Zooterapia - Pets ajudando no tratamento de pessoas | CachorroGato

Zooterapia - Pets ajudando no tratamento de pessoas

A zooterapia faz animais tratarem humanos

As relações e interações entre animais e humanos existem desde sempre. Há anos cientistas estudam essa relação, pontuando os benefícios que os animais trazem para o bem estar e a saúde dos humanos. Baseado nesses estudos foi criada a zooterapia, que nada mais é do que animais ajudando humanos na sua reabilitação.

A zooterapia, também conhecida como Terapia Assistida por Animais (TAA), é uma técnica de reabilitação e reeducação física, psíquica, social e sensorial onde animais são usados como assistentes. A zooterapia pode tratar tanto de problemas psicológicos quanto físicos, e também trata dos dois ao mesmo tempo, se for necessário.

zooterapia

 

Um tratamento com várias funções

 

Leia Mais: Cuidar de um Gato - Dicas e sugestões

Os usos da zooterapia são os mais variados, desde os mais básicos como o tratamento do estresse, depressão, alergias e controle de hiperatividade, até problemas motores e socialização de pessoas afastadas de um convívio social.

Cães, gatos, cavalos, pássaros, até peixes são usados dentro de um tratamento longo que constitui em várias etapas. A ideia da zooterapia é utilizar os animais além de somente companhia para os pacientes, mas como uma ferramenta importante e indispensável para aquele tratamento. São utilizadas técnicas e animais diferentes, dependendo de qual tipo de tratamento for feito.

 

Treinamento e lugar certo sempre

 

Por mais que a Terapia Assistida por Animais tenha um conceito simples, o efeito desejado do tratamento só é possível através de muito treinamento do profissional para lidar com animais, e, principalmente, treino do animal a ser utilizado. É um sistema em conjunto, onde o terapeuta e o animal trabalham juntos e se ajudam.

O ambiente para o tratamento também é muito importante. Além de ser apropriado para a presença do animal usado, seja um peixe ou um cavalo, o local deve ser esteticamente agradável e com todo o material necessário.

Hospitais, creches e asilos são os locais onde mais se utiliza a técnica da zooterapia, pois são apropriados e não precisa de locomoção do paciente. É claro que nos hospitais há alas próprias para essa prática, além de acompanhamento e monitoração veterinária sempre.

terapia-assistida-animais

 

Se eu precisar de tratamento, posso usar o meu pet?

 

Sim, mas o animal precisará de treino e deverá ser muito bem socializado com humanos. Os animais usados para a zooterapia devem ser tranquilos e fáceis de lidar. Se o cão for nervoso, ou o gato não goste de ser manuseado, vai ser mais difícil para o profissional zooterapeuta lidar com ele e ensiná-lo o necessário.

É importante ter em mente que para o tratamento mais efetivo, os melhores métodos devem ser utilizados. Um animal que cause problemas, por mais apegado que seja ao dono, pode causar situações de estresse e atrapalhar no sucesso do tratamento.

É possível também entrar com seu pet como voluntário para a zooterapia. O bichinho será avaliado por profissionais e veterinários, tanto na socialização, quanto na saúde, e se tudo estiver certo, ele pode ser um ajudante no tratamento de outras pessoas.

 

A zooterapia no Brasil

 

A Terapia Assistida por Animais é muito utilizada nos Estados Unidos e nos países Europeus e Asiáticos, onde essas pesquisas começaram a ser estudadas e praticadas. No Brasil essa técnica caminha a passos lentos, devido a vários problemas técnicos e ideológicos.

Há poucos estudos brasileiros sobre a zooterapia, assim como poucos profissionais que se interessem pela área, dificultando o avanço desse tipo de tratamento. Também há poucos lugares que ensinem esse tipo de especialização, isso, muitas vezes, obrigando os profissionais a se especializarem fora do Brasil.

Há também alguns conflitos ideológicos das entidades protetoras dos animais, que acusam os humanos de estarem se aproveitando dos animais. Esse é um termo ainda em estudo, não foi comprovado cem por cento que o animal não seja afetado emocionalmente durante o processo. Alguns estudos indicam que sim, mas muitos outros indicam que isso só melhora o bem estar do bichinho.

Independente disso, é possível encontrar o tratamento no Brasil, apesar de escasso. Os grandes centros possuem profissionais especializados e até ambientes próprios para o tratamento com zooterapia, além de alguns hospitais já permitirem a visita dos bichos de estimação aos seus donos enfermos que estiverem recebendo tratamento.

A zooterapia é uma técnica nova e bastante interessante, ela não dá a cura certa, mas com certeza é um meio divertido e alternativo de tratamento que pode ser usado como opção para todo o tipo de paciente, tornando seu dia a dia um pouco melhor.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/zooterapia/

Categorias:
Comportamento dos Cães, Saúde do Cachorro, Comportamento dos Gatos, Saúde do Gatos
Tags:
animais, bichanos, cachorros, cães, cão, felinos, gatos, pets, terapia assistida, zooterapia

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados