Lhasa Apso – Saiba tudo sobre esta raça tão querida e carinhosa | CachorroGato

Lhasa Apso – Saiba tudo sobre esta raça tão querida e carinhosa

Conheça as principais características da raça Lhasa Apso, uma das mais queridas entre os brasileiros

A raça Lhasa Apso pode ser considerada uma das mais queridas e populares entre os amantes de pets brasileiros e, ao lado do Shih Tzu, ganha cada vez mais espaço entre os donos de animais que moram em apartamentos. Seu pequeno porte e temperamento dócil são apenas algumas das características que fazem com que todos se apaixonem pela raça – dona de uma pelagem longa e sedosa que necessita de muitos cuidados.

Querido por sua simpatia e por ser um ótimo cão de companhia, o Lhasa Apso já conquistou o coração de celebridades como a cantora Ivete Sangalo, que constantemente posta fotos ao lado de seus dois pets da raça nas redes sociais. Além disso, no Brasil, a raça serviu de inspiração para a criação do personagem Floquinho, o pet do Cebolinha nos eternos e memoráveis quadrinhos de Maurício de Souza.

Lhasa Apso

Tida como uma das raças conhecidas há mais tempo – domesticada há cerca de 2,8 mil anos – é corajosa, destemida e muito ligada à sua família, podendo servir como um ótimo cão de guarda, apesar do tamanho (já que costuma latir para alertar seus donos ao mínimo sinal de perigo).

Embora seu temperamento seja relativamente calmo na maioria dos casos, a falta de socialização e de educação pode tornar os cães da raça Lhasa Apso um tanto quanto destrutivos; portanto, quem estiver pensando em levar um desses exemplares para casa deve saber que ele precisa de bastante atenção e disciplina, podendo, assim, desfrutar de todas as boas e carinhosas características do pet.

Confira, a seguir, um pouco mais sobre a origem, as qualidades e o comportamento dos cães Lhasa Apso, e avalie se esta é a raça ideal para se tornar seu novo bichinho de estimação:

Leia Mais: Quando posso sair com o filhote na rua?

Origem do Lhasa Apso

Embora não se tenham registros concretos sobre a sua origem, acredita-se que a raça surgiu em regiões próximas à Malásia, e o seu tipo mais antigo já é conhecido há mais de 4 mil anos. De acordo com estudos mais recentes, a raça faz parte de um grupo de cães com ligações estreitas com os lobos (seus ancestrais) e, segundo teorias, sua domesticação teria ocorrido cerca de 2,8 mil anos atrás, tornando-o um dos cães conhecidos há mais tempo no mundo.

Cães da raça Lhasa Apso

Frequentemente confundido com os cães da raça Shih Tzu (que tiveram origem na sua mistura com o Pequinês), o Lhasa Apso é produto do cruzamento entre oTerrier Tibetano e o Spaniel, e vivia em mosteiros budistas nos tempos antigos, servindo como um cão de guarda que latia de forma alta e aguda para alertar a todos sobre qualquer tipo de movimentação estranha em frente às instituições.

Foi, justamente, em função dessa proteção dos cães nos monastérios que surgiu o nome de nativo dos Lhasa Apso: Abso Seng Kye, que na tradução significa “Cão-Leão Sentinela que Late”. Bonito, o cão da raça era considerado tão valioso como uma joia rara nessa época, sendo presenteado a integrantes da corte imperial chinesa em diversas ocasiões, e ainda tido como um verdadeiro amuleto de sorte.

Antigamente chamado de Lhasa Terrier na Inglaterra, os cães da raça Lhasa Apso apareceram no ocidente pela primeira vez em meados dos anos 30, sendo oferecidos como presente ao 13º Dalai Lama.

Aceita em 1935 como uma raça do grupo dos terrier pelo AKC – American Kennel Club, o Lhasa foi transferido em 1959 para o grupo de raças de cães não esportivos, como é conhecido até hoje. A partir disso, sua popularidade cresceu cada vez mais em todo o mundo e, hoje, a raça Lhasa Apso pode ser considerada globalmente entre as mais populares e queridas.

Características físicas do Lhasa Apso

Considerado um cão de pequeno porte, o Lhasa Apso mede entre 25 e 29 centímetros quando macho, pesando de 6 a 9 quilos. No caso das fêmeas, seu tamanho é ainda mais compacto, e pode chegar a até 27 centímetros com peso de 7 quilos. Com uma pelagem extremamente vasta, os cães da raça são donos de pelos que podem chegar até o chão de tão compridos, e necessitam de atenção constante nesse aspecto para que possam permanecer saudáveis.

Com uma expectativa de vida média de 15 anos, os cães da raça podem chegar a até 20 anos de idade se cuidados de maneira cautelosa e saudável.

Bastante confundido com os cães da raça Shih Tzu, os Lhasa Apso têm a pelagem branca como a mais comum, sendo que variações de cor também podem ocorrer, misturando a parte alva com tons de dourado, preto, cinza e vermelho. Seus olhos são escuros, sua cabeça é ligeiramente estreita e seu focinho é médio, sendo que, no geral, pode ser considerado um animal de aparência robusta.

As orelhas dos cães da raça são caídas, seu pescoço é forte e suas costelas são projetadas para trás. A musculatura é desenvolvida – principalmente na área dos quadris e das coxas – e a sua cauda é franjada e composta por pelos bem longos. A pelagem – que é uma de suas principais e mais cativantes características – é composta por fios longos, pesados, duros e retos, sendo que conta, ainda, com uma subpelagem média.

 Pesonalidade do Lhasa Apso

Alegre, fiel, companheiro e muito carinhoso, o cão Lhasa Apso pode ser dar bem tanto com seus donos como com outros animais, sendo facilmente sociável quando condicionado para isso desde pequeno. Esperta, a raça ocupa o lugar de número 68 no ranking dos cachorros mais inteligentes do mundo, e treiná-lo não é uma tarefa difícil; principalmente, quando isso é feito desde que o cão é um filhote.

Cachorro Lhasa Apso

Embora seja bastante brincalhão e agitado com seus donos, o nível de energia dos cães da raça não é dos maiores – mas isso não quer dizer que eles não necessitem de atividades físicas, e os passeios com o pet devem ter um espaço reservado na sua agenda, caso esteja planejando levar um para casa.

Mesmo não sendo um cachorro tão protetor ou possessivo com seus donos quando comparado à outras raças, o Lhasa Apso segue como um ótimo cão de guarda – que não é capaz de impedir a ação de intrusos, mas estará sempre atento para lhe avisar de qualquer perigo que se aproxime.

Na maioria dos casos, os latidos da raça – fortes e bastante agudos – não são tão frequentes, mas podem ser ouvidos a cada vez que ele nota algo suspeito e, portanto, pode se tornar um tanto fora de controle. A aplicação de técnicas de adestramento para diminuir a ocorrência destes latidos é totalmente válida, já que o cão aprende e assimila comandos com relativa rapidez.

Bastante confiante e destemido, o Lhasa Apso pode ser considerado um cão bem alegre e fã de mimos de seus donos, podendo passar horas e horas deitado, aguardando carinhos. Com isso em mente, não é difícil deduzir que as atividades físicas dos cães da raça devem ser incentivadas, já que ele, por si, (mesmo com muito espaço) dificilmente irá fazer exercícios suficientes para se manter saudável.

Cuidados com o Lhasa Apso

A pelagem da raça é o aspecto que requer mais atenção e cuidados, já que, por ser muito vasta e longa, pode acabar gerando uma série de problemas de saúde e acidentes para os cães. É recomendado que escovações diárias sejam feitas na pelagem do animal para impedir o acúmulo de sujeiras e, também, que banhos sejam dados, pelo menos, uma vez a cada semana - retirando os resquícios que podem permanecer na pelagem do animal mesmo após a escovação.

A frequência das tosas higiênicas também deve ser relativamente grande, pois, como os pelos da raça são muito longos, podem entrar nos olhos do bichinho e atrapalhar sua visão. Fazer tranças ou prender parte dos cabelos que ficam sobre os olhos do animal também é uma opção; no entanto, o importante é que o cão possa enxergar e não ter o constante contato de pelos nos seus olhos, pois isso também pode causar problemas oculares no animal.

As orelhas e o ouvido do cão são outras regiões que merecem atenção em função do mesmo motivo, já que a grande quantidade de pelos na área pode facilitar o surgimento de problemas como a otite canina. Junto com isso, também é preciso atentar-se para o comprimento dos pelos nas patas do cãozinho, já que, se crescerem muito, podem atrapalhar a mobilidade do animal e fazer com que acidentes como quedas ocorram.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/lhasa-apso/

Categorias:
Comportamento dos Cães, Curiosidades sobre Cães, Fases da Vida dos Cães
Tags:
cachorros, cães, lhasa apso, perfil canino, raças de cães

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados