Quero ter um cachorro! O que preciso saber? | CachorroGato

Quero ter um cachorro! O que preciso saber?

Realizando o sonho de ter um cachorro

Todo mundo, algum dia, decide que quer ter um cachorro. Mas essa é uma decisão que, se for levada à diante, deve ser muito bem planejada. É importante a análise da melhor forma de adquirir o cãozinho, o ambiente, as condições financeiras e a socialização com a família.

Então surgem as dúvidas: adotar? Comprar? Qual a raça certa pra mim? Como é a vacinação? Essas dúvidas devem ser todas respondidas antes de ter um cachorro, para evitar uma escolha precipitada que acarrete problemas com o passar do tempo.

 

O ambiente deve estar adaptado para o cachorro poder se adaptar

 

A primeira coisa que deve ser considerada antes de ter um cachorro é em qual ambiente ele irá viver. Todas as pessoas da casa devem estar dispostas a receber e a cuidar do bichinho quando necessário, para ele ter uma boa recepção e se adaptar mais facilmente.

Leia Mais: Venda de Cães - Saiba onde comprar seu pet

 

ter-um-cachorro

 

Escolha e avalie o lugar onde ele irá passar a maior parte do tempo, as coisas que devem ser mudadas de lugar para evitar problemas. O cão deve se adaptar ao ambiente, mas o lugar também deve estar pronto pra ajudar nessa adaptação. Busque um lugar calmo, para deixar a comida e a caminha do cachorrinho, onde ele possa se sentir a vontade e ficar protegido de frio, chuva e muito sol.

Outra coisa importante a ser levada em consideração é o tempo disponível para cuidar do cãozinho e suprir suas necessidades. Cachorros precisam de caminhadas diárias para se exercitar, assim não ficarão deprimidos ou hiperativos.

 

Saúde é importantíssimo

 

Uma questão muito importante na decisão de ter um cachorro é o quanto vai se gastar com ele. Como qualquer animal, ele corre o risco de ter doenças. É importante que o futuro dono pondere todas as vacinas e idas ao veterinário necessárias para a saúde do bichinho, assim como ter dinheiro disponível para possíveis emergências e cuidados extras. Vacinas e vermífugos devem ser dados nas datas certas e sem falta, para seu cão se imunizar de várias doenças.

O dono de um filhote deve estar atento ao calendário de vacinas que devem ser administradas até o quinto mês de vida do cachorrinho, juntamente com o vermífugo mensal. Quando o cão já é mais velho, deve ser levado ao veterinário para avaliação médica e medicação prescrita de acordo com o profissional.

A castração é importantíssima se a intenção não é cruzar o animal, pois evita vários problemas no aparelho reprodutor da fêmea (como câncer) e ajuda a controlar os hormônios do macho.

Há também a higiene do cão, que requer custos. Filhotes devem ficar longe dos banhos em pet shop enquanto não possuem todas as vacinas, mas depois desse período, o banho mensal é importante para manter seu bichinho longe das pulgas e bactérias nocivas. Cães de pelo longo necessitam de escovação quase diária para evitar nós nos pelos e tosa em certas épocas do ano.

 

Quero adotar e não sei onde procurar

 

A adoção é muito estimulada, por conta da quantidade de cães em abrigos e ONGs. Se gastar em um cão com pedigree está fora do orçamento, ou o futuro dono prefere adotar um cão abandonado, algumas avaliações devem ser feitas antes da escolha do cachorro ideal.

Conhecer a história do cãozinho é imprescindível, pois muitos animais de rua possuem um histórico de abuso que transforma a personalidade deles, e saber lidar com esses problemas da maneira certa é essencial. A questão da saúde do animal também é algo importante, alguns cães tem problemas físicos que requerem cuidados especiais, o que acarretaria mais gastos. Se está interessado em adotar um cão deficiente, a preparação do ambiente e disponibilidade financeira deve ser redobrada.

Algumas pessoas tem receio de adotar por achar o cão vira-lata imprevisível na questão de personalidade e tamanho, mas isso é facilmente contornável. Uma visita ao veterinário pode sanar todas as dúvidas quanto ao tipo físico do cão, e a educação da maneira certa com certeza ajudará o cão a se adaptar.

A gama de possibilidade de adoção é extensa, é só pesquisar. Há muitas ONGs de proteção aos animais, que fazem o trabalho de reabilitação de cães abandonados, onde oferecem a adoção e muitas vezes serviços básicos baratos, como castração e vacinas. Também se pode ir atrás de doadores independentes, conhecidos ou não, que tem filhotes ou animais resgatados disponíveis para a adoção.

 

Quero comprar um cachorro e não sei como escolher

 

Se a preferência é por comprar um cachorrinho, as opções podem ser mais direcionadas. Ao analisar o ambiente e a personalidade da família, é interessante traçar um perfil de raça ideal para a casa. Algumas raças são indicadas para lugares maiores, com vegetação, e outros para lugares pequenos. Também há raças que se dão melhor com crianças e com o dia a dia da família. As opções são muito variadas, e com certeza o futuro dono pode achar a raça perfeita para si.

Vale lembrar, também, que a faixa de preços dos cachorros de raça varia muito, tendo várias opções para cada orçamento. Mas é importante saber que essa é uma opção que pode sair mais cara do que a adoção. Além de todos os cuidados básicos que todo o cachorro deve ter, algumas raças exigem visitas mais frequentes ao veterinário, por terem predisposição maior a certas doenças e problemas físicos do que outros cães.

 

Se estiver indeciso sobre a melhor raça para si, consulte o nosso Guia Completo de Raças.

 

Depois de escolher a raça, chega o momento de procurar onde comprar. A melhor dica é ir a veterinários e pet shops, onde eles tem endereço de criadores na sua região. Tome o cuidado de visitar esses criadores, analisar as condições em que os cachorrinhos são criados e toda a certificação necessária. Há muitos criadores fajutos e mal intencionados por aí.

Há também a opção de compra de cachorros pela internet. Essa pode ser um pouco mais arriscada, mas é totalmente possível de ser feita com segurança. Procure sites especializados na raça escolhida, onde tenham fotos e vídeos do criadouro. Estabeleça sempre um diálogo com o criador e procure se certificar se o preço cobrado é viável para a raça oferecida.

Independente do meio em que o bichinho será adquirido é importante considerar tudo que envolve ter um cachorro e suas responsabilidades, pois ele é um animalzinho que depende do dono, precisa de cuidados, e vai levar felicidade para a sua casa.

 

ter-um-cao



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/ter-um-cachorro/

Categorias:
Comportamento dos Cães, Fases da Vida dos Cães
Tags:
adoção, adotar, cachorro, cães, cão, comprar, filhote, ter

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados