Seresto – a melhor relação custo-benefício | CachorroGato

Seresto – a melhor relação custo-benefício

Conheça os benefícios dos produtos Seresto para cães e gatos

Há um grande impasse no mercado de pets quanto à Coleira Seresto. Muitos alegam não vender o parasiticida por ter um alto valor perante a concorrência. E é neste contexto que o seu custo-benefício ganha forças, já que muitos atributos dela a colocam entre as melhores opções, se não a melhor do mercado.

Sua eficácia é indiscutível, assim como a facilidade do manuseio e na utilização, em que o animal, seja um cachorro ou um gato, utiliza o produto de forma natural, como um acessório usual em seu dia a dia. Não incomoda, não causa dores, alergias, mau-cheiro e é segura.

 

Seresto combate, controla e previne

 

Seresto sai na frente quando comparada aos demais produtos para a mesma finalidade primeiramente pela sua durabilidade de até 8 meses. Ou seja, você tem um acessório que irá fazer efeito por quase um ano, impedindo que o animal tenha diversos malefícios, já que a coleira irá combatê-los diariamente. As principais vítimas de Seresto são as pulgas, carrapatos e a Leishmaniose.

As pulgas são grandes causadoras de muitos desconfortos e doenças ao cachorro ou ao gato, principalmente nas épocas quentes, em que elas encontram situação favorável para a sua reprodução. Dermatites alérgicas à picada, transmissões de vermes e debactérias, assim como anemia ou estresse são alguns dos muitos efeitos que pulgas podem causar.

Por conta desses problemas, o pet pode ter perda da pelagem, lesões de pele, diarreia, ataques convulsivos, irritabilidade ao ponto de chegar a atacar às pessoas pelo grande grau da coceira ou, em casos de filhotes ou idosos, o óbito ocasionado pela anemia, da qual eles não tem forças para a recuperação.

O carrapato é outro vilão da saúde dos animais muito conhecido pelos tutores de pets, por isso, precaver-se é a melhor saída. Esses aracnídeos se alimentam do sangue do cachorro ou do gato após picarem e se fixarem na pele. Mesmo que nem todos os carrapatos estejam infectados por agentes causadores de doenças, pois somente quando eles são portadores é que se tornam “pontes” na transmissão de enfermidades, é imprescindível proteger os pets dessa ameaça.Dentre as doenças causadas por carrapatos, podemos citar:

 

  • Babesiose (ou Doença do Carrapato): é originária do carrapato que possui o protozoário Babesia canis, transmitindo a zoonose para o pet no momento da picada, a qual ataca as células vermelhas do sangue. É considerada muito perigosa porque seus sintomas podem demorar meses para surgirem, fazendo com que a anemia esteja em um estado avançado quando descoberta. Por isso, caso seja percebido cansaço, febre, calafrios, mal-estar, dores no corpo e diminuição no apetite, o animal deve ser levado imediatamente ao veterinário;
  • Doença de Lyme: trata-se de uma infecção proveniente da bactéria Borrelia burgdorferi, que compromete diversos órgãos, entre eles o coração, a pele, o sistema nervoso e as articulações. Os sintomas mais comuns são febre, dores e letargia, onde ele dorme demais ou perde a consciência. Não há vacina contra essa doença, o que faz com que a prevenção seja mais do que necessária para garantir o bem-estar do animal;
  • Erliquiose ou erlichiose: esta é uma enfermidade mais comum em cachorros, mas também podem acometer gatos. Ao picar o cachorro, o carrapato injeta uma bactéria da espécie Ehrlichia canis, ocasionando uma infecção. Os sintomas podem levar anos para iniciarem. A presença deste microrganismo só consegue ser avaliada por meio de exames laboratoriais, porém, alguns sinais podem indicar que o pet esteja infectado: sangramentos (principalmente pelo nariz), falta de apetite, anemia, fraqueza, manchas avermelhadas na pele, moleza e longos períodos de sono;
  • Febre Maculosa: esta doença pode ser percebida em humanos de 2 a 14 dias após o carrapato infectado pelo carrapato Amblyoma cajennense, também conhecido como carrapato estrela, picar o homem. Ele é um vetor entre o humano e a bactéria Rickettsia ricketsii. Assim como o próprio nome da doença sugere, ela causa estados febris, porém de forma aguda e rápida. E o maior entrave é que por conta da febre, muitos confundem a febre maculosa como um pequeno mal-estar isolado no homem, demorando a tratá-lo. Com isso, a intensidade da evolução pode se tornar irreversível.

 

Por fim, devemos citar todos os problemas que a Leishmaniose pode causar. Mesmo que ela seja alvo de muitas campanhas de prevenção espalhadas por todo o Brasil, ainda assim é uma das doenças que mais atingem o mundo dos pet. Também chamada de Leishmaniose Visceral Canina, ela é silenciosa, ficando em um período de incubação que pode levar anos até se manifestar.

Os locais do corpo comprometidos por essa zoonose são a medula óssea, o fígado, os gânglios linfáticos, a pele e o baço. Mesmo com transfusão de sangue, não há como curar o animal, restando somente o tratamento.

Os indícios mais habituais que mostram a infecção do pet por essa doença são:

  • Perda de peso
  • Conjuntivites
  • Diarreias
  • Pelos sem vida e brilho
  • Fissuras ou feridas na pele
  • Falta de apetite
  • Anemia
  • Vômitos
  • Úlceras
  • Moleza
  • Sonolência
  • Seborreias (por conta das feridas que não cicatrizam)
  • Inchaço dos órgãos comprometidos: gânglios, baço, abdômen, fígado (causando insuficiência renal como consequência) e hemorragias.

 

Sendo assim, a prevenção é a melhor alternativa para garantir a saúde, a qualidade de vida e a própria vitalidade do animal. E Seresto é um produto que engloba todas estas necessidades, reduzindo a transmissão destas doenças, prevenindo o pet de ser infectado por alguma dessas enfermidades e combatendo estas ameaças em todos os animais que utilizam a coleira. Vale lembrar: Seresto é a única no mercado a incluir a Leishmaniose em sua tecnologia de prevenção por até 8 meses para cães e gatos!

 

Proteção contra doenças = Economia em longo prazo

 

Este é mais um dos benefícios ao investir na compra de Seresto. Sua ação começa de maneira imediata, eliminando 99,8% das pulgas em até 24 horas e 97% dos carrapatos em até 48 horas. Além disto, sua fórmula inodora não causa danos aos animais, é resistente à água, possui sistema de segurança contra enforcamento e tem liberação controlada da sua patente tecnológica.

Quando se fala em custo-benefício, a Coleira Seresto oferece economia de tempo e dinheiro. Se o seu pet terá até 8 meses de proteção utilizando Seresto, ele não necessitará de 8 doses da aplicação das pipetas de uso local mensal, assim como também não terá de usar comprimidos parasiticidas nos quais nesse último, todos os parasitas precisam picar o animal para morrer.

E se ele for infectado por alguma zoonose? Mais gastos estarão nessa conta, além do sofrimento por ver o pet passando por momentos de complicação, além da correria e tempo consumidos com o tratamento adequado à doença em questão. E nem vale a pena pensarmos em algo pior, não é?

A praticidade é uma virtude que muitas pessoas requerem em suas vidas, o que é um fator inquestionável com Seresto. E saber que o seu amigão (ou amigona) está resguardado por tanto tempo, de uma maneira eficaz, sem que você tenha de marcar no calendário quando deve dar a próxima dose ou sair para comprar os remédios mês a mês realmente faz da Coleira Seresto um ótimo negócio.

Isto sem contarmos que o produto não solta pó, não tem cheiro, é resistente à água e pode ser usado em cães ou gatos, mesmo ainda filhotes: com 7 semanas de vida nos cães e 10 semanas para os felinos. Ou seja, adultos ou bebês, eles podem ser protegidos 24 horas por dia, por até 8 meses, dando ao tutor a certeza de que ele está feliz e livre das zoonoses que o produto combate.

 

Vários produtos em um só

 

Mais uma vez vale ressaltar: se uma coleira Seresto oferece proteção contínua contra diversas doenças, não há motivos para se preocupar com comprimidos, aplicações de injeções, hábitos de prevenção mensais, entre outros, pois em um único produto você pode ter tudo isso.

A Coleira Seresto mata as pulgas, piolhos e carrapatos antes mesmo que eles cheguem a picar o animal, prevenindo também a Leishmaniose, por agir antecipadamente ao ataque do vetor. Também é uma ótima maneira de auxiliar no extermínio das larvas das pulgas, porque especialmente no verão, elas se proliferam de maneira rápida no ambiente em que o animal vive e como essas larvas se alimentam de pelos e pele resultantes da descamação natural, irão se intoxicar ao se alimentar pois pelos e pele estarão impregnados pelos princípios ativos de Seresto

Tem dúvidas quanto ao período de ação? Assim que você coloca a coleira no pet, ele começa a ser protegido contra pulgas, que são exterminadas em 99,8% em até 24 horas. Para os carrapatos, Seresto tem um efeito de eliminação em 48 horas, com 97% de eficácia. E, assim, durante 8 meses a coleira tem a eficácia ideal para assegurar o bem-estar do animal.

Para finalizar, é importante ressaltar que o produto é totalmente seguro para as pessoas, os animais e o próprio meio ambiente, o que é uma benefício inestimável para a vida de todos.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/seresto-a-melhor-relacao-custo-beneficio/

Categorias:

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados