Adestrar Gatos é Possível ? | CachorroGato

Adestrar Gatos - É possível?

Há quem diga que é impossível adestrar gatos, mas com um pouco de paciência seu gatinho pode aprender alguns truques e a se comportar melhor

Por só prestarem atenção no que interessa para eles e mesmo assim por pouco tempo, existe quem diga que não é possível adestrar gatos, o que não é verdade. É preciso entender que gatos só prestam atenção em uma rotina por cerca de cinco minutos, portanto não adianta tentar treinar seu gato durante horas que isso apenas vai cansar a ambos.

O processo de adestrar gatos acaba aproximando mais o dono do próprio gato e é um aprendizado para ambos, onde o dono entende melhor o gato e este aprende o que o dono gosta e que pode tirar alguma recompensa disso. Lembre-se que gatos são independentes e só vão aceitar o adestramento se entenderem que seu bom comportamento pode trazer o que eles desejam, seja carinho ou petiscos.

 

 

Assim como com os cães, é preciso recompensar o gato a cada vez que ele presta atenção e faz o que o dono quer. Para isso devem ser usados comandos simples, como “senta” e “dá a pata” e convencê-lo de que sempre será uma troca vantajosa, assim ele irá adquirir o costume de obedecer – desde que não tenha nada que chame mais a atenção dele que o comando, não adianta mandar o gato sentar se ele tive alguma presa em vista.

Leia Mais: Adoção de felinos: o que saber antes de ter um gato

Um bom momento para começar o adestramento do felino é por volta de duas horas antes das refeições, assim poderá usar petiscos para atrair a atenção dele e o bichano vai entender que se fizer o que pede vai ganhar uma recompensa, até que se torne rotineiro para ele obedecer determinados comandos. Não esqueça quando for adestrar seu gato de sempre elogiá-lo e recompensar quando ele fizer a coisa certa, dando e fazendo carinho além de petiscos.

Garantindo que a atenção do gato está totalmente focada em você e no seu comando – e evitando repetições desnecessárias enquanto ele ainda está distraído – você pode aumentar a associação do comando com a recompensa. Do mesmo jeito, quanto mais rápida for essa recompensa, mais associado estará com o comando que ele acabou de realizar, tornando o aprendizado muito mais rápido e prazeroso para ambas as partes.

Dessa forma é possível adestrar o gato para sentar, entrar na caixa de transporte, dar a pata, vir quando é chamado e até mesmo a miar quando desejar, além de comportamentos mais básicos como não subir em mesas ou roubar comida dos pratos.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/gato/adestrar-gatos/

Categorias:
Atividades de Gatos, Comportamento dos Gatos, Fases da Vida dos Gatos, Saúde do Gatos
Tags:
adestramento, adestrar, bichanos, comportamento, felinos, gatos

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 10.687), formado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Unesp com Pós Graduação em Oncologia Veterinária pelo Instituto Bioethicus e Pós Graduação em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais pelo Instituto Qualittas. Responsável pelo setor de Oncologia Médica e Cirúrgica do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h. Dr. Toyota é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados