Pulgas em Cachorro - Métodos de prevenção e tratamento

Saiba mais sobre pulgas em cachorros e conheça as principais técnicas para previnir e tratar o problema

As pulgas em cachorros são um problema relativamente comum e totalmente incômodo na vida dos cães e de seus donos. Causando além de muito prurido (coceira), doenças como dermatites, verminoses, anemias e sintomas de estresse nos pets, as pulgas podem trazer consequências para os cães que vão desde a perda de peso e de apetite até a infecção por vermes como a Dipilidose canina, causada pelo dipylidium caninum, causado pela ingestão, o que pode levar a diarréias com vestígios de sangue e, em casos mais graves, ataques convulsivos.

Há, hoje, uma variedade imensa de produtos no mercado indicados para o tratamento de pulgas em cachorro, e esse tipo de medicação pode ser encontrado nas mais diversas opções de aplicação, incluindo talcos, sprays, óleos e coleiras, Pour On (aquele liquido que se passa na nuca do animal) entre outros. Alguns animais podem ter reações alérgicas aos medicamentos quando as substâncias químicas entram em contato com sua pele, por isso, é importante lembrar que a maneira mais indicada de saber como tratar seu animal é consultar um veterinário.

Pulgas em Cachorros

Para os cães que ficam em casinhas na parte de fora do lar, opções de plástico são melhores que as de outros materiais, pois, não servem como ninho para as pulgas, em locais internos pisos de taco e frestas em madeira, costumam se um dos locais mais ocorrentes para o ninho de pulgas.

Tratamentos e receitas naturais feitos a partir de ervas e óleos também podem ser indicados para acabar com as pulgas em cães, e ainda têm a vantagem de não expor tanto o seu animalzinho a produtos químicos. No entanto, opções como coleiras anti-pulgas também podem ser bastante eficientes no combate desse inseto, que já conta com cerca de 2 mil espécies diferentes identificadas. Tratamentos alternativos devem sempre ser usados após uma consulta de um profissional veterinário.

Leia Mais: Conheça as causas e os remédios para dor de ouvido de cachorro

Com uma capacidade de reprodução extremamente rápida, um casal de pulgas adultas pode, em apenas 90 dias, ser responsável por até 2,5 mil jovens e 450 outros adultos, já capazes de liberar novos ovos. Tendo isso em vista, fica claro que quanto antes for identificado o problema, mais fácil fica o seu tratamento. Portanto, checar seu pet em busca de sinais de queda de pêlo, mau cheiro e descamações periodicamente é uma boa ideia para que o diagnóstico seja feito mais facilmente e o tratamento iniciado imediatamente.

As picada de pulga é responsável pela DAPP, um dermatite alérgica, muito comum entre os cachorros.

Um lembrete para a hora do uso do antipulgas para cachorros é nunca dar banho dois dias antes ou dois dias depois da aplicação, pois ele age na gordura do corpo do animal, sendo assim, ele não terá uma ação duradoura de até trinta dias como normalmente é prometido.

Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/pulgas-cachorro/

Sugira novo tema para um artigo
Categorias:
Saúde do Cachorro
Tags:
cachorro, cachorros, cães, cão, doença, método, pet, preocupação, prevenção, pulgas, tratamento

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 10.687), formado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Unesp com Pós Graduação em Oncologia Veterinária pelo Instituto Bioethicus e Pós Graduação em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais pelo Instituto Qualittas. Responsável pelo setor de Oncologia Médica e Cirúrgica do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h. Dr. Toyota é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados