Gatos sem Pelos - As raças sem pelos e seus cuidados

Reunimos algumas dicas e mitos sobre os gatos sem pelos

Os “gatos sem pelos” ou “gatos pelados” são considerados exóticos. Por onde passam chamam a atenção pelo look único. Considerados feios por uns, são amados por outros. E, seguramente, não são a melhor opção se você ama os gatinhos tradicionais!

Desvendando um mito sobre eles, os gatos sem pelos não são completamente sem pelos! O corpo deles apresenta uma camada de pelo muito fina, que se parece com uma camurça, curta e quase imperceptível à olho nu.

 

3 raças de gatos sem pelos

 

Leia Mais: Animais felinos: conheça as raças selvagens dessa espécie

A raça de gato sem pelo mais famosa é a Shpynx ou o gato esfinge, que foi a primeira raça sem pelo (aparente) reconhecida que possui uma mutação genética. O gene responsável pela modificação do pelo do Shpynx é recessivo e tem dominância completa sobre a raça Devon Rex. Foi do cruzamento de uma ninhada que nasceu sem pelo com o Devon Rex que iniciou-se essa nova raça.

Eles adoram ser mimados, são inteligentes e brincalhões e se dão bem com outros animais. Como são sensíveis às mudanças de temperatura preferem os lugares mais cálidos. Por serem tão inteligentes fica mais fácil adestrá-los sobre o lugar correto de fazer suas necessidades. São bons companheiros, podendo passar longos períodos com os seus donos. Em algumas situações se tornam um pouco ciumentos, mas sem serem agressivos.

gatos-pelados

 

Os gatos sem pelos Elfos (que se parecem com o elfo doméstico do filme do Harry Potter) são o resultado de uma estranha combinação entre a raça Shpynx e a raça American Curl (aquela com as orelhas curvadas). São muito inteligentes e amáveis, se dão bem com outros animais e chegam aos 10 quilos na idade adulta.

gatos-sem-pelos

A raça russa Peterbald foi criada no ano de 1994, e esse nome homenageia a cidade de San Petersburgo. Eles são de tamanho mediano e sua característica física principal são traços harmônicos e bem distribuídos. Além. é claro, da falta de pelo.

gatos-sem-pelagem

 

Vantagens dos pets sem pelos

 

Uma vantagem desses gatinhos é que não soltam pelos na casa e não precisam ser escovados. Outro benefício é que dificilmente ficam com pulgas e no caso de ocorrer uma infestação desses parasitas é mais fácil identificar e tratar por causa da falta de pelos. Mas, como todos os animais, eles precisam de cuidados especiais.

 

Cuidados especiais com os gatos sem pelos

 

A higiene dos gatos deve ser feita todas as semanas e a rotina básica inclui: limpar as orelhas, cortas as unhas e, sim, tomar banho.

  • Banhos

Eles precisam de banhos mais frequentes do que as raças comuns. O banho deve ser 2 ou 3 vezes por semana e o recomendado é usar um shampoo especial próprio para gato sem pelo. Por não terem pelos, o corpo deles produz muita gordura que, se não for removida no banho, deixa rastros nos móveis e nos locais por ele passa.

  • Temperatura

Para manter a saúde dos gatos sem pelos é importante evitar as mudanças de temperatura para os pets: a exposição por longos períodos no sol poderia causar graves queimaduras; a umidade ajuda na proliferação de fungos na pele do gato e o frio intenso pode ser evitado com roupas especiais para eles.

  • Alimentação

Uma dieta rica em calorias e proteínas ajuda a manter a temperatura corporal. Existem algumas rações preparadas especialmente para esses gatos de raça sem pelos, que ajudam que o gato mantenha o peso comendo uma dieta adequada para suas necessidades.

  • Cama

Na hora de dormir a caminha deles pode ser forrada com mantas macias e confortáveis para compensar a falta de pele. Eles poderiam raspar a pele na cama enquanto dormem causando feridas e alergias.

 

Desvendando um mito

 

Esclarecendo outro mito, vale lembrar que as raças sem pelos não são antialérgicas: a causa da alergia em humanos por animais domésticos está relacionada principalmente à descamação da pele desses animais, sua saliva e urina. Portanto, comprar um animal sem pelos, não é garantia de evitar alergias.

Há pessoas que toleram melhor animais sem pelagem do que os peludos. Porém, pode ocorrer, em alguns casos, a piora no quadro alérgico, porque, sem a cobertura pilosa, a descamação da pele dos "sem pelos" se espalhará mais facilmente pela casa. Lembre-se sempre: a alergia é causada em função da descamação dos gatos, ou da saliva que ele espalha pelo corpo quando se lambe, e não por causa do pelo.

Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/gato/gatos-sem-pelos/

Sugira novo tema para um artigo
Categorias:
Curiosidades sobre Gatos, Saúde do Gatos
Tags:
bichanos, cuidados, felinos, gatos, pelados, pets, raças, sem pelos

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados