Raio-X digital em cães e gatos | CachorroGato

Raio-X digital em cães e gatos

Saiba como funciona o processo de raio-x digital em cães e gatos e que tipo de facilidades esse exame de imagem pode trazer para os profissionais da medicina veterinária

Disponibilizando cada vem mais precisão e qualidade nos exames de imagem no mundo da medicina veterinária, o raio-X digital em cães e gatos é uma ferramenta inovadora para melhorar o processo de diagnóstico em animais de pequeno e grande porte – facilitando a identificação de patologias das mais diversas e, com isso, o seu tratamento.

Destacando qualidades essenciais no que se refere ao bem-estar dos animais – como a exclusão de um procedimento invasivo e desconfortável para a investigação de possíveis doenças que acometam os pets – o raio-X digital em cães e gatos consiste em um processo rápido e indolor; capaz de avaliar a anatomia e o funcionamento do organismo animal de maneira ampla.

Raio-X digital em cães e gatos

Levando em conta o fato de que, por mais adestrado e esperto que seja um cão ou gato, ele não terá a capacidade de comunicar ao seu dono ou ao seumédico o que lhe causa dor ou desconforto, este exame de imagem veterinário possui muitas aplicações edestaca alguns benefícios em relação a outros. Levando em conta a sua forma não-invasiva de realização e a rapidez na leitura de seus resultados, tal exame facilita a descoberta de doenças e problemas diversos de maneira rápida e eficiente como, por exemplo, a pesquisa de materiais indevidos que o animal possa ter ingerido ou que estejam afetando a saúde dos bichinhos de estimação.

Similar aos modelos e formatos do maquinário de exames de imagem usados no mundo da medicina humana, o equipamento de raio-X digital para cachorros e gatos possibilita realizar exames em consultórios, clínicas e hospitais, assim como à campo, atendendo desde pequenos animais como cães e gatos como, também, animais silvestres e de grande porte, como os equinos, com a mesma qualidade.

Contando com cada vez mais avanços tecnológicos que podem facilitar os diagnósticos e tratamentos dos bichinhos de estimação tão queridos por seus donos, o mundo da medicina veterinária e dos exames de imagem em animais caminha a passos largos em direção ao sucesso – oferecendo formas cada vez mais práticas e eficientes para promover o bem-estar e dar qualidade de vida para cães e gatos, entre outros animais.

Leia Mais: Primeiros socorros em caso de reação alérgica em cães e gatos

Confira, a seguir, um pouco mais sobre o universo dos exames de imagem veterinários e do raio-X em cães e gatos, entendendo melhor seu funcionamento e a grande ajuda que proporciona para os profissionais da medicina veterinária:

O exame radiográfico em cães e gatos

Conforme citado anteriormente, uma das principais vantagens do exame de raio-X é o fato de não ser invasivo para os cães e gatos. Em contrapartida, em determinados casos - como nas ocorrências de fraturas e grandes lesões nos pets - o posicionamento preciso exigido para a eficácia do exame de imagem pode causar algum desconforto para o animal (em função da dor, por exemplo), sendo que isso pode ser facilmente resolvido por meio de anestesias ou da sedação do animal na maioria dos casos.

Realizada em uma fração de segundo, a radiografia digital em pets é um processo absolutamente rápido, preciso e indolor para os animais – que ainda podem contar com o conforto e a segurança de ter seus donos junto à eles na hora da sua realização; exigindo, apenas, que os proprietários estejam trajando as roupas adequadas para a sua proteção radiológica, como os coletes de chumbo.

Em grande parte das vezes, 20 minutos já são o suficiente para que todas as imagens digitais do animal examinado sejam feitas – permitindo que o pet passe pelo processo de forma tranqüila com o simples acompanhamento de seu dono ou com a administração de algum tipo de sedativo (nos casos em que há dor ou desconforto).

Embora muitos possam crer que as radiografias tidas como ‘tradicionais’ são o mesmo que o raio-X digital, este pensamento é equivocado – já que, atualmente, as radiografias digitais destacam algumas vantagens importantes sobre as mais antigas (método analógico); proporcionando imagens mais detalhadas e de melhor qualidade, além de resultados mais rápidos dos exames pelo fato de não haver a necessidade da revelação química das películas.

Radiografia digital em pets

Podendo ser vistos de maneira imediata nos computadores que controlam o processo do raio-X digital, as imagens desse tipo de exame também contam com as vantagens de poderem ser compartilhadas à distância (via internet), armazenadas e consultadas com mais facilidade – permitindo a comparação de exames recentes de cães e gatos com antigos e com isso, possibilitando realizar uma análise evolutiva da patologia.

Mesmo sendo considerado um exame complementar, o RX digital pode fazer toda a diferença no tratamento e na cura de diferentes doenças, consequentemente, proporcionando o bem-estar de cachorros e gatos; já que disponibiliza imagens claras e de qualidade dos sistemas do organismo de animais. Além disso, esse tipo de exame ainda pode dar base para que os profissionais veterinários possam identificar doenças hereditárias (ortopédicas, por exemplo), de maneira precoce – facilitando muito o direcionamento de um tratamento eficaz.

Principais indicações para o raio-X digital em cães e gatos

Facilitando a análise de diferentes partes do corpo dos cachorros e gatos, o raio-X digital é contra indicado apenas em situações extremamente específicas, como quando o animal tem muita dor e, por algum motivo, não pode ser sedado ou anestesiado para se sentir mais confortável (ou quando apresenta uma dificuldade respiratória extrema); porém, assim que assistidos de forma correta, poderão ser reencaminhados para o setor de raio-x.

Lembrando que há uma contra indicação em relação à presença de mulheres gestantes e de menores de idade na sala de exames; fora destas exceções, dificilmente um pet não poderá realizar o rx digital para uma investigação de seu estado de saúde.

As regiões mais comuns em que esse tipo de exame de imagem é requisitado e suas aplicações são as seguintes:

  • Músculo esquelético
    Usado para a verificação de fraturas, bem como verificar seu processo de consolidação/cicatrização;identificar luxações articulares; doenças ósseas relacionadas ao crescimento; processos degenerativos ósseos a articulares bem como a identificação de infecções e doenças neoplásicas ósseas.

  • Região torácica
    Permite uma análise ampla da região, possibilitando a identificação, principalmente, de algumas patologias cardiovasculares e pulmonares - incluindo a presença de tumores e metástases. Possibilita, ainda, a avaliação da região mediastinal e pleural, assim como dos segmentos torácicos do esôfago e traquéia.

  • Região abdominal
    Seu estudo pelo meio do raio-x é limitado para esta região, por tratar da avaliação de tecidos moles, porém, pode ser usado como uma ferramenta adicional ao exame ultrassonográfico, que é o de escolha, e algumas aplicações são listadas abaixo:

    - Sistema digestivo
    Permite a pesquisa e a localização de corpos estranhos radiopacos ingeridos, possibilitando, em muitos casos, detectar um processo obstrutivo secundário, identificar a torção gástrica e a avaliação do grau de retenção fecal, entre outros.

    - Sistemas urinário e genital
    Permite a pesquisa de cálculos radiopacos em vias urinárias e a realização da contagem fetal a partir do 45º dia de gestação, entre outros.

  • Crânio
    Seu estudo pelo meio do raio-x é limitado, sendo que os exames de eleição para avaliar suas porções ósseas e sistema nervoso central (incluindo os demais tecidos moles), são a tomografia computadorizada e a ressonância magnética, respectivamente; sendo que ambos, salvo raríssimas exceções, necessitam do uso de anestesia geral para a sua realização. Sua avaliação radiográfica tem, ainda, aplicações como: avaliação da dentição, das articulações temporomandibulares (ATMs), cavidade nasal, seios frontais, fraturas e identificação de neoplasias ósseas.
  • Coluna vertebral
    Seu estudo pelo meio do raio-x também é limitado, e o exame de eleição para a sua avaliação é a ressonância magnética. A avaliação radiográfica da coluna vertebral tem, ainda, aplicações como a detecção de fraturas e luxações, anormalidades ósseas e alterações degenerativas (como o “bico de papagaio”); também sendo usada como exame de triagem para casos de possíveis discopatias.

Raio-X digital veterinário

Dentre as principais aplicações do exame radiográfico em cães e gatos, podemos citar:

  • Fraturas e luxações ósseas;
  • Artroses;
  • Doenças do processo de crescimento ou alterações da postura do animal;
  • Tumores ósseos;
  • Doenças pulmonares, bem como neoplasias pulmonares;
  • Alterações da silhueta cardíaca.

É preciso ter em mente que, para que o raio-X digital em cães e gatos possa trazer facilidades no diagnóstico e no tratamento de animais, é necessário contar com a capacidade de um profissional veterinário suficientemente preparado para interpretar os exames de imagem.

Em função disso, cada vez mais cursos e processos de capacitação de profissionais veterinários em exames de imagem se apresentam no mercado de hoje - oferecendo a oportunidade de uma preparação melhor por parte dos médicos e, conseqüentemente, chances cada vez maiores de sucesso por meio de diagnósticos precisos e com o poder de indicar os caminhos certos para o tratamento e a cura das mais variadas patologias.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/raio-x-digital-caes-gatos/

Categorias:
Saúde do Cachorro, Saúde do Gatos
Tags:
exames de imagem veterinários, radiografia digital, raio-x digital em cães e gatos, raio-x digital veterinário, RX digital

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados