Higiene Animal – Tão importante quanto a nossa | CachorroGato

Higiene Animal – Tão importante quanto a nossa

Saiba a importância da higiene animal e os cuidados que você precisa ter com seu cachorro ou gatinho

Ter um bichinho de estimação requer mais do que dar água, comida, brincar e levar para passear. As condições de limpeza dele também fazem toda a diferença na sua saúde e a higiene animal tem de ser um hábito diário.

Do básico, como o banho, até aos mais elaborados, como cuidar dos dentes e o combate às pulgas, é dever do dono administrar a higiene animal. Portanto, mãos-a-obra e deixe o seu pet asseado, saudável e cheio de vida! 

 

Banho: o fundamental da higiene animal

A partir de um mês e meio de vida o seu bichinho já pode tomar banho, seja em casa ou no pet shop. Isto porque ele já está com as vacinas em dia e não fica exposto às doenças. Na água morna ou com a temperatura ambiente, dependendo do clima, é válido lembrar que os produtos utilizados devem ser específicos para eles, além do cuidado com as orelhas, podendo ser colocado um chumaço de algodão para evitar que entre água e, consequentemente, até o surgimento de otite.

higiene-animal

Leia Mais: Patas de cachorro e seus cuidados especiais

Para o frio há produtos de higiene animal para driblar o banho propriamente dito e deixar o peludo limpinho, como as toalhas umedecidas, que juntamente ao spray para a retirada dos resíduos ao redor dos olhos ou do limpador de patas e partes íntimas, prolonga o tempo que ele tenha de encarar o chuveiro.

 

A higiene animal dentro da boca

No mercado exclusivo para pets há escovas de dente em diversos tamanhos, além de cremes dentais com sabores de frutas, frango ou carne para facilitar a escovação dos dentes. Mesmo que muitos bichinhos não gostem deste momento, é importante que uma vez por dia seja feito este procedimento, para evitar o tártaro e problemas na gengiva, que ocasionam diversas doenças.

Porém, você só terá de começar a cuidar da boca do seu peludo a partir do 5º mês de vida dele, quando a dentição já está trocada, começando, assim, este tipo de higiene animal. E, além disso, leve-o sempre ao veterinário, preferencialmente o dentista de cachorros, para que ele avalie as condições e veja se não há a necessidade de ser feita a limpeza de tártaro.

 

Pulgas: a prevenção também está na higiene animal

Nenhuma pessoa gosta de ver seu bichinho de estimação com pulgas, afinal, ele vive dentro de casa, é praticamente um membro da família e quando ele se coça e até faz feridas fica parecendo desleixo do dono. Mas ao passear com ele na rua, em parques ou lugares abertos, o peludo está sujeito a isto.

Ficam as dicas: em casa ou no pet shop, alterne o xampu normal com o antipulgas, dedetize a casa com esta finalidade, use sprays (que são bem potentes) e deixe seu bichinho secar longe do sol, utilize pipetas na nuca dele ou medicamentos receitados. Mas todos estes tipos de higiene animal específicos para o combate às pulgas devem ser indicados por um veterinário, pois cada caso é um caso e seja gato ou cachorro, o porte, a raça, o peso e o seu estilo de vida influenciam na escolha e no meio que será utilizado para a erradicação delas.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/higiene-animal/

Categorias:
Saúde do Cachorro, Saúde do Gatos
Tags:
animais, animal, cachorros, cães, cuidados, felinos, gatos, higiene, pets

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados