Erva do Gato | CachorroGato

Erva do Gato

Os gatinhos adoram a erva do gato!

Catnip é uma erva perene da família das hortelãs, conhecida como erva do gato. Essa erva provoca nos felinos em geral uma reação de apuração dos sentidos predadores, os deixando bastante alterados.

A erva do gato é nativa da Europa e da Ásia, mas é muito popular na América do Norte e no Japão. É vendida legalmente, pois estudos clínicos comprovaram que a erva não é nociva aos animais, alguns, inclusive, sendo imunes às reações dela.

Erva do gato

E como ela funciona?

A erva do gato é composta por uma substância conhecida como Neptalactone, que age no cérebro do gato através do odor. O animal pode morder e rolar por cima da erva, até tentar comê-la, mas a reação é através do cheiro, e dura poucos minutos. O gatinho pode acostumar-se ou não à reação da erva depois de um tempo em contato com ela.

Entretanto, nem todos os gatinhos reagem à erva do gato. Gatos jovens, em idade fértil, são mais propensos a ter reações do que gatos mais velhos e castrados.

Leia Mais: Criatividade não tem limites: veja algumas frases sobre gatos

A erva do gato não provoca vício ou dependência no gatinho, pelo contrário, é uma erva totalmente inofensiva. Ela também é conhecida como Catnip.

E por que usar essa erva?

Não é uma questão de diversão do dono. A erva do gato serve como estimulante para gatos tristes e apáticos, assim como ajudam a tirar o estresse daquele gatinho muito ativo. Outro uso importante dessa erva é para acostumar o gato a arranhar no lugar certo ou a ficar mais no jardim do que dentro de casa.

Alguns brinquedos já vem com um pouco dessa erva dentro deles para estimular o gato a brincar. O dono pode comprar a erva do gato em qualquer pet shop e colocar no arranhador, ou em algum brinquedo. Ou até mesmo dá-la pura ao seu gatinho, ele vai adorar.

 

Ela faz mal ao ser humano?

Não. A catnip, ou erva do gato, é do mesmo grupo de ervas que a Valeriana, uma erva muito utilizado como planta medicinal para o tratamento de insônia, ansiedade e outros distúrbios relacionados, por isso, a erva do gato já foi, e ainda é, utilizado para o tratamento de alguns problemas humanos.

No entanto é muito difícil para o dono de um gato entender porque seu bichano interage assim com a planta, pois o odor da erva do gato não afeta aos humanos. Isso é natural, pois cada animal tem uma reação diante de determinado odor e é por essa razão que às vezes cães se tornam alerta quando sente determinado cheiro ou os gatos ficam estimulados com o cheiro da erva do gato.

 

É normal que o gato durma muito após o contato?

Sim, isso ocorre porque o gatinho gastou muita energia acumulada após entrar em contato com a erva do gato. Apesar de o efeito da erva durar poucos minutos, é normal que o gato passe uma hora inteira correndo atrás de um brinquedo que possua a catnip, de forma que ele acaba se exercitando e ficando cansado. Por isso, é normal que o gato durma.

Outro fato importante é que após cerca de duas horas longe da erva do gato é muito comum que o felino apresente as mesmas reações ao entrar em contato com ela novamente.

erva-gatos

É verdade que cada gato reage de forma diferente?

Há também gatos que reagem melhor a erva do gato pura do que desidratada, ou que não apresenta interesse por brinquedos recheados com a erva, mas adora quando a encontra em seu arranhador. Não se surpreenda se tiver vários gatos e alguns demonstrarem mais interesse por uma forma da erva do que outra. Isso é natural.

 

O que acontece se o gatinho ingerir a erva?

É muito comum que o bichano morda as folhas da erva do gato, como foi citado anteriormente. Ao comer a catnip os efeitos não são sentidos pelo bichinho, mas não é recomendado que o gato coma muito da folha, pois isso pode causar algum desconforto gástrico nele.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/gato/erva-do-gato/

Categorias:
Atividades de Gatos, Comportamento dos Gatos, Curiosidades sobre Gatos
Tags:
bichano, catnip, comportamento, distrair, dono, efeito, erva, espairecer, felino, gato, gatos, resultado, utilizar

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 10.687), formado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Unesp com Pós Graduação em Oncologia Veterinária pelo Instituto Bioethicus e Pós Graduação em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais pelo Instituto Qualittas. Responsável pelo setor de Oncologia Médica e Cirúrgica do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h. Dr. Toyota é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados