Obesidade em Cães | CachorroGato

Obesidade em Cães

A obesidade em cães é um problema que deve ser tratado e levado a sério

Existem problemas que os cachorros também podem ter iguais aos seus donos, e um deles é a obesidade. A obesidade em cães deve ser tratada como o problema de saúde que é. Não é a questão estética do animal estar acima do peso, mas sim de que ele precisa estar saudável.

Entre os cães brasileiros, 30% e 40% sofrem com a obesidade em cães. A castração é um dos primeiros atos que podem ajudar no sobrepeso (castração não é um vilão para a saúde dos cães, a obesidade é) ao contrário do que pensam, seguida de uma boa educação alimentar a castração não engorda os cachorros. Além dela, a má alimentação e o sedentarismo são coisas que podem ajudar, e muito, no sobrepeso em cães. A obesidade pode causar problemas respiratórios, cardiovasculares, diabetes, dores nas articulações e muitos outros problemas de saúde.

Obesidade em Cães

Para saber se o cachorro está obeso, um dos primeiros sinais e o mais fácil de ser notado é se suas costelas não podem ser facilmente localizadas. O um cão saudável só precisa de um pouco de massa, uma cintura visível e sem aquela barriguinha saliente.

Se o seu cãozinho está cerca de 15% acima do peso ideal, ele já é considerado obeso. E muitos donos passam os próprios maus hábitos para os cães. Se o cachorro come muito e não faz exercícios, as chances dele se tornar um cachorro obeso são grandes. O animal só precisa de uma quantidade de alimento dividida em duas vezes ao dia, e ela tem que ser, em média, na mesma quantidade de calorias que o cão gasta no seu dia-a-dia.

A alimentação em excesso não é a única causadora de obesidade em cães, mas se ela é a causa, o que deve ser feito é: diminuir gradualmente a quantidade de ração que o cão come todos os dias. O animal deve estar comendo cerca da mesma quantidade de calorias que gasta.

Leia Mais: Cães e Gatos x Cigarro – A batalha

O problema de obesidade nos cachorros pode também não ser causado apenas por má alimentação, mas também por sedentarismo, que pode ser facilmente corrigido com passeios diários ou brinquedos e atividades que façam o cachorro se movimentar e, assim, gastar energia e calorias. O agility é uma ótima opção para o combate ao sedentarismo.

Se não é nem a alimentação e sedentarismo, o cão pode fazer parte dos cachorros que engordam depois de castrados, porque a castração faz com que o cão deixe de produzir um hormônio que inibe o apetite, mas não é por isso que deve-se deixar de castrar o seu cachorro, a castração é muito importante para a saúde do animal e a obesidade é facilmente controlada desde que seja feito um bom manejo alimentar.

Também existe outra porção de cães obesos, devido a problemas hormonais como por exemplo o hipotireoidismo, estes somente o veterinário poderá diagnosticar e tratar.

Existem algumas raças que são predispostas à obesidade como o labrador, beagle, basset hound, dachsund e o cocker spaniel inglês.

Qualquer que seja a causa da obesidade no cachorro, simples cuidados podem melhorar a saúde do pet e resolver o problema de sobrepeso para, assim, melhorar a saúde do animal.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/obesidade-caes/

Categorias:
Alimentação para Cães, Saúde do Cachorro
Tags:
cachorros, cães, cão, causas, cuidados, informações, obesidade, obesos, saúde

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados