Higiene do Ouvido de Cães - Como fazer? | CachorroGato

Higiene do Ouvido de Cães - Como fazer?

Saiba como fazer a higiene do ouvido de cães e entenda por que esse tipo de cuidado é tão importante para os pets

Assim como a tosa higiênica e a escovação dos dentes, a higiene do ouvido de cães deve ser um item de atenção constante para os donos de pets. Prevenindo uma série de doenças bastante comuns relacionadas à saúde auricular dos cachorros, a limpeza da área das orelhas do animal pode ser algo complicado de realizar – tendo em vista que alguns cães tendem a ficar bastante agitados e ansiosos quando alguém tenta mexer nessa região.

Embora seja uma tarefa delicada, a higiene do ouvido de cães jamais pode ser deixada de lado por quem deseja garantir a isenção de problemas; que podem provocar complicações como otites, sarna de ouvido, infecções por objetos estranhos e até doenças de origem hereditária - que podem causar inflamações graves, como a dermatomiosite.

Cães com orelhas maiores, caídas ou mais compridas e cheias de pelo precisam de atenção redobrada nesse aspecto, já que, quanto maior for o tamanho e a pelagem da área, maior será o acúmulo de sujeira e umidade, consequentemente, a chance do desenvolvimento de algum problema auricular – que pode desencadear desde um simples mau cheiro até doenças sérias e que necessitam de tratamento específico.

higiene-ouvido-caes

Bastante sensível, o ouvido dos cães deve ser tratado com muito cuidado pelos proprietários de pet que desejem fazer a higienização em casa e, assim como no caso dos seres humanos, nenhum tipo de apetrecho usado para fazer a limpeza (como cotonetes) deve entrar no ouvido do animal, pois esta ação pode desencadear outros problemas relacionados à orelha do bichinho, incluindo dificuldade para ouvir, muita dor e até mesmo a perfuração do tímpano do cachorro.

Atualmente, o mercado de produtos para pets já conta com uma série de loções e fórmulas específicas para a limpeza do ouvido de cães, e é indicado aos donos que queiram fazer a higienização da região por conta própria que adquiram estas soluções específicas; até porque o uso equivocado de algum produto pode acabar trazendo mais malefícios que benefícios para a saúde auricular do seu pet.

Leia Mais: Patas de cachorro e seus cuidados especiais

Devendo ser realizada, uma vez a cada duas semanas, a higiene das orelhas dos cães também pode ser feita em pet shops que contam com serviços de banho e tosa; evitando um trabalho maior para seus proprietários. No entanto, é válido para todos os donos de pet saber como fazer a limpeza do ouvido de seus bichinhos de estimação da maneira adequada; já que a frequência com que a região deve ser seguida sempre que houver necessidade, e nem sempre há a possibilidade de contar com os serviços de um profissional.

Conheça, neste artigo, algumas dicas importantes e práticas para fazer a higienização do ouvido de seu cãozinho, e saiba que tipo de problemas e doenças podem ser prevenidos por meio da limpeza frequente e adequada da região.

 

Como fazer a higiene do ouvido de cães

 

Conforme citamos anteriormente, o mercado pet já conta com uma imensa variedade de produtos próprios para a higienização dos ouvidos dos cães e, portanto, é recomendado que um deles seja adquirido para facilitar o processo, sempre consulte um médico veterinário para uma melhor indicação. Antes de começar a limpeza das orelhas do seu cãozinho, é importante juntar todos os produtos e ferramentas necessárias para a ação, para que seja possível concluir o processo todo de uma só vez – tendo em vista que, dificilmente, o pet terá a calma necessária para que a limpeza seja realizada por partes.

Embora muitos ainda façam, equivocadamente, o uso de cotonetes, álcool e éter para higienizar a região, o mais indicado é que seja usado um produto específico (como um ceruminolítico, que faz a remoção do cerúmen) e um chumaço de algodão no processo da limpeza – já que cotonetes podem causar acidentes quando quem realiza o processo não tem muita prática.

Para começar, certifique-se de que seu pet está com um humor tranquilo e amigável, pois, limpar de suas orelhas será muito mais difícil se o cão estiver em um dia de mais estresse. Feito isso, coloque o cão no seu colo, garantindo que a cabeça do animal fique bem apoiada na sua perna, e dobre sua orelha para cima, deixando-a aberta para que seja possível ver o conduto auditivo do animal.

Faça uma bola com o algodão – ou, se preferir, enrole-o no seu dedo – e embeba-o na solução específica para a limpeza da região. Sem forçar a entrada do algodão ou do dedo no canal auditivo do cão, limpe a região de forma delicada, retirando o máximo possível de cera e sujeiras acumuladas.

higiene-ouvido-cachorros

Lembre-se sempre de que a limpeza deve ser feita, somente, na parte visível e alcançável da orelha do cão, e você jamais deve forçar a entrada de qualquer tipo de objeto (especialmente se for pontiagudo) no conduto, pois isso pode causar problemas na região e até a perfuração do tímpano do cachorro.

Em alguns casos, é recomendado que uma ou duas gotinhas do produto (que deve ser especificamente direcionado para a limpeza de ouvidos de cães) sejam pingadas no canal auditivo do pet (e que a sua orelha seja levemente massageada após essa aplicação), garantindo uma limpeza mais profunda e eficaz.

A parte externa das orelhas também merece atenção, e deve ser cuidadosamente limpa com um produto ceruminolítico depois da higienização do ouvido. Essa parte do processo tende a ser bem mais fácil de realizar quando comparada à limpeza interna da região, bastando que um algodão embebido no produto correto seja passado suavemente pela orelha do cão, que deve ser dobrada para a maior parte da sujeira da área seja retirada.

A quantidade de vezes que esse processo deve ser repetido no período de um mês, por exemplo, vai variar de acordo com o tipo de orelha que o seu pet tiver e se estiver em fase de tratamento, mas em geral o indicado é a cada duas semanas. Para os cães de orelhas caídas ou muito peludas, pode ser recomendado que a higienização seja feita em uma frequência maior; enquanto os cachorros de orelhas menores e sem uma grande pelagem podem ficar longe de infecções nos ouvidos com uma limpeza a cada duas semanas.

É importante que o dono do pet esteja preparado para reações diferentes ao começar a tarefa da higienização, pois, em alguns casos, os cães podem se tornar um tanto agressivos. Portanto, nos casos em que o proprietário já espera um comportamento negativo de seu pet, é bom que haja mais alguma pessoa para acompanhar o processo, podendo ajudar a segurar e manter quieto o animal na hora da limpeza. Recompensar seu bichinho de estimação após a higienização também é muito importante, reforçando o bom comportamento do animal e facilitando o processo nas próximas ocasiões em que ele tiver de ser realizado; em algumas situações é indicado o uso da focinheira.

limpar-ouvido-cachorro

Problemas no ouvido de cães

 

Como já dissemos anteriormente, a higienização do ouvido de cães é muito importante para manter seu pet longe de infecções e diversas doenças que podem ser bastante prejudiciais, e a otite canina é um ótimo exemplo de uma inflamação que pode ser prevenida por meio da limpeza constante das orelhas de cachorros.

Tida como a complicação mais comum a aparecer no ouvido de cães, a otite, além de causar coceiras insuportáveis na orelha do animal, pode deixá-los bastante agressivos e até sem apetite, em função das dores que o pet sente por causa da inflamação. Podendo, em casos mais graves, levar o cachorro à surdez e até alterações comportamentais semelhantes a alterações neurológicas (como ficar andando de lado), a doença pode atingir níveis onde a única solução consiste em procedimentos cirúrgicos e, portanto, é preciso ficar de olho ao notar qualquer sinal de complicação.

Identificar a presença de algum problema auricular nos cães não é muito difícil, e os proprietários mais atentos podem notar rapidamente alguns sintomas típicos. Entre os principais sinais de que há algo errado com o ouvido do seu amigão, podemos citar: orelhas avermelhadas e com espessura mais grossa que de costume; coceiras constantes na região (fazendo com que o cão chegue a arrastar a orelha no chão); acúmulo maior de sujeiras no ouvido; e secreções amareladas e com mau cheiro.

Ao identificar qualquer um destes sintomas no seu pet, o agendamento de uma consulta com um médico veterinário se faz extremamente necessário; já que, além da otite, há diversas outras doenças e inflamações sérias que podem se desenvolver no ouvido dos cães, e somente um profissional poderá examinar o animal e definir um diagnóstico preciso, além de indicar a melhor forma de tratamento.

Vale lembrar que o tratamento de quase 100% das complicações com cães se torna muito mais fácil quando a doença é identificada no seu começo e, por isso, visitar um médico veterinário é imprescindível para que o bem-estar de seu bichinho de estimação seja recuperado no menor tempo possível.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/higiene-ouvido-caes/

Categorias:
Saúde do Cachorro
Tags:
cachorros, cães, cão, higiene, limpar, limpeza, orelhas, ouvidos, pets

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados