Ossinhos para Cachorros - As opções e os cuidados | CachorroGato

Ossinhos para Cachorros - As opções e os cuidados

Os diversos tipos de ossinhos para cachorros e atenção ao escolhê-los

Um dos passatempos mais comuns aos cães é roer ossos e enterrá-los. O senso comum diz que é natural, cachorro gosta de roer osso. Mas será que é recomendado dar ossinhos para cachorros? Aqui você vai aprender sobre os diferentes tipos de ossinhos.

Nenhum tipo de comida caseira, aquela que almoçamos todos os dias e damos ao cachorro as sobras, deve ser dado ao cão, a não ser que ela tenha sido preparada especialmente para ele, seguindo uma série de regras que você pode aprender clicando aqui. Os ossinhos para cachorros não são caso diferente.

Ossos naturais não são indicados 

O osso de qualquer tipo de ave, por exemplo, é absolutamente contraindicado. O osso de aves podem soltar lascas quando digeridos e podem causar sérios danos, como a perfuração do intestino.

Os ossos de boi e porco podem ser dados se estiverem crus, porém o tamanho do osso é um problema a ser observado. O processo de cozimento do osso, para quem gosta de dar ossinho para cachorro depois do almoço, faz a digestão do osso mais difícil.

O osso cru pode ser dado, a imunidade do cão consegue lidar com bactérias de carne crua, caso reste alguma ao redor do osso, porém o ideal seria ferver. Somente ferver, nunca cozinhar.

Leia Mais: Apelidos para pets: uma lista para ajudar na escolha

Porém, para garantir a saúde do seu cão, não dê ossos de animais. O cão tem necessidade de roer osso, mas há uma alternativa.
Ossinho artificial para cães 

O cachorro realmente precisa roer, pois o ato ajuda na limpeza dos dentes, melhorando a higiene bucal. E o cachorro precisa de fonte de cálcio e vitaminas, encontradas nos ossinhos para cães.

O recomendado são os ossos que você compra em pet shop, desde que não sejam feitos de couro. O ossinho para cachorro feito de couro, utilizam couro interno da vaca, e pode conter toxinas.

O ossinho para cachorro deve ser do tamanho correspondente a duas vezes o tamanho da boca do cão aberta, para que ele não engula. O osso deve ser descartado quando começar a ficar mole e diminuir o tamanho, pois nesse caso o cão tem grandes chances de engoli-lo.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/ossinhos-cachorros/

Categorias:
Alimentação para Cães, Atividades de Cachorro, Comportamento dos Cães, Fases da Vida dos Cães
Tags:
adestramento, alimentação, cachorros, cães, cão, ossinhos, ossos, petiscos, pets

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados