Fotos de Gatinhos - Dicas para fotografar o seu bichano | CachorroGato

Fotos de Gatinhos - Dicas para fotografar o seu bichano

Veja lindas fotos de gatinhos e conheça dicas para fazer o book do seu felino

Fotografar crianças e animais é sempre um grande desafio. Eles são mais descontraídos, desobedientes e dificilmente vão esperar que os fotógrafos tirem diversas fotos. Existem grandes chances deles saírem andando antes de dar o primeiro clique, distraídos com alguma outra coisa mais interessante para eles. Fotos de gatinhos também devem ser desafiadoras assim.

Não precisa ser um fotógrafo profissional para tirar fotos de gatinhos, onde quer que estejam. A grande maioria das pessoas já tem seus respectivos celulares ou outras mídias para fotografar o animal, então só precisam de algumas dicas para conseguir fotos dos bichanos e mostrarem o quão lindos eles são.

Se a foto for feita na casa do animal mesmo, é importante esperar que o gato se sinta a vontade, relaxado e ele mesmo vai até o fotógrafo, curioso para ver o que está acontecendo de novo na sua casa. A luz natural pode ajudá-lo a não se assustar e fugir da sessão de fotos, então o flash das câmeras, nessas situações, não é necessário.

Fotos dos Gatinhos

Os gatos também não são os mais pacientes e podem sair andando antes mesmo de tirarem sequer uma foto deles, então pode-se tentar e tirar várias fotos para não terem o risco de só saírem fotos tremidas ou sem foco.

Tirar fotos de gatos exige muita paciência, tempo e criatividade para ter algumas fotos como o dono deseja. Nem que isso custe rolar no chão com os felinos ou dar um carinho atrás da orelha ou no queixo para eles ficarem quietos por um pequeno espaço de tempo.

Leia Mais: Tire lindas fotos de gatos gigantes com estas dicas

Donos ou agências contratadas para fotografar os animais podem querer passar a personalidade do gato ou criar novos personagens para o gatinho. Vale de tudo um pouco. Se o gatinho é um dorminhoco, tirar uma foto dele em um de seus cochilos pode ser uma boa ideia. A imaginação não pode ter limites para criar as fotos dos bichanos que melhor os representam e que vão ser colocadas em belas molduras.

Existem algumas agências, fotógrafos especializados em fotos de animais de estimação, bastando apenas uma breve pesquisa para encontrar a agência mais perto do pet. Mas também pode ser muito divertido o dono mesmo se dispor a fotografar seu felino, seja em uma sessão programada ou até mesmo flagrar uma pose espontânea do gatinho e registrá-la em foto.

Cães podem ser difíceis de fotografar, mas gatos são piores. Os bichanos são curiosos, ágeis e com personalidade marcante, sendo capazes de escapar quando a gente menos espera, fazendo a tarefa de fotografá-los um grande desafio.

Pior ainda quando o gato não gosta da câmera, aí é que ele tenta fugir e se esconder mesmo. Usar de pequenos truques, como objetos que fazem barulho para atrair a atenção, não funcionam com eles como funcionam para cachorros na hora do clique.

Um grande truque para fotografar gatos é deixá-los se acostumar com o ambiente, quanto mais à vontade mais fácil é a tarefa. Os felinos são desconfiados e por isso ficam mais comportados quando estão onde conhecem, perto daquilo que já estão acostumados. Na maior parte das vezes o melhor é deixar o bichano se aproximar ou segui-lo sem fazer muito estardalhaço.

Conhecer o equipamento é algo essencial. Deixe que seu bichinho conheça a câmera antes de tentar tirar fotos, assim ele não vai se assustar ou tentar atacá-la quando a ver pela primeira vez, bem na hora da foto.

Abaixo algumas dicas para te ajudar na árdua tarefa de clicar seu gatinho por conta própria:

  • Evite o uso de flash, primeiro porque a luz pode assustar o irritar seu pet, e porque gatos costumam ficar com aqueles enormes, malvados e brilhantes olhos verdes quando se usa flash;
  • Seguindo esse raciocínio sempre que possível tire fotos durante o dia, pois isso permite o uso de luz natural que valoriza a foto e deixa o pet mais confortável, sem a necessidade de luz de flash;
  • A melhor forma de posicionar a câmera é na altura dos olhos do animal, ele não sabe que ele deve olhar para câmera ou parar e fazer pose, mas ficar no mesmo nível que ele ajuda a deixar a foto mais envolvente, mostrando o mundo como seu bichano vê;
  • Evite as fotos tiradas do alto que passam a impressão de que o gato é frágil e está desamparado;
  • Teste ângulos, talvez seja necessário deitar no chão, se agachar para capturar aquele momento que o gato está caminhando em cima de algum lugar ou fazer coisas do gênero, isso pode garantir fotos únicas;
  • Estude os hábitos do seu gato, conheça os momentos do dia que ele apresenta determinadas atitudes que parecem legais de serem fotografadas, assim no dia seguinte você aproveita aquele momento para tirar uma foto especifica;
  • Outra forma de tirar boas fotos é aproveitar o momento que o gato está entretido com algum brinquedinho ou interagindo com algum membro da família, seja brincando ou recebendo carinho, no entanto não force esse momento, gatos não costumam gostar de ter contato forçado;
  • Aproveite os momentos de soneca do bichano, principalmente porque gatos adoram dormir em lugares inusitados que rendem ótimas fotos e às vezes até divertidas;
  • Paciência é a chave do processo todo, às vezes vale a pena manter a câmera em mãos e ficar bastante tempo assistindo seu bichinho, sem interferir em seu comportamento, conseguindo assim captar alguns momentos raros e muitas vezes divertidos;
  • Usar os modos que a câmera oferece é uma boa, use disparos contínuos para tirar um número maior de fotos de uma única vez, é provável que alguma delas consiga capturar o momento de forma mais adequada do que na tentativa de tirar uma foto boa por vez;
  • Antes de tirar suas “fotos oficiais” brinque de fotógrafo e teste os modos, os ângulos, a luz e a diversas coisas que se apresentam a sua disposição para saber o que se enquadra melhor no que você deseja;
  • Como animais estão em constante movimento as fotos podem sair borradas, para evitar esse problema utilize o modo “pet” ou até mesmo o modo “esporte” existente em várias câmeras, mesmo naquelas de uso não profissional;
  • Use de ambientes em que seu gatinho se sente a vontade e que não possuam informações em excesso, afinal ele é foco de tudo, além disso, se a ideia é conseguir uma foto mais ativa e seu gato é daqueles bem dorminhocos, aproveita os momentos pós-soneca;
  • A maioria dos gatos não costuma acatar ordens, mas você pode tentar atrair a atenção dele com petiscos ou algum brinquedo, usando esses artifícios com uma recompensa depois da sessão de fotos caseira;
  • Acima de tudo, tenha calma com seu bichano, ele não entende o que está acontecendo e por isso não deve ser punido porque não para numa posição ou resolveu que não gosta de fotografias e mesmo que ele permita as fotos não espere que ele aguente por longos períodos de tempo, pois logo ele vai encontrar outra coisa para fazer.

 

Gatos também podem ser modelos?

É muito comum vermos comerciais, campanhas publicitárias e muitas outras coisas com cachorros. No geral, os cães são os bichinhos mais utilizados mesmo, mas gatos podem ter seu espaço, assim como alguns animais exóticos.

Aquela dica de manter o animal a vontade é valida aqui também. Para ser um modelo, o gato vai precisar ir a estúdio e se deslocar um tanto, por isso é preciso que ele seja um bichano dócil que não liga tanto assim de fazer essas pequenas viagens. Outro ponto é que o gato não deve estranhar pessoas ou animais. Às vezes o gato não se importa com pessoas que não conhece, mas o simples fato de sentir o cheiro de outro animal o torna arrisco ao trabalho.

Nem sempre seu bichano vai precisar lidar com outros bichinhos de estimação, algumas agências até aceitam animais que não conseguem contracenar com outros pets, desde que o gatinho lide bem com pessoas diferentes e com o equipamento.

Para sessões de foto o gatinho deve estar limpo e escovado, além disso, ele deve ser acompanhado por seu dono durante o processo, assim ele se sente mais seguro e confortável. Uma técnica utilizada para o animal se acostumar com o novo ambiente é levar alguns objetos de uso pessoal dele e o deixar explorar o lugar até ficar confortável.

Caso tenha interesse de transformar seu companheiro de quatro patas em modelo basta procurar por agências sérias que valorizam e se preocupam com o bem estar do pet, existem várias por aí, algumas aceitam inscrições de forma gratuita, enquanto outras cobram uma pequena taxa anual para manter o animal de estimação em seu sistema.

Não pense em fazer fortunas com seu pet modelo, pois isso não acontece. Os cachês em alguns casos são bons, mas o fato de seu bichano fazer parte de uma agência de modelos não significa que ele sempre terá um trabalho. Acima de tudo, o bem estar do pet vem em primeiro lugar e a experiência não deve ser muito estressante para ele.

 

Empresas que fotografam animais

A ideia de transformar seu bichano em modelo é demais? O seu objetivo era só algumas fotos para guardar de recordação ou fazer book pessoal do gatinho? Saiba que algumas empresas e fotógrafos oferecem esse serviço para o dono de um pet. Se o dono não quer gastar tanta energia e paciência correndo com a câmera atrás de um gato essa é uma ótima opção.

As fotos podem ser feitas em casa, em locais de preferência da pessoa que o animal também goste e em alguns casos até mesmo em estúdio. Geralmente quem oferece esse serviço disponibiliza um tempo antes da sessão para que o pet conheça o equipamento e as pessoas que irão fotografar assim ele se sente mais seguro.

Clique aqui e confira alguns fotógrafos profissionais para pets que podem te ajudar na tarefa de tirar fotos lindas do seu bichano

 

Brinquedos e petiscos fazem parte da brincadeira também para estimular os bichinhos

Para a sessão de fotos ainda vale aquela regra do gato estar limpo e escovado. Os banhos devem ser dados um dia antes da sessão, evitando que o animal fique cansado demais. A presença do dono também é essencial nesses casos, mesmo que não seja intenção sair na foto junto com o animal de estimação. Outro ponto importante é separar antes tudo que será usado durante a sessão.

As sessões tem duração variada de acordo com a disposição dos donos e principalmente do animal, pois esse deve estar à vontade e se divertindo para que tudo dê certo. Os profissionais tendem a fotografar o máximo possível para terem um bom número de fotos para trabalhar e serem selecionadas depois, mas sempre respeitando o limite do animal para não o deixar estressado.

Após a sessão o profissional vai trabalhar com as melhores fotos que conseguiu clicar e te oferecer diversos produtos e opções para escolha pessoal, assim você fica apenas com o material de seu interesse.

 

Confira algumas fotos lindas de gatinhos e inspire-se!

 

fotos-gatinhos-arvore

fotos-gatinhos-vaso

fotos-gatinhos-bolas-la

fotos-gatinhos-brancos-deitados

fotos-gatinhos-casa

fotos-gatinhos-com-cachorros

fotos-gatinhos-com-vergonha

fotos-gatinhos-deitado-pose

fotos-gatinhos-dentro-caixa

fotos-gatinhos-estudio

fotos-gatinhos-jardim

fotos-gatinhos-malhados

fotos-gatinhos-natal

fotos-gatinhos-olhos-amarelos

fotos-gatinhos-olhos-verdes

fotos-gatinhos-pata

fotos-gatinhos-pose

fotos-gatinhos-rindo

fotos-gatinhos-rua

fotos-gatinhos-sol

 

Bichinhos de estimação e modelos

Fonte: YouTube



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/gato/fotos-gatinhos/

Categorias:
Curiosidades sobre Gatos, Saúde do Gatos, Moda e Beleza para Gatos
Tags:
bichanos, curiosidades, dicas, diversão, felinos, fotográfo, fotos, gatinhos, gatos, informações, perfeitos

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 10.687), formado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Unesp com Pós Graduação em Oncologia Veterinária pelo Instituto Bioethicus e Pós Graduação em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais pelo Instituto Qualittas. Responsável pelo setor de Oncologia Médica e Cirúrgica do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h. Dr. Toyota é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados