Felinos e crianças – Uma amizade que pode dar certo | CachorroGato

Felinos e crianças – Uma amizade que pode dar certo

Aprenda a fazer felinos e crianças conviverem bem e serem ótimos amigos

Cães são mais dóceis e, geralmente, gostam de criança, porém eles são mais apegados à atenção do dono e são territoriais, por isso podem dar um pouco de trabalho com a chegada de um bebê na casa. Por outro lado, felinos e crianças podem ser uma combinação que funciona.

Aqui vamos falar de felinos e crianças, não especificamente bebês. O mais importante é ensinar a criança a conviver com um gato. O cão, apesar de territorial, é mais dócil e paciente, costumam aguentar muito bem as brincadeiras com crianças, que geralmente envolvem puxões e apertões. O gato é um pouco diferente.

Você deve ensinar para a criança que o gato não é um brinquedo, não pode ser arrastado, apertado ou puxado, pois caso a criança faça isso com o gato, pode acontecer que o bichano se irrite e a arranhe. As crianças gostam de brincar com gatos, pois são fofinhos e parecem de pelúcia, mas na primeira vez que puxarem o rabo de um, o resultado pode ser nada agradável.

A criança também precisa ser ensinada a não caçar o bichano pela casa. Se ele estiver sossegado em algum canto, melhor não ir mexer. Se ele estiver disposto a brincar, ele mesmo se envolverá. A privacidade e independência dos gatos são fatores que devem ser respeitados para uma boa convivência entre crianças e gatinhos.

 

Vantagens de ter um gato em casa quando se tem criança

Leia Mais: Apelidos felinos: uma lista para você se inspirar

É comprovado cientificamente que pessoas que crescem cercada de animais, como cão e gato, são menos propensas a desenvolverem certos tipos de alergia. A criança até pode ter um episódio de alergia ao gato, mas o fato de ela estar sendo exposta desde pequena aos pelos, fará que o sistema imunológico da criança consiga se preparar melhor para evitar a alergia.

felinos-criancas

 

Raças mais indicadas

Algumas raças são mais pacientes e calmas que outras, por isso são indicadas quando se pretende ter felinos e crianças em casa. O American Shorthair, o Ragdoll e o Manx são algumas dessas raças indicadas. Os SRD (sem raça definida), os amados vira-latas, também são uma opção, mas como o temperamento varia muito de um gato para o outro, conheça o gato primeiro. Alguns são bem ativos e gostam de morder e arranhar, não seriam uma boa opção.

 

Estimulando a responsabilidade

Um bom jeito de incentivar o senso de responsabilidade na criança é deixá-la no encargo de alimentar o gato. Assim o gato se acostuma mais com a presença constante da criança e vice-versa. Encarregá-la de limpar a caixinha de areia, contudo, pode não ser indicado, pois é o contato com as fezes e urina infectadas do gato pode trazer problemas à saúde da criança, portanto, tome cuidado e, principalmente, não deixe de levar seu gatinho à visitas de rotina ao veterinário, para garantir a saúde e bem-estar constantes, tanto do gatinho, quanto da família toda.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/gato/felinos-criancas/

Categorias:
Comportamento dos Gatos, Fases da Vida dos Gatos, Saúde do Gatos
Tags:
bichanos, convivência, crianças, felinos, gatos, pets, relacionamento

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados