Sintomas de Raiva Canina e Tratamentos

Conheça os sintomas da temida raiva canina e ajude a diagnosticar o seu pet

Possivelmente uma das doenças mais conhecidas e, portanto, temidas pelos donos de pets, a raiva deve mesmo ser levada a sério. Os sintomas de raiva canina são facilmente identificáveis e é de extrema importância que o dono, ao perceber algum sintoma em seu pet, isole o animal e procure o diagnóstico confiável com um médico veterinário.

Os sintomas de raiva canina variam um pouco de acordo com qual dos três tipos da doença foi contraído pelo cachorro e eles devem ser conhecidos, principalmente, para que o dono se conscientize da importância da vacinação anual do seu animal, uma vez que essa é a única forma de prevenir a doença.

Sintomas de raiva canina

O principal sintoma da raiva canina é a alteração no comportamento do animal. Dentre os sintomas da raiva furiosa (o tipo mais comum de raiva em cães), o cão fica muito agitado, busca locais escuros para se esconder e não responde aos chamados. A diante, ele passa a salivar muito, se tornar agressivo, não comer e a procurar água, mas sem conseguir bebê-la, além de paralisia.

Nos sintomas da raiva muda também é possível perceber os sintomas da raiva furiosa, exceto a agitação. O cachorro adoentado se torna sonolento e melancólico, apresentando paralisia principalmente no maxilar e se agravando com o decorrer do tempo.

Leia Mais: Aplique o tratamento de giárdia para livrar seu pet desse mal

Já os sintomas da raiva intestinal, que é o tipo de raiva mais raro, o cão apresenta vômitos e cólicas constantes por cerca de dois ou três dias, até falecer. Não existe agressividade e paralisia, como nos outros dois tipos.

É válido lembrar que a raiva canina é transmitida através do contato com a saliva de um animal contaminado, como através da mordida, portanto a percepção dos sintomas de raiva canina é importante, principalmente, para haver o isolamento do cachorro adoentado, evitando, assim, que outros animais ou até mesmo pessoas sejam acometidos pela doença. Assim como nos animais, a raiva canina também é fatal para as pessoas não vacinadas, não havendo tratamento possível uma vez apresentados os sintomas.

Deve-se sempre, em caso de contato com um animal com suspeita ou diagnóstico de raiva canina, isolar o animal, mantê-lo em quarentena e levar o indivíduo que sofreu agressão para o hospital de infectocontagiosas mais próximo, quanto mais rápido for introduzido o antídoto, ou seja, a vacina pós-contaminação, mais chances de uma imunização efetiva antes de uma infecção fatal.

Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/sintomas-raiva-canina-2/

Sugira novo tema para um artigo
Categorias:
Saúde do Cachorro
Tags:
ajuda, cachorro, cachorros, cães, canina, cão, curar, diagnosticado, doença, dono, identificar, pet, raiva, sintomas, tratamentos

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 10.687), formado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Unesp com Pós Graduação em Oncologia Veterinária pelo Instituto Bioethicus e Pós Graduação em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais pelo Instituto Qualittas. Responsável pelo setor de Oncologia Médica e Cirúrgica do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h. Dr. Toyota é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados