Vira-Lata - Os cães sem raça definida | CachorroGato

Vira-Lata - Os cães sem raça definida

Entenda a diferença entre vira-lata e cão de rua

Conhecidos também por “SRD” (sem raça definida), os cães vira-lata são todos aqueles que não possuem uma única raça em sua linhagem genética.

Geralmente, cães muito levados e bagunceiros são chamados de vira-lata, devido ao fato de o termo ter surgido a partir dos cães de rua que viravam as latas de lixo das ruas em busca de comida. O que acontece, na verdade, é que hoje em dia o termo só é empregado para cães que possuam mistura de duas ou mais raças em sua linhagem. Um cão de raça pura pode ser bagunceiro, mas isso não faz dele um vira-lata.

Então todo cachorro de rua é vira-lata?

Não. Muitas vezes, um cachorro encontrado na rua pode até ser de raça pura (quando mãe e pai são da mesma raça), e está na rua por ter se perdido dos seus donos ou até mesmo sido abandonado por eles.e saiba mais sobre cachorros de rua.

Do mesmo jeito, nem todo vira-lata é cachorro de rua. Ao passo que antigamente os dois termos eram sinônimos, hoje em dia vira-lata é qualquer cão que venha de uma mistura de raças, seja ele morador de rua ou de um lar qualquer.

Vira-lata - Os cães sem raça definida

Leia Mais: Veja quais são os melhores pets para apartamento

Cachorro vira-lata é mesmo mais resistente que os demais?

Sim, isso pode acontecer. Principalmente devido ao fato de ser uma mistura de mais de uma raça, o cachorro acaba adquirindo mais resistência. Além disso, algumas doenças tem tendência maior para determinadas raças, o que faz com que um cachorro que não seja puramente de tal raça possua menos chance de contrair a doença específica dela.

Contudo, ao mesmo tempo que essa mistura de raças acarreta na maior resistência física do cão, ela também retira a previsibilidade na aparência e na personalidade do cão. Ao não ter certeza sobre quais características de qual raça irão prevalecer no animal, fica mais difícil prever quanto ele irá crescer e como ele irá se comportar, por exemplo.

Isso, porém, não deve desanimar uma pessoa que pensa em adotar um cachorro SRD, vira-lata, principalmente no que se trata da personalidade e do comportamento do cão. O modo como ele vai se comportar em sua casa varia muito mais de acordo com o tratamento e o treinamento pelo qual ele irá passar do que pela característica dessa ou daquela raça. Mesmo um cão com grandes tendências a ser bagunceiro, com o treinamento correto, ele pode ser uma companhia tranquila e não dar trabalho algum.

Participe do projeto do Documentário Vira-Latas

Com o intuito de conscientizar a população brasileira em relação aos cães vira-lata, o publicitário Tiago Ferigoli iniciou, em 2008, um projeto especial sobre estes tão queridos e incompreendidos animais – tendo o lançamento de um livro de imagens dos cachorros SRD (Sem Raça Definida) como ponto de partida, batizado de “Vira-Latas: Os verdadeiros Cães de Raça”.

A partir disso, a vontade de levar o mundo dos vira-latas ao Brasil todo cresceu, assim como o projeto; que passou a contar, também, com a marca Animi – que atua no design e na produção de camisetas especiais que têm como estampas as imagens do livro que iniciou a empreitada, destacando a vida, o estilo e a personalidade dos cachorros vira-lata. Passados mais alguns anos, o projeto começa a ganhar ainda mais força e incorporar cada vez mais ações; aproximando-se cada vez mais de atingir o seu objetivo de espalhar informações e a cultura dos cães SRD por todo o País.

Faça sua doação para o Documentário Vira-Lata

Batizado de Documentário Vira-Lata, o filme rodado especialmente para o projeto conta com a participação de grandes e conhecidas personalidades brasileiras apaixonadas pelos cãezinhos sem raça; que deixam os seus recados sobre a imagem errada que esses animais ainda têm no Brasil nos dias de hoje – já que, além de estes cachorros serem abandonados com frequência, o termo ‘vira-lata’ ainda destaca uma conotação bastante negativa no País, onde ainda é muito popular e usado com grande freqüência.

O comediante Danilo Gentili, a socialite Cozete Gomes, o cantor e apresentador Ronnie Von, a atriz Juliana Didone e o ator Caco Ciocler são alguns dos nomes que fazem parte do projeto e aparecem no filme dando os seus depoimentos – no entanto, para que seja lançado nas salas de cinema de todo o Brasil, o documentário ainda precisa de verba e; para isso, conta coma  ajuda dos amantes e defensores dos cães vira-lata.

Por meio do site Kickante é possível fazer uma doação para o projeto (que pode ser no valor que o contribuinte desejar) em troca de agradecimentos nos créditos do filme ou até brindes especiais, de acordo com o valor doado. Dessa forma, as pessoas que amam os animais SRD podem ajudar para que o longa chegue logo às telonas do País, fazendo com que este documentário seja o primeiro a ser lançado com aporte 100% popular.

Além das doações, o projeto também conta com verba proveniente de parte do valor recebido com as vendas das peças de vestuário da Animi, que podem ser encontradas na loja virtual da marca. Acesse o link e CONTRIBUA para este importante projeto, ajudando para que o Documentário Vira-Latas possa chegar em todo o Brasil e iniciar o processo de conscientização que esse País tanto necessita.

 



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/vira-lata-caes-sem-raca-definida/

Categorias:
Comportamento dos Cães, Curiosidades sobre Cães
Tags:
cachorro, cães, cahorros, cão, conhecer, definida, pet, pets, raça, raças, rua, srd, vira-lata

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 10.687), formado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Unesp com Pós Graduação em Oncologia Veterinária pelo Instituto Bioethicus e Pós Graduação em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais pelo Instituto Qualittas. Responsável pelo setor de Oncologia Médica e Cirúrgica do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h. Dr. Toyota é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados