Traumas de cachorros com coleiras – Como tratar | CachorroGato

Traumas de cachorros com coleiras – Como tratar

Separamos algumas dicas para você driblar os traumas de cachorros com coleiras

Ao contrário das pessoas, os cães não conseguem se adaptar as novas opções cada vez mais comuns de moradia, sobretudo em cidades médias e grandes, baseada em lugares menores, como apartamentos. Assim, é cada vez mais necessário passear com o animal pelas ruas do bairro e parques próximos. A caminhada com o cachorro deve ser feita de preferência com algum tipo de coleira, sobretudo se o animal for de porte grande.

Porém, algumas dicas podem ser dadas para quem deseja sair acompanhado de seu animal de estimação para que ele não se traumatize com o uso de coleiras. Além disso, os traumas de cachorros com o aparelho podem ser comuns, pois boa parte das pessoas não faz nenhum tipo de treinamento para usá-la.

traumas-cachorros

 

Dicas para tratar o trauma de coleiras

As principais dicas que podem ser dadas para quem deseja passear com o cachorro e facilitar o uso da coleira são, primeiramente, acostumar o cão desde pequeno ao aparelho e fazer algumas simulações de passeio dentro da própria casa, com a finalidade de criar uma empatia entre acessório e cachorro. Outra técnica que pode ser feita é deixar o cão usar a coleira na própria casa por alguns dias, para que também se habitue ao uso.

Leia Mais: Picada de insetos em cães e gatos

Caso o cachorro já tenha certa idade e pegou algum tipo de trauma da coleira, também é aconselhável comprar guia e coleira adequadas ao tamanho do animal e usar na própria residência.

Outra técnica que pode ser usada para curar traumas de cachorros com coleira é associar o aparelho a boas situações ou coisas, como dar um petisco ou um brinquedo no momento em que for colocá-la, até o cão não se sentir incomodado com o objeto. Além de colocar, é indicado fazer um pequeno passeio com o animal sem, no entanto, forçar o cão a andar. Deixe a caminhada fluir com naturalidade.

A partir do momento que o cachorro pegar trauma da coleira, ele deve ser desfeito por etapas. Após acostumar o cão com o uso e fazer pequenos trajetos, vá aumentando a distância e o tempo do passeio. Neste momento, também deve ser evitados lugares com multidão e passar em frente a casas com outros cães, pois será maior a possibilidade de você ter que puxar a guia da coleira, o que vai dificultar para o animal perder o medo.

Porém, em último estágio, caso o cachorro resista e mantenha demonstrações de medo, o mais indicado é procurar um adestrador com experiência em comportamento para auxiliar no treinamento.

Confira os dez tipos de coleiras ideais para cães e facilite o processo de adaptação do seu pet com o novo acessório.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/traumas-cachorros/

Categorias:
Comportamento dos Cães, Moda e Beleza para Cães, Saúde do Cachorro
Tags:
adestramento, cachorros, cães, coleiras, cuidados, pets, traumas, treinamento

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados