Raças Terrier - Qual a diferença para as outras raças? | CachorroGato

Raças Terrier - Qual a diferença para as outras raças?

É comum que o homem divida os animais em diferentes grupos com características semelhantes, mas quais são os critérios que definem as raças Terrier?

O grupo que reúne as raças Terrier surgiu na Grã-Bretanha, onde foram desenvolvidas a maior parte dessas raças. Por definição, esses cães foram criados para caçar animais que poderiam ser uma praga nas fazendas e também nas crescentes cidades da região – como, por exemplo, raposas, coelhos, texugos e ratos.

Antigamente as raças Terrier, antes de serem divididas em um grupo específico eram chamados de “terrarri”, que significa “da terra” em latim - isso porque esses cães frequentemente eram vistos cavando e trabalhando no meio da terra - existem alguns que dizem que o termo Terrier também poderia ter surgido do termo “terror”, devido à grande capacidade desses cães de afugentar os animais que perseguem.

 

racas-terrier

 

Diferente dos outros cães de caça, que possuem o porte médio a grande e são extremamente bem desenvolvidos, os cães Terriers são geralmente pequenos, de forma que possam encontrar e entrar nas tocas de suas presas. Mas quem pensa que esses cães são fáceis de lidar está muito enganado; tudo que eles não tem de tamanho eles tem de atitude e temperamento forte, precisando sempre ser muito bem adestrados para não tentarem se tornar os donos da casa nem dominar outros cães - eles não se intimidam facilmente!

Leia Mais: Quando posso sair com o filhote na rua?

Por serem cães criados para caçar e perseguir animais, é uma característica comum dos Terriers a energia de sobra durante todo o dia. Por isso é muito importante que os donos desses cães tenham tempo para brincar com seus animais ou que tenham alguém que possa fazer caminhadas diárias com seu cãozinho para ajudar a gastar toda essa energia.

 

Tipos de cães Terrier

Apesar de existirem diversas raças Terrier e cães com as mais variadas aparências e tipos, uma característica comum a todos eles é o seu temperamento forte e coragem. Para muitas dessas raças é comum que esteja no padrão da raça portar as marcas de batalha com orgulho - afinal, não são todos os cães que tem coragem de caçar animais até suas tocas sozinhos, se enfiando embaixo da terra para capturar a presa que normalmente está assustada e pronta para atacar ferozmente aquele que tentar se aproximar de seu território.

Os cães do tipo Terrier podem ser divididos em alguns grupos menores segundo suas características, como por exemplo, o modo de caçar e o seu tipo de pelagem. Quando o quesito é o modo como o cão caça, os Terriers eram treinados basicamente de duas formas; ou eles deveriam encontrar a toca de sua presa e matar o animal ali mesmo para o caçador ou então eles deveriam fazer com que o animal abandonasse a toca, para entrar no campo de visão do caçador que faria o abate da presa.

Em ambos os casos é necessário que os cães tenham muita coragem, energia e dedicação para não desistirem de suas buscas no meio da caça. Como precisavam entrar em locais escondidos e muitas vezes difíceis de serem alcançados, as raças Terrier foram criadas para terem um porte pequeno e principalmente, pernas pequenas, para que pudessem entrar nessas tocas sem muito esforço.

Quando o quesito de divisão dos Terrier é a sua pelagem, eles são divididos entre raças de pelo curto ou liso - como por exemplo o Fox Terrier - e pelo longo ou duro - como é o caso do Terrier Escocês.

 

racas-terrier-west-highland-white-terrier

 

O Terrier e as brigas de cães

Por serem cães extremamente valentes e que não se intimidam com facilidade, durante muito tempo, quando as brigas de cães ainda eram famosas, muitas raças Terrier foram usadas nas rinhas por toda a Europa. Uma das raças mais conhecidas nesse ramo é o Bull Terrier, que podia lutar e ganhar de adversários maiores que eles graças à sua grande força, energia e determinação.

Apesar das lutas de cães serem clandestinas hoje em dia, algumas dessas raças ainda são vistas com cautela por muitos possíveis compradores por ainda serem fortes - tanto fisicamente quanto em seu temperamento -, mas é sempre necessário ressaltar que o comportamento de seu cão será determinado pelo tipo de criação que você dará a ele. Uma raça que antes foi utilizada para as rinhas, hoje em dia pode ser tão amigável e tranquilo como qualquer outra, desde que lhe seja dado o treinamento certo.

 

As raças Terrier britânicas

Uma outra curiosidade sobre os cães do tipo Terrier é que grande parte dessas raças foram criadas na região da Grã-Bretanha. Praticamente todas as ilhas britânicas produziram pelo menos uma raça Terrier, mas apesar disso, boa parte dessas raças está extinta ou acabou se fundindo com outras raças mais populares. Existem ainda algumas poucas raças que são tão raras que não é possível dizer precisamente em qual região elas são mais frequentes.

Apesar disso, a Inglaterra, Irlanda, Escócia e Gales mantém uma grande variedade de raças de cães Terriers típicas, como, por exemplo, o Bull Terrier e o West Highland White Terrier – quem não lembra desse cãozinho branco, muito simpático e que fez um sucesso enorme estrelando as propagandas de um portal de internet no Brasil?

A Irlanda e Gales também contribuíram com as raças Terrier, apresentando o Kerry Blue Terrier o Sealyham Terrier, respectivamente.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/racas-terrier/

Categorias:
Curiosidades sobre Cães, Fases da Vida dos Cães
Tags:
cachorros, cães, cão, curiosidades, pets, raças, terrier

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados