10 Cuidados com a Temperatura do Cão

Como saber se a temperatura do cão está normal?

Muitas vezes o dono toca em seu cachorro e sente que ele está muito quente, isso automaticamente o faz pensar que seu bichinho está com febre, o que nem sempre é verdade. A temperatura do cão é mais alta do que a dos humanos, ela fica entre 37,5°C e 39,5°C quando o animal está saudável, por isso os sentimos mais quentes que nós. Mas não significa que o dono não deva estar atento.

 

A temperatura dos cães também varia

 

Assim como acontece com os humanos, a temperatura do cão também varia de acordo com a idade e o ambiente. Filhotes e cães idosos podem ter a temperatura mais baixa que o normal e precisarem ser aquecidos com mais frequência, é uma condição natural do corpo devido à maior fragilidade que esses bichinhos tem.

Leia Mais: 6 Tipos de Streptococcus e Suas Principais Doenças

Quando um cão se exercita ou está em um ambiente mais quente, sua temperatura corporal também pode subir, o que pode causar a impressão de febre. Não é indicado que se tente medir a temperatura do cão com o tato, porque ela sempre vai estar mais elevada que a mão humana.


temperatura-cao


Isso não significa que seu cão estar mais quente ou mais frio que o usual seja normal, é importante observar o ambiente e o estado do seu bichinho antes de tomar decisões – tanto boas, quanto ruins – a respeito da saúde do cão.

 

Vários sintomas devem ser observados

 

É de comum conhecimento que se o nariz do cachorro está quente ou seco, quer dizer que ele está com febre. Mas isso não é totalmente verdade. O ambiente seco e quente pode ser a causa do ressecamento do nariz, não indica necessariamente que seu bichinho está doente.

O ideal é conhecer o próprio cão. Observe outros sinais além do nariz e da temperatura do corpo do cão ao toque. Cães com febre perdem o apetite, ficam menos dispostos e ativos, tem a pulsação aumentada, sentem calafrios. Mais ou menos como acontece com os humanos.

Observe seu cão por algum tempo, perceba se ele está fadigado por tempo demais, se não responde às suas chamadas como de costume. Por mais quente que esteja o ambiente, o cão não perde completamente a atividade e o apetite, se ele está assim, tem algo errado.

 

Procure sempre um veterinário

 

É imprescindível a ida ao veterinário se alguma coisa está errada com o cachorro. Não se deve medir a temperatura do cão em casa com termômetro tradicional, porque ele pode ser impreciso. O jeito ideal de medir a temperatura de um bichinho é via retal, e essa medição deve ser feita por um profissional que não vá machucar e causar um grande desconforto no animal.

É bom lembrar de jamais dar antitérmicos para o cão. É perigosíssimo dar remédios feitos para humanos a animais sem a orientação de um veterinário, mesmo que muito dito popular diga que não tem problema. Se o cão está com febre, é sinal de que algum problema há, e só tratar a febre não é o correto. O cão precisa ser examinado e medicado de acordo com a situação, e só um profissional da saúde animal pode dar esse diagnóstico e tratá-lo.

 

O cuidado com o bem estar do cão deve ser dobrado

 

Se há suspeita que a temperatura do cachorro está elevada e ele pode estar doente, mas não é possível levar ao veterinário de imediato, alguns cuidados podem ser feitos até a consulta. A hidratação do bichinho deve ser muito bem observada, o dono deve se certificar que ele está tomando água em curtos períodos de tempo. Prepare bem o ambiente para ele ficar, em um lugar arejado e aconchegante, e o enrole em um pano para se manter aquecido e aliviado.

Esses cuidados também devem ser feitos após o diagnóstico e tratamento feito pelo veterinário, até seu cãozinho estar completamente são. Dependendo da doença, a comida deve ser cuidadosamente preparada e administrada em porções certas. Se seu cão estiver muito debilitado, mantenha limpo o ambiente em que ele passa a maior parte do tempo.

É importante cuidar da temperatura do cão regularmente durante esse período, porque mesmo sem uma medição precisa se houver alteração, o médico deverá ser informado. E mesmo depois de curado, é interessante prestar atenção no cachorro, para se ele voltar a apresentar os sintomas de antes, o dono saber o que fazer.

 

Algumas dicas sobre a temperatura

 

Apesar de termos a ideia de que cães são animais extremamente resistentes ao ambiente, devemos tomar alguns cuidados quanto a exposição dos nossos cachorros, nem todas as raças estão totalmente adaptadas ao ambiente em que vivem por, na maioria das vezes, serem oriundas de outros locais ou até outros continentes e isso pode interferir muito na temperatura do cachorro.

Siga essas dicas para manter a temperatura do seu cão controlada:

  • Não passear com o animal, nem praticar exercícios ao ar livre, com o sol forte, pois isso pode levar a intermação, insolação ou hipertermia;
  • Não deixar o animal na chuva;
  • Não deixar o animal no frio, pode levar o animal a ter tosse dos canis;
  • Evitar transportar o animal em caçambas abertas no carro ou deixar o vidro aberto durante um passeio;
  • Não oferecer alimentos sólidos ou líquidos muito quentes;
  • Não oferecer alimentos sólidos ou líquidos muito gelados;
  • Não dar banho em dias frios;
  • Não dar banho com a água muito quente;
  • Sempre enxugar bem o cachorro após o banho;
  • Evitar trocas de temperatura brusca.

E aí, sobrou alguma dúvida? Acesse o nosso canal Dr. Responde e tenha contato direto com um veterinário.

temperatura-cachorro

Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/temperatura-cao/

Sugira novo tema para um artigo
Categorias:
Saúde do Cachorro
Tags:
cachorros, cães, cão, cuidados, febre, pets, temperatura

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 10.687), formado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Unesp com Pós Graduação em Oncologia Veterinária pelo Instituto Bioethicus e Pós Graduação em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais pelo Instituto Qualittas. Responsável pelo setor de Oncologia Médica e Cirúrgica do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h. Dr. Toyota é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados