Máquina de Tosa para Cães - Segredo de uma boa tosa

A escolha da máquina de tosa para cães ideal é o ponto de partida para um serviço bem feito e de qualidade

A máquina de tosa para cães é um item indispensável em qualquer estabelecimento que ofereça serviços relacionados à saúde e à beleza de animais. Com lâminas específicas e formatos variados, esse instrumento já pode ser encontrado no mercado direcionado ao mundo pet em versões profissionais e domésticas, permitindo que os donos de bichos de estimação, com alguma experiência no assunto, possam realizar tosas no conforto de suas próprias casas.

No entanto, é válido lembrar que não é nada indicado que proprietários de pets tentem fazer esse tipo de procedimento em seus cães sem ter passado, antes, por algum treinamento específico, já que a falta de experiência por parte do tosador pode deixar seu animalzinho com grandes buracos e falhas em sua pelagem. Em casos mais complicados, a falta de prática com a máquina de tosa para cães pode até mesmo formar lesões na pele do seu pet, portanto: nada de brincar de tosador sem ter recebido as instruções adequadas para isso.

Para quem está acostumado a lidar com o universo dos pets, o lembrete descrito acima pode parecer um tanto óbvio, no entanto, apesar da enorme quantidade de estabelecimentos que contam com a ajuda de profissionais na realização desse tipo de serviço, boa parte dos donos de cães insiste em tentar realizar essa tarefa por si (principalmente, em busca de economizar alguns trocados), fazendo o uso de ferramentas que não são próprias para a tosa e podem causar problemas tanto estéticos como físicos em seus inocentes bichinhos.

Confira, neste artigo, um pouco mais de informação sobre esse acessório próprio para diferentes tipos de tosa em cães e o seu uso adequado.

 

Leia Mais: Tirar carrapato - É possível fazer isso em casa?

A máquina de tosa

 

 

Consideravelmente maiores que as máquinas usadas para cortar os cabelos de humanos, as ferramentas apropriadas para a tosa em cães contam com lâminas específicas e são bastante resistentes, no sentido de ser capaz de cortar pêlos grossos sem que o aparelho esquente demais durante o seu uso prolongado.

Além de serem maiores que as usadas por humanos, as máquinas para a tosa de animas também são mais caras, no entanto, essa diferença de preço é fundamentada pelas especificações de suas propriedades, que permitem o corte regular de pêlos compridos e de textura diferenciada como os dos animais.

Para profissionais, as máquinas que funcionam conectadas a eletricidade são as mais indicadas, principalmente no caso de uma empresa com bastante movimento de pets, já que as opções disponíveis no mercado que funcionam a base de baterias recarregáveis trazem duas questões que podem atrapalhar bastante o bom decorrer de um dia cheio de trabalho: as baterias duram, na maioria das vezes, bem pouco tempo e, para recarregá-las completamente, é gasto mais tempo ainda.

O ideal em uma máquina de tosa é que ela seja capaz de atuar em, pelo menos, duas velocidades; e que conte com um jogo de lâminas e adaptadores especiais, que possibilitem, no mínimo, quatro opções de corte e comprimento. O mercado de pets já oferece, hoje, uma série de kits especiais para variados tipos de tosa (tanto para profissionais como para amadores), e não é difícil encontrar a ferramenta ideal por preços bem variados.

Os kits que incluem esse tipo de produto também contam com materiais para que a limpeza e a manutenção das máquinas sejam realizadas, e realizar verificações rotineiras é a melhor forma de evitar acidentes com seu uso. Pentes e óleos lubrificantes especiais também fazem parte desse pacote que vem junto à máquina de tosa para cães, e esses produtos não devem ser substituídos por outros de aspecto ou função semelhantes, pois, os que fazem parte do kit são os únicos realmente próprios para esta função.

Todos os proprietários de ferramentas para tosa, antes de iniciar o processo, verificar bem se há a presença de corpos estranhos presos às lâminas, ferrugem ou qualquer espécie de anormalidade que possa influenciar no seu uso regular, protegendo os animaizinhos de quaisquer tipos de ferimentos ou queimaduras.

Se você possui um cãozinho da raça Schnauzer, clique aqui e veja as especifacações internacionais para a tosa dele. 

 

Problemas com a tosa por máquina

 

Por terem ouvidos muito sensíveis e uma capacidade auditiva super potente, os cães tendem a ficar bastante agitados e com medo das máquinas na hora da tosa, em função do barulho alto e frequente que produzem (de um jeito parecido com o comportamento que adotam quando escutam fogos de artifício ou trovoadas).

A solução para isso poderia estar na compra de ferramentas que não façam barulho, no entanto, entre todos os produtos disponíveis no mercado de hoje não há tipo algum que realmente não faça ruídos, somente alguns de volume mais moderado. Portanto, o problema não fica resolvido por completo e, para que seu pet consiga passar por uma tosa completa sem maiores problemas, pode ser uma boa opção tentar acostumá-lo com barulhos que o assustam.

 

 

Isso pode ser feito até mesmo por meio da gravação desses sons (que tendem a assustar o pet), que devem ser tocados para o animal em volume bem baixo enquanto ele estiver realizando tarefas que goste, como brincadeiras divertidas, incentivando a associação desse tipo de ruído com situações prazerosas e livres de perigo.

Outro problema que pode ocorrer com o uso de máquinas para a tosa é o de queimaduras na pele do animal. Evitar esse tipo de lesão é fácil e depende, apenas, da boa vontade de quem opera a ferramenta. Em primeiro lugar, é necessário que a pessoa que irá manejar a máquina escolha um modelo que se adapte bem nos contornos e formato de suas mãos, já que a tosa não é uma tarefa tão rápida ou simples.

Feito isso, os principais cuidados para que o animal não sofra queimaduras são apenas dois: nunca começar o processo de tosa pela maior velocidade que a máquina permite; e checar de tempos em tempos a temperatura das lâminas da ferramenta.

Iniciar a tosa pela velocidade mais baixa da máquina é a melhor opção para impedir que ela esquente de maneira muito rápida e, para confirmar que o pet não tenha riscos de ser ferido pela quentura das lâminas, uma boa pedida é verificar a sua temperatura sempre que sentir um esquentamento maior no próprio corpo da ferramenta, dando uma pausa no processo de tosa para que aconteça o resfriamento do instrumento.

 

Tosando seu pet em casa

 

Conforme já foi explicado, nenhum dono de pet deve se arriscar a fazer a tosa de seu cão por conta própria se não tiver, antes, passado por algum tipo de curso específico. Atualmente, não é difícil encontrar treinamentos simples e de preço justo que possam ensinar boa parte das principais técnicas e, por durarem cerca de dois dias, nem mesmo será preciso esperar muito para botar as lições em prática.

Outro lembrete importante é o de nunca usar máquinas para humanos em cachorros, mesmo que você tenha toda a experiência necessária para realizar uma tosa por conta própria. As máquinas de corte de pelo de animais são diferentes das usadas por humanos em muitos aspectos e, fazendo o uso da ferramenta errada você não só perderá seu equipamento, como pode ainda ferir seu bichinho de estimação.

Dito isso, citamos alguns pontos que podem facilitar bastante a vida de quem deseja fazer a tosa de seu animalzinho em casa, começando por um bom banho no pet, que deixará seus pêlos mais limpos, macios e suaves: ideais para o uso de máquinas. Escovar toda a pelagem do seu amiguinho também é importante para evitar emaranhados e erros de corte na hora da tosa, além de ser considerado um ótimo agrado por parte dos cães.

Ter uma tesoura própria para o corte de pêlos também é uma boa dica para realizar acabamentos no corte dos pêlos de seu cão, que deve ter a pelagem aparada, principalmente, nas regiões de foco da tosa higiênica, que inclui as áreas da barriga, da sola das patas (entre as almofadinhas, chamadas de coxins) e a região genital.

Outras áreas do corpo também podem ser aparadas de acordo com a raça do cachorro ou a preferência do dono, no entanto, o corte dos pêlos nestas regiões específicas (barriga, coxins e genitais) tem uma importância ainda maior para a saúde dos pets, já que ajuda a manter o corpo do cãozinho livre do acúmulo de sujeira e de escorregões.

Fazer penteados diferentes como topetes e moicanos fica a escolha de cada dono, que pode, ainda – tendo as habilidades necessárias – formar áreas bufantes e cortes de estilos variados para dar ainda mais charme ao pet.

 



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/maquina-tosa-para-caes/

Sugira novo tema para um artigo
Categorias:
Moda e Beleza para Cães, Saúde do Cachorro
Tags:
cachorros, cães, cão, cuidados, máquina, pets, tosa, tosagem, tosar

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados