Intoxicação de cães ou gatos por venenos de rato (Dicumarínicos) | CachorroGato

Intoxicação de cães ou gatos por venenos de rato (Dicumarínicos)

Saiba como socorrer um quadro de intoxicação de cães ou gatos por venenos de rato (dicumarínicos)

Existem alguns tipos de venenos para matar ratos que são empregados rotineiramentepara que se faça o controle da praga. Porém, essa substância pode causar sérios prejuízos a saúde de um animal, já que, infelizmente,nem sempre este veneno é usado para sua finalidade principal – fazendo com que a intoxicação de cães ou gatos por venenos de rato (dicumarínicos) se transforme em uma possibilidade real.

Intoxicação de cães e gatos por veneno de rato

Com o crescimento da população canina e felina, também aumentou o incômodo das pessoas em função dos barulhos de latidos, lixos revirados, brigas, animais soltos na rua e as surpresas de encontrar urina e fezes em lugares indevidos e; com isso, muitos ‘revoltados’acabam usando este tóxico de uma forma criminosa, provocandoaintoxicação de cães ou gatos por venenos de rato e, em boa parte dos casos, levando estes pequenos animais a morte.

Podendo destacar uma cor rósea ou azulada e se apresentar em pó ou grânulos, esse tipo de substância também é conhecido pelos nomes de Ratak, Klerat, Warfarin, Ramik ou Racumin.Causando a intoxicação do animal – geralmente por via oral – esse veneno tem entre as suas principais consequências o desencadeamento de uma deficiência na síntesede vitamina K; que, como resultado, provoca uma alteração na coagulação sanguínea do animal.

Entre as alterações mais comuns presenciadas emcasos de intoxicaçãopor dicumarínicoem cães e gatospodemos citar:

  • Apatia
  • Incoordenação
  • Fraqueza
  • Sangue na urina ou nas fezes
  • Vômito com ou sem sangramento
  • Alteração no padrão cardíaco
  • Alteração no padrão respiratório

Embora os sintomas citados anteriormente sejam, no geral, os mais comuns; intoxicação por veneno de rato, na forma mais grave, também pode provocar hemorragias em diversas regiões do corpo – que em alguns cacos podem, inclusive, ser visualizadas como hematomas na pele do pet, sangramento pela boca, sangramento pelas narinas ou, ainda, generalizado.

Leia Mais: Picada de animais peçonhentos em cães e gatos

Como socorrer um pet intoxicado por veneno de rato?

Normalmente, este sangramento ocorre de dois a cinco dias após a exposiçãodo animal ao produto tóxico, sendo possível que exames de sanguesejam feitos para nos alertar quanto a capacidade decoagulação do pet afetado – tendo em vista que o efeito do dicumarínico no organismo do animal pode impedir uma resposta fisiológica habitual a um sangramento e/ou, ainda, causar sangramento espontâneo de difícil controle.

Dito isso, fica claro que saber como proceder ao identificar os sinais de intoxicação no animal é essencial para a recuperação do pet, sendo que três passos principais devem ser seguidos nesse tipo de ocorrência:

  • Retire o animal do local comprometido
  • Leve seu pet ao médico veterinário para que sejam realizadas as medidas de desintoxicação. Caso haja sangramento (difícil ocorrer no momento da intoxicação, mas pode ser notada dias após intoxicação), comprimir o local afetado com toalha limpa até o acompanhamento do profissional, evitando grandes perdas sanguíneas
  • Limpe o local com água e sabão e certifique-se de que não há chances de uma nova intoxicação

O controleda intoxicaçãoé feito com a administração de vitamina K, que deve ser ministrada por alguns dias com o objetivo de estimular o processo de coagulação.O carvão ativado também costuma ser utilizado com intuito de evitar a total absorção do agente pelo organismo. A terapia suporte neste casos também é essencial, garantindo a aceleraçãoda excreção do veneno e melhorando o socorro e o acompanhamento do médico veterinário para que o sucesso do tratamento seja total.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/intoxicacao-caes-gatos-veneno-rato/

Categorias:
Saúde do Cachorro, Saúde do Gatos
Tags:
emergências com cães e gatos, intoxicação de cães e gatos por veneno de rato, intoxicação de pets, intoxicação por veneno de rato, venenos dicumarínicos

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV-SP 25380) formada pela Fundação Municipal de Ensino Superior de Bragança Paulista (FESB). Especialização em Emergências e Terapia Intensiva pela Universidade Federal do Semi-Árido (UFERSA). Prêmio internacional em concurso de Bem-Estar Animal pela World Society for the Protection of Animals (WSPA). Responsável e membro da equipe de médicos veterinários intensivistas do Intensive Home Care, atuando nas áreas de emergência e terapia intensiva, na região de São Paulo.

Artigos Relacionados