Entenda a Leptospirose em Cães ou Doença dos Ratos | CachorroGato

Entenda a Leptospirose em Cães ou Doença dos Ratos

Leptospirose em cães: seu cão mata ratos?

A leptospirose em cães é uma doença infecciosa transmitida por ratos, considerada uma zoonose por passar para os seres humanos. Seu cão mata ratos? Pelo fato de nossos animais possuírem um instinto de caça é comum que cães queiram pegar ratos e qualquer contato que tenham com urina dos roedores já é um sinal de alerta para a possibilidade da leptospirose em cães. Fique atento aos costumes do seu cão.

A "lepto" é causada por uma bactéria que alguns ratos possuem e é eliminada em sua urina, portanto nem todos os ratos vão transmitir a doença leptospirose, mas sempre é bom prevenir e para isso devemos evitar tudo que atraia os roedores como restos de comidas, lixos espalhados, deixar ração do seu cão exposta durante a noite, trocar a água do seu animal diariamente, pois pode haver urina nela e o animal acabar ingerindo.

Por ser uma zoonose, ou seja, passar do animal para humanos devemos tomar cuidado, caso o animal apareça com sintomas como mucosas (olho, gengiva, entre outros) amareladas, febre, apatia, vômitos, falta de apetite é necessário usar uma luva ao manipula-lo e levar o mais rápido possível a um veterinário para que possa ser feito o diagnóstico e tratamento.

Leptospirose em Cães ou Doença dos Ratos

O diagnóstico da leptospirose em cães é feito por meio da detecção da bactéria na urina ou sangue do animal, também é importante diferenciar de outras doenças com sintomas parecidos como anemia hemolítica, neoplasia hepatica ou real, brucelose canina, entre outras.

Como é feito o tratamento da doença dos ratos ou leptospirose em cães

Leia Mais: Seu cachorro está apresentando fezes com sangue? Cuidado!

Com ou sem diagnóstico o tratamento já deve ser feito já que ele é realizado pelos sintomas apresentados pelo cão. Se o animal tiver contato com ratos e não necessariamente apresentar sintomas é bom que leve o mesmo para que um veterinário avalie se algum procedimento será necessário.

O método mais simples de evitar a leptospirose canina é vacinando seu cão regularmente e fazendo uma dose de reforço contra leptospirose a cada seis meses, alem de evitar contato com ratos.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/leptospirose-caes-doenca-ratos/

Categorias:
Saúde do Cachorro
Tags:
aprender, cachorro, cachorros, cães, cão, cuidados, doença, entender, leptospirose, necessário, pet, pets, ratos, transmissão

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados