Bola de Pelo - Atenção com os pelos que o gato engole

A ingestão de bola de pelo pode se tornar um problema maior

Quem tem gato sabe que este é um dos animais mais limpinhos que você pode ter, eles prezam muito pela própria higiene e vivem se limpando. Os gatos se lambem para se limpar e para remover pelos mortos, o único probleminha é que esses pelos viram uma bola de pelo depois que eles engolem.

Ingerir uma bola de pelo é algo muito comum entre os bichanos, por hábito. Porém pode virar um sério problema de saúde e aqui você vai saber mais sobre esse assunto.

As bolas de pelo formam o que chama-se de tricobezoar, que são formados por, além da bola de pelo, secreções gástricas, isto é o que o gato costuma vomitar. Esse pode parecer um problema maior para os gatos de pelagem média ou longa, mas também atinge gatos de pelo curto, embora com menos frequência.

A bola de pelo é mais fácil de ser formada no estômago do gato nos períodos de muda, ou seja, na primavera e no outono, pois o gato tende a perder mais de sua pelagem e, por consequência do hábito de se lamber, irão engolir ainda mais pelos.

Se o problema for realmente apenas a ingestão de pelos, você pode ficar mais tranquilo, pois é facilmente resolvido. No entanto, para saber isso, você deverá analisar o conteúdo do vômito, para se certificar se ele vomitou tricobezoar, vomitou a ração ou um objeto estranho, por exemplo. Nestes casos, será imprescindível a visita ao veterinário.

Leia Mais: Alergia a Gatos - Quem é o vilão, o pelo ou a saliva?

 

bola-pelo

 

Quando a bola de pelo vira um problema mais sério?

 

Vomitar bolas de pelo até quatro vezes em um mês é considerado normal, para gatos com pelagem longa, menos vezes para gatos com pelo curto. Isso acontece porque a língua do gato é áspera e não o permite conseguir cuspir o pelo, por isso ele acaba engolindo os pelos que se soltam durante a limpeza.

Se o gato começar a vomitar bolas de pelo com maior frequência, é indicado levá-lo ao veterinário, pois talvez não seja uma questão tão simples. O vômito de bolas de pelos que se considera normal não é seguido de outros sintomas como perda de peso, perda de apetite, falhas surgindo na pelagem, diarreia, desidratação, entre outros. Se for esta a situação do seu gato, o problema é mais sério.

As bolas de pelo passam pelo intestino, neste ponto elas acabam por desregular o sistema digestivo do gatinho e podem acarretar em alterações como diarreia ou a dificuldade em evacuar. Outro grande risco que ele pode estar sujeito a sofrer é uma oclusão intestinal, caso em que será necessário realizar um procedimento cirúrgico para remoção da bola de pelo engolida.

 

bola-pelos-gatos

 

Como prevenir problemas com bolas de pelo

 

Para o gato, expelir essas bolas de pelo através do vômito é melhor do que defecá-las, entretanto se ele tiver dificuldades em vomitá-las, deverá defecar, o importante é expelir a bola de pelo. Para isso, existe no mercado uma pasta especial que, quando administrada no bichano, produzirá um efeito laxante que irá ajudá-lo a evacuar.

Além disso, também há rações especiais, que contém altos níveis de fibra insolúvel para estimular a regulação intestinal e facilitar ao gato que expila a bola de pelo. Também contém alto nível de fibra solúvel, que melhora a saúde do intestino do bichinho. Esses produtos são feitos especialmente para ajudar a lidar com esse hábito tão comum, mas que pode ser problemático, dos gatos.

Os gatos costumam passar até 2h diárias se lambendo, então você pode imaginar a quantidade de pelo que ele acaba ingerindo. Além de se lamberem por higiene, os gatos que estejam deprimidos tem a tendência de se lamberem mais vezes ainda.

É importante escovar o pelo do gato regularmente, assim você evita que a pelagem morta se acumule, diminuindo consideravelmente o risco de formação de bola de pelo no aparelho digestivo do gato, pois mesmo o escovando, ele ainda continuará seu hábito de higiene próprio. Faça também a tosa.

É indicado dar ao gato uma ração de qualidade, que contribua com a saúde do pelo. Pelo saudável cai muito menos. A ração deve ter óleo mineral, pois este ingrediente irá ajudar o pelo a se soltar mais fácil, evitando que a bola de pelo acabe engasgando o gato ou não passe pelo intestino.

Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/gato/bola-pelo/

Sugira novo tema para um artigo
Categorias:
Moda e Beleza para Gatos, Saúde do Gatos
Tags:
atenção, banho, bichanos, bolas, cuidados, felinos, gatos, pelos

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados