Diarreia em gatos | CachorroGato

Diarreia em gatos pode indicar problemas maiores

Saiba o que provoca a diarreia em gatos e de que forma esse sintoma pode indicar a existência de problemas mais sérios.

Relativamente comum no mundo dos animais, a diarreia em gatos é um sintoma que pode se manifestar nos bichanos em função de muitos problemas diferentes; e, por isso, se torna uma complicação que merece ser bem investigada, já que pode indicar a existência de alguma doença mais séria.

Embora nem todos os casos de diarreia em gatos signifiquem, de fato, que há algum problema grave com o bichano, a observação dos sintomas e da evolução do quadro é sempre necessária – portanto, ao notar esse sinal no seu pet felino, marque uma consulta com um profissional veterinário; para que ele possa avaliar a saúde do animal e excluir a possibilidade de patologias mais complicadas.

Infecção alimentar, presença de vermes ou parasitas, bactérias, viroses e até mudanças na dieta podem acabar desencadeando o surgimento da diarreia e de diferentes doenças em gatos e, como a administração de medicamentos para animais sem a supervisão de um profissional pode ser algo extremamente perigoso – podendo, inclusive, levar o animal à morte – a investigação das causas desse quadro se tronam ainda mais importantes.

Alguns outros sinais combinados com a diarreia em felinos também podem ser bons indicativos da presença de doenças mais graves e, por isso, é de grande importância estar sempre atento a mudanças de comportamento ou disposição no seu bichano de estimação quando há a presença de diarreia – que também pode ocorrer em função da doença intestinal inflamatória felina (um quadro causado por complicações no aparelho digestivo do animal).

Para que seu felino possa ser tratado de maneira correta e não desenvolva ainda mais problemas em função da falta de atenção para seus sintomas, confira, a seguir, algumas das principais causas da diarreia em gatos, além das formas mais comuns de tratamento e prevenção desse tipo de complicação:

Leia Mais: Carrapato em Gatos – Gato também pega carrapato?

Principais causas da diarreia em gatos

Conforme exposto na introdução deste artigo, a diarreia felina pode ser originada em função de muitos problemas diferentes – assim como por motivos corriqueiro e que não são muito preocupantes – fazendo com que a atenção dos donos de bichanos de estimação deva ser redobrada na hora de identificar os sintomas; tendo em vista que tomar precauções imediatas pode fazer toda a diferença entre a vida e a morte do animal, de acordo com o caso.

Confira, a seguir, algumas das principais causas para a diarreia em gatos:

  • Infecção alimentar

    Curiosos e independentes por natureza, os bichanos adoram dar voltas pelas redondezas de seus lares para explorar ambientes desconhecidos e, em muitos casos, estes passeios podem facilitar a ingestão de lixo ou alimentos estragados por parte dos bichanos, podendo causar a diarreia. Além desse tipo de comida estragada, os alimentos humanos também podem provocar a diarreia nos gatos; já que não são apropriados para o consumo felino como as rações e os petiscos desenvolvidos especialmente para eles.


  • Mudanças na alimentação

    Além da ingestão de alimentos impróprios, também é comum que mudanças bruscas na alimentação do pet originem casos de diarreia – já que o organismo do animal, acostumado com um tipo de dieta, acaba sendo prejudicado por mudanças significativas no que o bichano come (mesmo que a nova dieta seja composta por comidas feitas especialmente para o mundo felino). Portanto, ao pensar em modificar a alimentação do seu gato por qualquer motivo, consulte um veterinário; para que ele possa indicar a melhor forma de fazer as modificações necessárias sem que o animal passe por complicações como esta.


  • Vírus

    Doenças perigosas causadas pela contaminação por vírus também podem, em grande parte dos casos, serem responsáveis pelo aparecimento da diarreia em gatos. Nomes temidos e, em muitas situações, fatais no mundo dos gatos como a Panleucopenia, Coronavirose, infecção por Astrovírus, Rotavirus, FIV (Virus da Imunodeficiência Felina; mais conhecido com a AIDS Felina), FeLV (Vírus da Leucemia Felina) e FIP (Peritonite Infecciosa Felina)também podem gerar a ocorrência do problema.


  • Bactérias

    A infecção do felino por bactérias como salmonella, campylobacter e escherichia coli (uma das principais responsáveis por infecções no trato urinário dos felinos) também podem desencadear a diarreia em gatos.


  • Vermes e parasitas

    Vermes como lombrigas, ancilóstomo, giárdia (que causa o aparecimento de fezes esverdeadas ou amareladas na diarreia), toxoplasma e coccidia, entre outros, são alguns dos que podem causar a diarreia nos felinos; e, tendo em vista que a contaminação por estes vermes pode ser responsável por desenvolver doenças perigosas, é preciso investigar esse tipo de ocorrência com rapidez - já que até mesmo o diagnóstico feito por profissionais veterinários pode ser um pouco demorado (levando em conta o fato de que, boa parte destes parasitas podem não ser vistos com clareza nas fezes dos bichanos - dificultando a definição da doença).


  • Envenenamento

    A ingestão e o contato com produtos tóxicos também costuma gerar a diarreia em gatos (além de vômitos, entre outros sintomas). Produtos de limpeza, contato com substâncias usadas nos processos de dedetização, venenos e iscas para matar insetos, baratas ou ratos podem ser muito perigosos para os bichanos, causando o seu envenenamento.

    Além desse tipo produto, o uso errado de medicamentos também pode se transformar em um verdadeiro veneno para o seu felino, desencadeando uma série de sintomas e complicações – e lembrando os donos de pets sobre a importância de consultar sempre um médico veterinário e jamais praticar a medicação de seu pet por conta própria. Um dos venenos mais conhecidos, popularmente chamado de “chumbinho”, também causa uma diarreia intensa e cheia de muco.


  • Doença inflamatória intestinal

    A diarreia com fezes amolecidas (com ou sem a presença de sangue) combinada com vômitos freqüentes formam um conjunto de sinais típicos da doença inflamatória intestinal felina. Não havendo fatores concretamente identificados que provoquem o aparecimento do problema nos gatos, esta doença crônica é comumente encontrada em bichanos com grande sensibilidade alimentar – e é caracterizada pela deficiência de absorção e digestão dos nutrientes ingeridos pelo animal.


  • Mudanças psicológicas

    Embora muitos não saibam, o estado psicológico alterados dos felinos também pode provocar a diarreia; e mudanças bruscas de ambiente, solidão e o convívio em locais que tornem o animal estressado podem ser fatores responsáveis pelo desencadeamento do quadro nos bichanos.


  • Outros fatores

    Conforme citado por diversas vezes neste artigo, a causa da diarreia em gatos pode ser muito variada e, além dos motivos expostos acima, também é possível que este sintoma apareça em função de problemas como doenças renais, doenças hepáticas, diabetes, obstruções intestinais, presença de bolas de pelo ou objeto estranhos que causem algum tipo de bloqueio no organismo do animal, pancreatite, problemas de origem fúngica, cancros, toxinas ou intolerâncias e alergias alimentares.

Diarreia crônica em felinos

Em boa parte dos casos em que a motivação principal para a diarreia felina tem origem em outras doenças, é possível que o quadro se torne crônico – gerando perigos maiores e mais concretos para a vida e a saúde do animal. Para ser definida como crônica, a diarreia do bichano deve durar mais de dez dias; sendo que, na maior parte das ocorrências, as fezes desse tipo de quadro são caracterizadas pela cor escura e a presença de sangue.

Os perigos da diarreia em gatos

Embora nos casos em que a diarreia não é acompanhada por nenhum outro sintoma o caso, provavelmente, não seja de grande gravidade; é preciso ficar muito atento quando o quadro vem acompanhado por mais sinais ou persiste por períodos prolongados – já que, nesse tipo de situação, a diarreia comumente é só mais um sintoma desenvolvido em função de um problema maior e bem mais complicado.

Conforme exposto, ao notar um conjunto de sinais disfuncionais no seu bichano de estimação, é necessário encaminhá-lo imediatamente para uma consulta com um profissional veterinário, permitindo que ele faça um diagnóstico mais preciso e que um tratamento seja iniciado de maneira rápida e eficaz.

Além das doenças e das complicações expostas anteriormente (que podem ser extremamente perigosas e até fatais para os gatos), também há a possibilidade de que o animal se torne desidratado em função de uma diarreia crônica – já que, nestes casos, o animal costuma perder a fome, ficar com aspecto e comportamento apático e, obviamente, perder muito líquido com a diarreia constante.

Embora nem todos os donos de gatos saibam, a desidratação é uma complicação muito séria na vida dos felinos; e que pode, inclusive, levar o animal ao óbito em poucas horas (dependendo no estágio de desidratação que o problema já tenha gerado) e – por isso, mesmo que os sinais de diarreia não sejam combinados com outros sintomas, é fundamental ter a orientação de um profissional para tratar o problema, e vale lembrar que a administração de soluções e remédios tidos como ‘caseiros’ também não é indicada, podendo trazer novos problemas para a saúde do seu felino ao invés de resolver o que já existia.

Outra dica importante é que os proprietários de pets felinos de estimação procurem ficar interados com os principais sintomas de doenças comuns ao mundo dos gatos – podendo identificar a existência de alguma disfunção com mais facilidade e, com isso, tratar o problema (logicamente, contando com a supervisão de um médico veterinário profissional) de forma mais rápida e eficaz.

 

 

 



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/gato/diarreia-felinos/

Categorias:
Saúde do Gatos
Tags:
cuidados com o gato, diarreia em gatos, diarreia felinos, gatos e saude, saude felinos

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados