Pneumonia em cães – Como cuidar do seu cachorro com pneumonia | CachorroGato

Pneumonia em cães – Como cuidar do seu cachorro com pneumonia

Entenda a doença e saiba que tipo de problema pode desencadear a pneumonia em cães

Assim como nos humanos, a pneumonia em cães pode ser extremamente perigosa, levando o animal a um cenário de risco de vida. Frequentemente desencadeada por outras doenças menos agressivas, a pneumonia canina é uma grande preocupação para quem tem um bichinho de estimação doente em casa, já que pode trazer uma série de complicações para a saúde do pet e, conforme citado, até levá-lo ao óbito.

Tendo em mente que - assim como os seres humanos - os cachorros também podem sofrer com gripes, cabe aos donos de pets ficarem bem informados em relação aos principais sintomas que podem ser apresentados em função da pneumonia em cães; já que, por destacar sinais similares aos de uma simples gripe, esse quadro pode acabar sendo ignorado pelos proprietários mais desavisados – piorando bastante a saúde do animal por não ter iniciado um tratamento com rapidez.

pneumonia-caes

Causando a inflamação dos brônquios e dos pulmões do animal, a pneumonia em cachorros aparece – na grande maioria das vezes - em função de outras doenças mais leves, como a própria gripe, que causam uma baixa considerável na imunidade do pet. No entanto, uma série de outros fatores também podem ser responsáveis pelo surgimento deste quadro, incluindo a contaminação do animal por fungos, bactérias, vírus e protozoários.

Doenças bastante conhecidas no mundo canino, como a Tosse dos Canis e a Cinomose, também fazem parte do grupo de fatores que podem agravar o estado de saúde de um animal e desencadear a pneumonia canina. Entretanto, mesmo a aspiração de algum líquido ou alimento (causando a pneumonia aspiratória, que pode ser, até mesmo, o próprio suco gástrico do animal) podem fazer com que o cão se aproxime da doença – já que o trato respiratório do cachorro é a principal porta de entrada para todo tipo de agente causador.

Conheça, a seguir, as principais causas, sintomas e formas de tratamento para a pneumonia em cães; e fique ligado nos sinais que o seu pet pode estar demonstrando, pois, a doença deve ser tratada imediatamente após a sua descoberta, para que o cachorro possa ser curado e levar uma vida saudável por muitos anos.

Leia Mais: Cachorro ou Gato atropelado - 5 passos para socorrer o pet

 

Desencadeadores da pneumonia em cães

Conforme citado, os parasitas, fungos, vírus e bactérias são os principais causadores da pneumonia em cachorros, já que são estes os agentes que causam as muitas outras doenças que podem se agravar até desencadear este quadro mais grave. No entanto, uma série de outros fatores também pode ajudar muito para que a doença se desenvolva, e cuidados especiais devem ser tomados pelos donos de pets para que a imunidade dos animais se mantenha elevada, diminuindo os riscos dessa ocorrência.

Uma dieta com falta de nutrientes, por exemplo, pode provocar a desnutrição e a anemia no cachorro; diminuindo a sua imunidade e, consequentemente, aumentando os riscos do desenvolvimento de uma pneumonia.

Cães idosos e de porte pequeno também são mais comunmente afetados pela doença, sendo que o fator genético não fica de fora das causas da pneumonia, e determinadas raças – que incluem Pequinês, Poodle Toy, Yorkshire, Chihuahua e Lulu de Pomerânia – também são consideradas mais propensas a desenvolver o quadro.

pneumonia-cachorros

 

Sintomas da pneumonia em cães

A dificuldade de respirar é o principal e mais visível sintoma em um cão com pneumonia, que também pode apresentar sinais como muita tosse, febre, secreções e corrimentos nasais, respiração ofegante, desidratação, perda de apetite e latidos de aparência rouca. Em boa parte das vezes, também é possível notar que o animal parece estar engasgado com alguma coisa, o que pode provocar vômitos constantes.

Em alguns casos, é possível perceber que o cão com pneumonia fica com língua e boca da cor azul, apresentando uma respiração bastante rápida e, ainda, um aumento considerável da temperatura corporal.

 

Tratamento da pneumonia em cães

O tratamento da pneumonia em cães dependerá de qual foi o agente que causou a doença; e vale lembrar que o fator da rapidez é algo fundamental para que a saúde de um animal acometido pela doença possa se recuperar sem maiores problemas. Portanto, ao notar qualquer sinal atípico no seu pet, a visita a um médico veterinário é, indiscutivelmente, a melhor opção.

Em casos mais graves da doença, a internação do animal poderá ser solicitada para que ele tenha o tratamento adequado. No entanto, em grande parte das vezes, os antibióticos são os medicamentos mais recomendados para tratar a pneumonia canina – além da reposição de líquidos e o fornecimento de oxigênio para melhorar a respiração do pet.

Vale lembrar que nenhum tipo de medicamento deve ser fornecido ao seu pet sem a indicação de um profissional, pois, isso pode trazer consequências sérias para sua saúde; e acabar complicando ainda mais o quadro do seu bichinho de estimação.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/pneumonia-caes/

Categorias:
Saúde do Cachorro
Tags:
cachorros, cães, cuidados, doenças, pets, pneumonia, saúde

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 10.687), formado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Unesp com Pós Graduação em Oncologia Veterinária pelo Instituto Bioethicus e Pós Graduação em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais pelo Instituto Qualittas. Responsável pelo setor de Oncologia Médica e Cirúrgica do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h. Dr. Toyota é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados