6 Vantagens do Pet Sitting para Animais de Estimação | CachorroGato

6 Vantagens do Pet Sitting para Animais de Estimação

O que é o serviço de pet sitting

A gente sabe que para ter um bichinho de estimação é importante dispor de um tempo diário para cuidar, dar atenção e brincar. Algumas vezes nos deparamos com conflitos ainda maiores, como por exemplo, viajar ou não com o animal? Aí é que entra o pet sitting!

O pet sitting é uma nova profissão que foi gerada a partir das necessidades de prestação dos mais variados serviços a quem tem animal de estimação. É largamente difundida na Europa e nos Estados Unidos e agora começa a despontar também no Brasil.

O pet sitting é, basicamente, um serviço que você pode contratar para deixar alguém responsável por cuidar do seu pet durante a sua ausência, seja por um período longo, como em uma viagem, ou mesmo durante o dia.

Em casos em que a família resolve viajar, o mais aconselhado é deixar o gato ou o cachorro em casa. O gato pode se estressar em viagens, tanto pelo ambiente estranho quanto pela aglomeração de pessoas estranhas a ele. Já o cão, principalmente quando idoso, não pode passar pelo desconforto de se deslocar de casa. Pense no que é melhor para o seu animalzinho.

O pet sittingé uma opção muito melhor do que levar o bichinho ou deixá-lo na casa de alguém, que resulta no mesmo para ele. Com o pet sitter encarregado de cuidar do seu bichinho, você viaja de mente livre de preocupações e o seu gato não sai do conforto da casa.

A profissão de pet sitter está ficando cada vez mais popular. Isso se deve ao fato desta opção de serviço ser muito mais confortável e segura do que as alternativas tradicionais em cuidado de animais, em situações de ausência do dono.

Leia Mais: Tirar carrapato - É possível fazer isso em casa?

 

pet-sitting

 

Por que escolher o pet sitting

 

  • Redução da chance do animal ficar estressado durante a sua ausência, pois ele estará sendo cuidado em casa, ou seja, no ambiente ao qual está acostumado;
  • O gato ou cachorro não irá correr o risco de ficar exposto a doenças de outros animais;
  • O animal não precisa passar por nenhum processo de adaptação a um ambiente novo;
  • Uma pessoa que realmente sabe como cuidar de um gato estará cuidando do seu;
  • O pet sitter irá garantir que seu pet se mantenha em sua rotina diária. Se o cão costuma caminhar, ele o levará para passear, por exemplo, além de manter a higiene em dia, trocar a água e repor a comida;
  • O pet sitter pode te contatar para informar como está seu animal de estimação.

 

Tipos de pet sitting

 

O pet sitting pode ser requerido quando a família for viajar, seja por um período longo ou curto de tempo, mas também oferece uma grande vantagem: o daycare.

Daycare é o cuidado durante o dia, é como se fosse uma babá. Muitos donos, infelizmente, passam muito tempo fora de casa trabalhando ou por qualquer outro motivo, e não dispõem de tempo livre diário para levar o cão para passear ou brincar com o gato.

Sabemos que ao adotarmos ou comprarmos um pet, devemos ter em mente que ele irá necessitar de atenção, carinho e cuidado, mas por conta do ritmo da rotina, alguns donos não conseguem esse tempo livre. Mas a vontade de ter um companheiro peludo e de quatro patas é maior que o ponteiro do relógio correndo. O pet sitting também pode ser sua solução nesse caso.

Você pode solicitar que um pet sitter vá na sua residência duas vezes, por exemplo, a cada semana para levar o cão para passear e que vá todos os dias trocar a ração e água do seu cão.

Pode parecer a alguns que não faz sentido ter um animal se você sequer terá tempo para cuidar dele, mas o pet sitting é uma das maiores provas de carinho e cuidado que você pode demonstrar pelo seu pet. Muitos donos de animais de estimação só podem passar tempo com seus bichinhos a noite ou nos finais de semana.

 

Profissão pet sitting

 

O pet sitting está ficando cada vez mais popular e tem sido uma opção mais viável do que os hotéis para animais, justamente pelo fator do pet estar em casa, um ambiente conhecido, e manter sua rotina.

Entretanto, não é qualquer pessoa que está habilitada a ser um pet sitter. Não basta gostar de animais. Hoje no Brasil já existe curso para formar pet sitters, que ensina primeiros socorros, técnicas para aplicar medicação oral, nutrição básica, aprender a lidar com animais agressivos, entre outros tópicos essenciais.

Desta forma, você fica tranquilo sabendo que o seu pet está sob o cuidado de um serviço de pet sitting qualificado.

 



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/pet-sitting/

Categorias:
Atividades de Cachorro, Saúde do Cachorro, Atividades de Gatos, Saúde do Gatos
Tags:
animais, bichanos, cachorros, cães, cão, estimação, felinos, gatos, pet, pets, sitting

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados