Repelente de Cachorro - Onde o seu cão pode e não pode ficar | CachorroGato

Repelente de Cachorro - Onde o seu cão pode e não pode ficar

Usando o repelente de cachorro para ajudar na educação do seu cachorro

Muitas vezes é complicado treinar o cão rapidamente para que ele aprenda onde deve fazer suas necessidades ou onde não deve sentar. Algumas técnicas de treinamento são muito eficazes para resolver essas questões, mas em alguns casos elas levam mais tempo do que o dono gostaria. Para isso foi inventado o repelente de cachorro, que é de grande ajuda ao dono para ensinar boas maneiras ao seu cãozinho.

O repelente de cachorro é uma fórmula feita de odores naturais que os cães detestam que vem em forma de spray para ser borrifado nos lugares necessários. Ele tem componentes de cheiro cítrico e óleos que os cães fogem quando sentem o cheiro, mas que para os humano é um aroma bastante agradável.

 

Como funciona o repelente de cachorro?

 

O olfato canino é muito mais apurado do que o humano, por isso o cheiro é tão insuportável para eles e para os donos às vezes quase não cheira a nada. Cães se relacionam com outros animais e com os lugares onde passam através do cheiro, o ato de marcar o território através da urina é um exemplo disso. Com o repelente para cães, seu bichinho não vai querer marcar território pela casa por não se familiarizar com o cheiro deixado pelo repelente.

Leia Mais: Carrapato em Cachorros – O que fazer?

repelente-cachorro

O produto deve ser aplicado com cuidado e nunca de forma exagerada, para não encher o ambiente inteiro com aquele cheiro e deixar seu cão desconfortável dentro de casa. É ideal que a área suja pelo cão seja bem limpa para tirar o cheiro que ele deixou antes do spray ser aplicado, para não confundir os cheiros.

Esses sprays são seguros para os móveis na maioria das vezes, mas é indicado que seja feito um pequeno teste antes para ter certeza de que não vai estragar de forma nenhuma a superfície. Siga sempre o modo de usar que vem escrito no frasco, aplicando quantas vezes for necessário e na distância correta, para não dar efeito errado.

 

O repelente de cães não prejudica a saúde do cão

 

Alguns donos podem pensar que o produto pode prejudicar a saúde do cão, mas ele não oferece perigo algum. Esses sprays são feitos e testados especialmente para esse uso, seu cão só não vai gostar do cheiro e ficar longe, não causará problema nenhum à saúde dele.

Obviamente é bom procurar aconselhamento veterinário, até para saber se a marca usada é boa ou se existe alguma melhor. Se estiver pensando em comprar esse tipo de produto, pesquise sobre a marca e seus componentes, para se certificar da qualidade.

Jamais jogue ou deixe alguém jogar o repelente diretamente no cão, mesmo que seja só de brincadeira. O cheiro é realmente ruim para eles, e ficar com esse cheiro no corpo ou no focinho seria extremamente desagradável para seu pet por dias.

 

É possível fazer repelente canino caseiro

 

Os preços dos repelentes para cães não são os mais baratos, principalmente se for uma marca de boa qualidade. Há algumas dicas que podem ser dadas para criar o repelente caseiro com produtos de fácil acesso como vinagre, limão e álcool.

A amônia também é indicada para se misturar à fórmula por ter o cheiro bem forte para os cães, mas ela pode ser prejudicial aos móveis da casa, então é bom tomar muito cuidado.

Se for usar repelentes caseiros, use bolas de algodão ou lenços absorventes para colocar os produtos indicados e deixe-os soltos pelos locais que quer manter o cachorro afastado. Só tome bastante cuidado para não deixar o cheiro insuportável tanto para eles quanto para os humanos e ainda mais cuidado para o cão não comer o algodão.

 

O uso do repelente em ambientes externos

 

Seu cão gosta de comer e cavar nas flores? O repelente pode ser útil para evitar que seu bichinho destrua seu jardim. Se o repelente usado for o industrializado, informe-se se ele é seguro para suas plantas, para evitar prejudicá-las. A fórmula pode ter algum componente que resseque a flor e acabe estragando seu jardim.

repelente-caes

Se há muita dúvida quanto ao uso de repelente industrializado para cachorro em flores, opte pelo caseiro. Deixe o vinagre aberto pelos locais onde deseja manter seu cão afastado, mas sempre com muita proteção para que seu bichinho ou qualquer outro visitante tente ingerir por curiosidade.

A opção mais segura para a saúde tanto das plantas quanto do cão é espalhar rodelas de frutas cítricas com cheiro bem forte, como o limão, em cantos que deseja que o cão se mantenha afastado. É claro, as frutas devem ser trocadas em alguns dias, pois elas apodrecem e, além de perderem o cheiro, podem ser ingeridas, causando problemas digestivos.

Tente educar seu cão desde cedo para ele saber a hora certa de fazer suas necessidades e onde pode dormir dentro de casa. Lembre-se também de passear regularmente com seu cachorro, para ele aprender a fazer suas necessidades durante os passeios e se exercitar para não gerar estresse, que é o maior causador de eventuais buracos no jardim.

 

Repelente ultrassônico

 

Há também a opção de repelente ultrassônico ou apito para cães, mas esse produto não serve para afastar seu cão de fazer as necessidades em um lugar indesejado ou cavar suas plantas. O repelente sonoro tem utilidade para afastar cães, precisamente. Ele possui um barulho agudo muito baixo para o ouvido humano, mas que gera uma irritação para os cães, pois eles tem a audição muitas vezes mais apurada que a de um humano. Esse barulho repele o cão, que procura se afastar de onde ele vem.

Esse tipo de apito é muito utilizado para quem tem cães que costumam latir muito, pois isso os distrai e faz entender que é para parar e se afastar. Outra utilidade é para afastar cachorros que gostam de rondar os jardins ou comer a comida de outros cães. O dono pode acionar o apito sempre que precisar que um cão fuja.

Os tamanhos e qualidade dos repelentes ultrassônicos são variados. Há as máquinas de programar, que podem ser deixadas em um lugar específico e programadas para emitir o som de tempos em tempos e manter algum cão que seja problema afastado. Esse tipo de produto é muito utilizado em jardins ou locais com flores.

Os mais comuns são os apitos de mão, que são controles com botões onde se controla a intensidade e duração do apito. Alguns mais modernos apresentam vários níveis de som, que podem ser utilizados, inclusive, a longa distância.

Os repelentes sonoros não apresentam perigo nenhum para a audição do seu cão, se for usado de maneira correta e à distância segura. É importante sempre lembrar que o som produzido incomoda o cão, então, se for feito muito de perto, pode causar problemas de audição e até reações defensivas do cão inesperadas. Cuidado.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/repelente-cachorro/

Categorias:
Saúde do Cachorro
Tags:
adestramento, cachorros, cães, cão, educação, pets, repelente

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados