Psicólogo para Cães - Cuidando do bem-estar do seu pet | CachorroGato

Psicólogo para Cães - Cuidando do bem-estar do seu pet

Já ouviu falar em psicólogo para cães?

O mercado pet está em constante crescimento e traz cada vez mais novidades para os apaixonados por animais. Um dos problemas que os donos de cães podem passar é o comportamento do bichinho e, pensando nisso, hoje existe o psicólogo para cães, uma ajuda e tanto para quem tem um cão hiperativo ou com depressão canina e não sabe mais o que fazer.

O psicólogo para cães é uma nova área profissional dos especialistas em comportamento animal. A psicologia canina não é um luxo ou futilidade, é coisa séria. Os psicólogos para cachorros ajudam veterinários e os criadores de cães de raça, estudando o comportamento destes.

 

Meu cão precisa de um psicólogo?

 

Em geral, o que leva um dono a consultar seu cão com um profissional da psicologia canina é algum tipo de mudança comportamental, algo que até então seu cão jamais havia feito e que agora passou a ser um comportamento comum, como, por exemplo, o latido em excesso, agressividade repentina, sinais de depressão canina, coceira em excesso quando está sob uma situação de stress, entre outros.

Leia Mais: Endocrinologista Veterinário - Entenda o trabalho desse profissional

Se você estiver presenciando quaisquer alterações bruscas e repentinas de comportamento do seu cãozinho, o psicólogo para cães pode ser uma ótima alternativa para solucionar seus problemas.

 

A consulta com o psicólogo canino

 

No decorrer da consulta os donos relatam detalhadamente o problema que estão vivenciando com o cão em casa, seja comportamento agressivo, automutilação, etc. É necessário dar o histórico todo para o psicólogo canino, para que ele possa entender os fatores que desencadearam tal problema.

O psicólogo para cães, em geral, recomenda mudanças na rotina e comportamento dos donos. Desta forma altera-se indiretamente o comportamento do animal, pois o cão reflete não somente o dono, mas também o ambiente onde se encontra. Se a família vive brigando, isso afeta o cão, que pode desenvolver um comportamento agressivo ou de isolamento.

A consulta dura cerca de uma hora e é feita onde o cão mora. O especialista vai até a casa dos donos. Todos aqueles que convivem com o cão precisam participar, pois assim detalhes sobre o comportamento do bichinho virão em maior número e, desta forma, o psicólogo canino pode avaliar com maiores informações a situação como um todo.

Leva-se apenas algumas consultas para identificar o problema e formular uma solução. Em alguns casos o resultado pode surgir em questão de dias ou meses, em outros casos a solução apenas ameniza o comportamento, mas não o cura.

A maior dificuldade para o psicólogo para cães conseguir obter um resultado satisfatório é a plena colaboração da família. Há situações que o problema está no excesso de mimo, por exemplo, sendo muito complicado para esses familiares mudarem a forma de tratar seu cãozinho. É importante estar ciente, ao chamar um psicólogo para cães, que a família terá de mudar algumas atitudes. Tudo em prol do cão.

 

psicologo-para-caes

 

A mudança de comportamento da família deve ser encarada como permanente, não somente até o cão melhorar, pois nesses casos talvez o problema acabe voltando.

 

O profissional em psicologia canina

 

Não há um curso de especialização, ainda, para atuar na área da psicologia canina. Os psicólogos para cães geralmente são recomendados por quem já usou seus serviços a outras pessoas. Cabe ao dono checar o histórico do profissional para ter certeza que ele é capaz de ajudar a família.

Como não há um curso voltado a isso, os profissionais do comportamento canino, em geral, são psicólogos, veterinários, biólogos e zootecnistas.

 

Os cães refletem os donos

 

A afirmação acima tem até estudo para comprovar. O Dr. Lance Workman, da Bath Spa University, conduziu um experimento onde 70 pessoas tiveram que relacionar fotos de donos de cachorros com a raça que eles criavam. A margem de acerto foi de 60%, sendo que o esperado era de 33%. Em outras palavras, os participantes da pesquisa relacionaram com sucesso quem tinha um Poodle, quem tinha um Pug, etc.

Estudos publicados em 2007 apontavam que os cães internalizam as neuroses do dono. Se o dono é estressado e ocupado, o cão tem tendência a passar muito tempo sozinho em casa, e daí vem o seu stress. Esse tipo de situação é uma das possibilidades que um psicólogo para cães consegue identificar e sugerir uma solução.

 

psicologia-canina



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/psicologo-para-caes/

Categorias:
Comportamento dos Cães, Saúde do Cachorro
Tags:
cachorros, cães, canina, cão, cuidados, pets, psicologia, psicólogo, saúde

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados