Planos de Saúde Veterinários - Saiba tudo sobre eles | CachorroGato

Planos de Saúde Veterinários - Saiba tudo sobre eles

Saiba como escolher e o quanto vale a pena adotar os planos de saúde veterinários

Quem tem um bichinho de estimação como parte da família sabe que a saúde dos pets é algo que requer muita atenção e cuidados. Pensando nisso, o mercado do mundo animal já oferece, há algum tempo, uma série de opções de planos de saúde para pets; possibilitando o conforto e a tranquilidade de proprietários e o bem-estar de cães e gatos, com um bom custo benefício.

Assim como os seres humanos, os animais também necessitam de consultas frequentes com profissionais para manter longe as chances de doenças e complicações, e os planos de sáude para pets se apresentam no mercado como a solução ideal para a questão – já que, com eles, é possível garantir o atendimento de seu animal em casos de emergência e contar com tratamentos específicos de uma forma prática e econômica.

Regulamentados pelo CFMV – Conselho Federal de Medicina Veterinária desde 1988, os planos de saúde para animais ganharam, ao longo da última década, mais popularidade que em qualquer outro período e, por não terem regras específicas em relação aos tipos de procedimentos inclusos, ganham uma variedade de opções imensa – que devem ser escolhidas de acordo com as necessidades de cada pet.

Oferecendo facilidades e vantagens aos donos de animais que precisam de todo tipo de produto e atendimento – incluindo convênios e descontos epeciais com pet shops, clínicas e hospitais veterinários – os planos de saúde para animais contam com coberturas cada vez mais extensas e variadas; garantindo o acesso de seu pet a serviços que incluem desde consultas com profissionais até tratamentos como acupuntura e fisioterapia.

De acordo com as informações mais recentes da Abinpet – Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação, os donos de animais desembolsam uma média de R$ 390 por mês com seus bichinhos de estimação (incluindo gastos que cobrem alimentação e higiene). No entanto, este montante pode ser consideravelmente maior quando o pet em sofre de alguma doença ou complicação mais grave, e é nestes casos que a afiliação a um plano de saúde é mais aconselhada.

Leia Mais: Cães e Gatos x Cigarro – A batalha

Porte, raça e idade do animal são fatores que podem influenciar no preço cobrado por um plano deste tipo; no entanto, a quantidade e as especialidades dos serviços que compõem o pacote escolhido também fazem toda a diferença na questão financeira. Conheça, neste artigo, um pouco mais sobre o mundo dos planos de saúde para pets, e saiba como escolher a cobertura ideals para o seu bicho de estimação.

Pacotes e planos de saúde para pets

Embora os planos de saúde para animais sejam cada vez mais comuns no mercado pet (seguindo, na maioria das vezes, os moldes utilizados por humanos), nem todos os planos de cobertura para o bem-estar dos amigos de quatro patas são iguais, e é possivel encontrar todo tipo de serviço incluso nestes pacotes.

Atendimento emergencial, consultas, internações, exames, vacinação, castração, atendimento domiciliar, parto e até tratamentos odontológicos podem fazer parte do plano de saúde de um pet, sendo que as assinaturas dos planos mais básicos.

 Enquanto alguns planos oferecem coberturas que incluem o pronto-atendimento para pets em estabelecimentos espalhados por todo o País; outras empresas do setor apostam na composição de pacotes especiais, que dão direito à consultas e descontos em um só local (que, geralmente, conta com produtos específicos para animais e veterinários de plantão para realizar consultas e exames de emergência).

Para quem já conta com um profissional de confiança ou é dono de um pet com um problema específico, a adoção de pacotes básicos em locais específicos pode ser pouco vantajosa; tendo em vista que em casos de doenças e complicações específicas, o dono do pet não teria acesso a profissionais especialistas, tendo que pagar valores diferentes – e, na maioria das vezes, bastante altos – para poder tratar seu bichinho de estimação com o cuidado que ele necessita.

Entretanto, quando a opção é por um plano de saúde, de fato, os animais contam com muito mais vantagens, sendo que até mesmo a escolha que um profissional específico é possível, assim como o acesso a procedimentos que vão desde a vacinação do pet até cirurgias e tratamentos diferenciados, que podem incluir sessões de acupuntura e fisioterapia, entre outros.

O ideal a fazer na hora de decidir qual plano é o que mais se adequa as necessidades do seu pet é analisar, principalmente, as condições de vida e de saúde do animal, além de botar na ponta do lápis o valor que é gasto com seus cuidados, a fim de balancear o custo-benefício que o serviço pode lhe oferecer.

Para os animais que ficam constantemente doentes e com problemas variados, os planos de saúde para cães e gatos podem ser uma ótima opção; enquanto os proprietários de bichos de estimação novos e saudáveis podem apenas disperdiçar dinheio ao adotar um benefício como esse – tendo em mente que seus gastos seriam bem baixos com questões relacionadas ao bem-estar do animal.

Os tipos de planos de saúde para animais

Com cada vez mais empreendimentos exclusivamente dedicados aos planos de saúde para pets, a variedade de opções pode confundir os donos de bichos de estimação que buscam por este tipo de serviço. No entanto, as empresas responsáveis por este segmento de negócio contam com diferentes níveis de cobertura para a saúde dos animais; permitindo que os proprietários encontrem o conjunto ideal de vantagens para manter seus amigos de quatro patas felizes e saudáveis.

Pelo menos três tipos de planos, com diferentes padrões de cobertura, são disponibilizados na maioria dos empreendimentos do setor – oferecendo vantagens que podem ajudar tanto os donos de pets saúdáveis que têm problemas corriqueiros quanto os proprietários de bichinhos de saúde debilitada por doenças ou pela idade; que precisam de atenção e cuidados constantes.

Os planos básicos disponíveis, na maioria das vezes, incluem o atendimento a emergências e procedimentos ambulatoriais, além de consultas mensais e exames – sendo indicados para os donos de cães e gatos que tem boa saúde e querem, apenas, garantir um bom atendimento para seus pets em casos de urgência ou verificações de rotina.

Planos de saúde veterinários

Os planos intermediários incluem todo o pacote dos planos básicos, disponibilizando, ainda, todo o tipo de atendimento para pets com problemas mais graves, e que necessitem de procedimentos que incluem cirgurgias, internação e monitoramento; sendo indicado para animais que possam correr riscos maiores de acidentes.

Nos planos completos são incluídos todos os tipos de atendimento a emergências e consultas corriqueiras dos pacotes citados anteriormente, contando com uma série adicional de vantagens e tratamentos especificos para os animais. Consultas com especialistas, tratamentos odontológicos e até mesmo o conjunto necessário de vacinas para imunizar os pets das doenças mais comuns em animais podem fazer parte desse tipo de plano, que é indicado para quem busca cobertura total para quelquer problema relacionado à saúde dos bichos de estimação.

Além destes, há, ainda, os planos apelidados de Top, Gold ou Premium, para os que desejam dar atenção máxima a seus pets. Além de todos os itens cobertos por um plano completo, esse tipo de pacote inclui serviços de acupuntura, fisioterapia, castração, partos e até atendimento domiciliar; garantindo o bem-estar do animal até mesmo sem que ele precise sair de casa na ocorrência de acidentes.

Por não haver definições específicas de pacotes na regulamentação dos planos de saúde para pets, cada empresa do segmento pode elaborar como quiser as opções que irá disponibilizar e; portanto, é importante que as condições e regras de cada estabelecimento sejam avaliadas criteriosamente antes de vincular a saúde do seu pet a uma empresa que preste esse tipo de serviço.

Os motivos para adotar ou dispensar um plano de saúde para pets

Conforme citado anteriormente, na maioria dos casos, a motivação principal para que um dono de pet adote um plano de saúde para animais é financeira e; por isso, cabe ao proprietário a avaliação do quanto vale a pena ter na manga este tipo de serviço.

Cães e gatos que já têm um profissional de confiança ao qual recorrer em casos de emergência e são donos de uma boa saúde – com poucas ocorrências de problemas e doenças – nem sempre ganham muito com os planos; enquanto animais de raças mais propensas a determinadas complicações específicas (ou de saúde mais avançada) podem ter nos planos de saúde a solução perfeita para combinar economia e bem-estar.

 



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/planos-saude-veterinarios/

Categorias:
Fases da Vida dos Cães, Saúde do Cachorro, Saúde do Gatos
Tags:
plano de saúde para cães e gatos, plano de saúde para pet, planos de saúde animal, planos de saúde para cachorros e gatos, Planos de saúde veterinários

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados