterinário e cuide da saúde dos dentes do seu gatinho!

 

Reprodução: YouTube

 



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/gato/halitose-felina/

Categorias:
Saúde do Gatos
Tags:
bichanos, cuidados, felinos, gatos, halitose, higiene, mau hálito, pets, saúde

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados