Ração terapêutica para cães e gatos | CachorroGato

Ração terapêutica para cães e gatos

Saiba de que forma a ração terapêutica para cães e gatos pode ajudar seu pet e que tipo de doenças ela pode amenizar

O mercado pet dos dias de hoje já oferece opções muito variadas no que se refere a alimentação para animais, diferenciadas por preços, qualidade e até funções. Seguindo essa onda, a ração terapêutica para cães e gatos ganha cada vez mais espaço neste universo – já que, além de ser nutricionalmente balanceada, também destaca a capacidade de amenizar uma série de problemas de saúde que afetam a vida de muitos animais caninos ou felinos.

Justamente por ter o poder de auxiliar no tratamento de diversas enfermidades em animais, a ração terapêutica para cães e gatos deve ser indicada por veterinários; pois, tanto as porções como o número de refeições que devem ser feitas (além do intervalo entre elas) pelos pets em tratamento deve ser avaliadas de forma criteriosa pelos profissionais da saúde animal, que terão condições de indicar o que é mais adequado pra cada animal tendo sua doença, peso, porte e mais uma série de fatores como base.

Ração terapêutica para cães e gatos

Embora o mercado já disponibilize diferentes opções de rações terapêuticas para pets, também há donos de bichinho de estimação que preferem optar pela produção caseira desse tipo de alimento; tendo em vista que, com a chance de fazer a mistura de ingredientes que podem ajudar a melhorar alguma enfermidade do animal por conta própria (sem deixar de lado, é claro, a indicação nutricional de um veterinário), estes ganham, também, a oportunidade de elaborar refeições totalmente voltadas para a doença e as condições de um animal específico – algo que não ocorre quando a ração é industrializada.

Embora haja quem prefira as rações terapêuticas feitas em casa pelo motivo já descrito, na maioria das vezes em que isso é indicado por um profissional veterinário, a motivação ocorre em função de algum tipo de intolerância às rações terapêuticas industrializadas por parte do animal – podendo, ao invés de ajudar, piorar a situação de saúde do pet, que passa a perder peso e não apresenta a resposta desejada ao auxílio que o produto pretende oferecer. Porém, o mais usado são rações industrializadas, devido à dificuldade de encontrar e processar os alimentos indicados.

Podendo ajudar a melhorar as condições de saúde de cães e gatos com as mais diversas disfunções ou doenças, as rações terapêuticas ganham cada vez mais espaço e variedade no mercado pet de hoje e, neste artigo, você fica por dentro das principais funções e indicações desse tipo de alimento para animais.

Leia Mais: Diarreia em gatos pode indicar problemas maiores

Principais indicações da ração terapêutica para cães e gatos

Conforme citado anteriormente, as rações terapêuticas industrializadas disponíveis no mercado de hoje são capazes de ajudar no tratamento de enfermidades e também na manutenção da saúde de animais como cães e gatos – tornando-se, por isso, cada vez mais indicadas por profissionais e mais presentes nas gôndolas e prateleiras de pet shops e estabelecimentos que fornecem alimentos para o mundo pet.

Desenvolvidas a partir de ingredientes de grande qualidade e valor nutritivo, esses produtos também costumam ser bem mais caros quando comparados às rações tradicionais do mercado. Em função disso, muitos donos de pets que já apresentam algum tipo de problema acabam ignorando o auxílio que esse alimento específico pode trazer – deixando de lado a oportunidade de usá-lo como uma forma de manter a saúde de seus bichinhos de estimação e até de evitar (ou, pelo menos retardar) o surgimento de complicações mais sérias.

No entanto, a economia feita nestes casos acaba não fazendo sentido algum; já que, de frente com o problema realmente instalado no corpo do animal, o seu tutor acaba tendo gastos muito maiores com consultas com médicos veterinários e até com a resolução de emergências que podem ocorrer em função das enfermidades que acometem o animal – desembolsando quantias incomparavelmente maiores do que as que seriam necessárias para retardar o aparecimento de problemas com as rações terapêuticas.

Conforme citado na introdução, esse tipo de alimento só deve ser oferecido ao seu pet com a devida indicação de um profissional veterinário; e não é nada indicado que os donos de animais de estimação iniciem esse tipo de dieta na vida de seus pets sem, antes, passar por uma consulta – mesmo que os sintomas de seu cão ou gato sejam similares aos que podem ser tratados e amenizados com estes produtos.

Quando é a hora de usar a ração terapêutica para animais

O uso da ração errada ou feita sem a necessidade pode, ao invés de ajudar, acabar provocando novos e graves problemas para a saúde do animal e, por isso, é fundamental lembrar-se de consultar um profissional antes de tomar qualquer providência. Confira, a seguir, quais são as principais indicações pra o uso de rações terapêuticas para cachorros e gatos:

  • Obesidade

    O excesso de ração tradicional (ou comida caseira, mesmo que balanceada) e a falta de atividades físicas são fatores que podem, em pouco tempo, levar um cão ou gato a ter um sobrepeso que pode lhe causar uma série de outros problemas. Nos dias de hoje, a ração terapêutica é uma poderosa ferramenta de auxílio no combate à obesidade, já que conta com baixos níveis de calorias na sua composição e, com isso, permite que seja feita a prevenção da do aumento de peso excessivo – assim como a manutenção como a perda do peso de animais já obesos (combinando a alimentação com exercícios físicos e outras indicações que possam ser feitas pelo veterinário).

  • Diabetes

    Podendo ocorrer,também, em função da obesidade em animais, a diabetes é outra doença crônica que pode contar com as rações terapêuticas como uma ferramenta de auxílio – já que, contando com formulações de altos teores de fibras e baixos teores de gordura e açúcares, as rações terapêuticas desenvolvidas para cães e gatos que sofrem com a esta doença específica podem tanto ajudar a diminuir e controlar os níveis de glicemia como, ainda, incentivar a perda de peso do pet.

  • Cardiopatias

    Os cães e gatos com problemas no coração também podem encontrar benefícios ao introduzir as rações terapêuticas na dieta. Formulada com altos níveis de proteína, esse tipo de ração é indicado para animais cardiopatas – no entanto, pode ser altamente prejudicial para cães e gatos com problemas no sistema urinário, já que os altos teores de proteína podem influenciar no aparecimento de cálculos urinários. 

  • Problemas no sistema urinário

    Os problemas do trato urinário de felinos (DTUIF) ou de cães também desfrutam de melhorias com a administração da ração terapêutica, que auxilia na dissolução e na prevenção contra a formação de diversos tipos de cálculo - e o tipo de ração terapêutica (no caso, urinary) a ser escolhida vai depender do tipo de cálculo presente no animal, que será diagnosticado por meio da sua análise.
  • Problemas no sistema digestivo (gastrointestinal)

    Até mesmo os animais que sofrem com diarreias crônicas e outros problemas ligados ao sistema digestivo podem ter diferentes benefícios ao ingerir as rações desse tipo, pois, elas promovem uma nutrição mais balanceada para que a digestão do animal evolua de forma mais adequada.

  • Problemas no sistema renal (doenças e insuficiências renais)

    Provocando uma série de sintomas nos animais afetados – e tido como uma das principais enfermidades em pets de pequeno porte na atualidade, com altos níveis de mortalidade – as patologias e a insuficiência renal exigem altos níveis de cuidados. Neste caso, as rações terapêuticas para animais são formuladas de forma a diminuir a carga de trabalho dos rins do animal, sendo formuladas com níveis bem abaixo do que normalmente é visto em rações normais de proteína, sódio e fósforo.Por isto, esta ração não deve ser oferecida a cães saudáveis.

  • Problemas dermatológicos

    Embora muitos não vejam a ligação entre alimentação e o surgimento de problemas de pele, muitas dermatites podem acometer cães e gatos em função de alergias desencadeadas por causa da ingestão de alimentos inadequados – e, nos dias de hoje, o mercado de rações terapêuticas já conta com produtos tidos como ‘hipoalergênicos’, que garantes uma alimentação rica em nutrientes para o animal sem que haja riscos para o aparecimento de disfunções dermatológicas.

Ração terapêutica industrializada x Ração terapêutica caseira

Ainda hoje há muita discussão entre os que defendem que as rações terapêuticas industrializadas e as caseiras; sendo que um dos principais e mais importantes argumentos de quem defende a produção de alimentos caseiros como forma de terapia é a de que a ração indicada para um problema poderia, em alguns casos, piorar outros.

Um bom exemplo disso é o que se refere a animais cardiopatas e com problemas renais ou no sistema urinário – já que, neste caso, se o animal seguir uma dieta com rações terapêuticas para cardiopatias (rica em proteínas), pode piorar a sua situação renal e urinária, já que os teores altos de proteína podem incentivar a formação de cálculos.

Rações terapêuticas para cachorros e gatos

Entretanto, conforme explicado anteriormente, esse tipo de problema não ocorre quando o tutor do animal tem o cuidado de levar o seu pet para consultas com profissionais veterinários antes de fazer qualquer tipo de mudança na alimentação do seu bichinho de estimação – já que, ao examinar um paciente, o médico adquire o conhecimento necessário sobre a sua condição de saúde e sobre a existência de possíveis enfermidades.

Com isso, ele se torna capaz de definir diagnósticos mais concretos e, a partir daí, indicar as rações terapêuticas (industrializadas ou não) mais adequadas para as necessidades daquele pet em especial – tratando os problemas de forma correta e eficaz.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/racao-terapeutica-caes-gatos/

Categorias:
Alimentação para Cães, Saúde do Cachorro, Alimentação para Gatos, Saúde do Gatos
Tags:
alimentação nutritiva para animais, alimentação para pets, ração terapêutica, ração terapêutica para cães e gatos, ração terapêutica para pets

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV–SP 15.821) formado pela Universidade de São Paulo (USP). Mestrado em Cirurgia pelo Laboratório de Cirurgia Cardio-torácica da Universidade de São Paulo (USP). Docente do Curso de Especialização em Oftalmologia Veterinária – ANCLIVEPA – SP. Responsável pelo Setor de Cirurgia, Ortopedia e Oftalmologia do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h, atuando nas áreas de cirurgia geral, ortopédica, torácica e vascular, Oftalmologia clínica e cirúrgica e clínica geral. É integrante da equipe de veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados